Gestão de Empresas

5 Dicas para aumentar o crescimento da empresa

Lançar e ajudar um negócio a crescer não é uma tarefa fácil e por vezes os empreendedores sentem uma ligação emocional muito forte ao seu projeto, gerando dificuldades em delegar tarefas e em demonstrar confiança nos colaboradores.

Pode ocorrer que demasiado apego ao projeto acabe por ser prejudicial, impedindo a empresa de crescer e por isso deixamos 5 sugestões para que tal nunca aconteça.

Confiar na equipa.

É importante dar espaço à equipa e monitorizar o trabalho com alguma distância. Enquanto a equipa trabalha no marketing, cabe ao CEO pensar na evolução da marca e para se dedicar às suas tarefas, tem de deixar a sua equipa fazer o trabalho de que foram incumbidos.

Escutar conselhos dos mais próximos.

Não é invulgar que por vezes alguns dos nossos próximos tenham conselhos relevantes para o nosso negócio. A dedicação completa ao projeto pode fazer com que acabem alienados daquilo que a maioria das pessoas deseja.  Seja uma esposa ou amigos próximos, é importante escutar o ambiente.

Aceitar as nossas falhas.

Nem sempre somos aquilo que pensamos, é bastante útil ter um bom autoconhecimento, reconhecer as falhas e encontrar colaboradores que consigam lidar bem com essas características.

Esquecer tudo o que pensamos saber.

Por vezes existem ideias ligadas ao projeto original, que perduram apesar do mercado enviar uma mensagem contrária. É importante saber quando deixar as normas definidas, aceitando que uma empresa é como um organismo vivo que se deve adaptar.

Procurar ajuda especializada.

O crescimento da empresa implica por vezes recorrer a outras pessoas que ajudem a desenvolver de forma equilibrada, dividindo as responsabilidades e conseguindo uma maior eficácia.

Encontrar um software de ERP adaptado às necessidades da empresa também é um auxilio fundamental. Sage X3 está a mudar a forma como as empresas competem e crescem, proporcionando uma gestão mais rápido, simples e flexível a nível financeiro, cadeia de suprimentos e produção, tudo isso por uma fração do custo e da complexidade dos típicos sistemas empresariais de ERP.

 

 

 

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário