Gestão de Empresas

A revolução da manufatura inteligente

A evolução tecnológica tem vindo a causar impacto na forma como as indústrias são geridas, sempre com o objetivo final de otimizar a produtividade e eliminar ineficiências. A manufatura inteligente tem vindo a informatizar todas as operações nos setores industriais, aumentando a eficiência da utilização dos recursos e dos trabalhadores, bem como desenvolvendo uma capacidade cada vez maior de adaptação aos novos processos.

Utilizando sensores nas máquinas que estejam conectados ao sistema de gestão, torna-se mais simples organizar os processos e estar cada vez mais alinhado com os clientes, fornecedores e parceiros de negócios.

As empresas de manufatura que adotam este modelo de organização têm, progressivamente, registado melhorias nos seus resultados, particularmente ao nível da eficiência, da redução de defeitos nos produtos e da melhoria da satisfação dos clientes.

Como se processa?

Através da recolha e análise de grandes quantidades de dados dos sensores integrados com o sistema de gestão: só assim se torna possível avaliar o processo de produção etapa a etapa, tendo informações reais disponíveis sempre que necessário. A partir deste ponto, o caminho é procurar soluções para resolver as ineficiências detetadas.

Quais as barreiras?

O custo elevado para a implementação deste sistema é o principal entrave para o desenvolvimento desta área. No entanto, a evolução tecnológica reduz a cada dia os custos de equipamento, bem como os sistemas de gestão, que têm menos custos de implementação e de aplicação de recursos em infraestrutura, aumentando o retorno.

O Sage X3, solução de gestão global para médias e grandes empresas, elimina a complexidade de gerir o negócio, com uma solução de gestão empresarial mais rápida, mais simples e mais flexível.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário