All Posts By

SAGE

Faturação

Passar da ideia à ação num negócio de retalho

Um negócio começa sempre por ser uma ideia, um sonho acalentado há algum tempo e é apenas natural que exista algum receio em iniciar esta aventura. A melhor forma de ultrapassarem algum bloqueio inicial é definirem as tarefas necessárias para alcançarem os vossos objetivos: neste artigo sugerimos seis passos para serem bem sucedidos.

Construam um plano de negócios simples – um plano de uma página será suficiente. É importante manter as coisas simples e com custos baixos e, se não procuram investidores externos, um plano simples será suficiente. Definam a visão do negócio, qual a finalidade a que se destina, qual a missão e motivo para a sua existência. Seguidamente, planifiquem os objetivos, como pretendem realizar a visão e missão da empresa e criem um plano de ação com as tarefas que terão de realizar para os alcançar.

O apoio de software de retalho simplifica a execução de muitas destas tarefas e permite que tenham uma recolha de dados atualizada, acompanhando a evolução da empresa em tempo real.

Fixem um orçamento: mesmo que o objetivo seja manter um orçamento baixo, importa uma atitude realista e terem em conta todos os custos. Há que ter em conta a taxa de esforço, isto é, quanto tempo será possível manter o negócio em funcionamento até que alcance lucro. Será sempre cauteloso ter um orçamento de reserva, caso levem mais tempo do que os 60 a 90 dias planificados.

Definam a pessoa jurídica. Aconselhem-se junto de um contabilista ou advogado sobre qual será mais benéfica para a empresa, a curto e a longo prazo. São questões bastante técnicas em que convém terem um apoio especializado, que domine a legislação em constante mudança.

Cuidem das finanças, procurando sempre separar as finanças pessoais das finanças da empresa. Basta, para isso, criarem uma conta à parte para depósitos e pagamentos da empresa no banco da vossa eleição. Um software de faturação possibilita a integração dos movimentos bancários com os restantes processos do negócio, assim como uma automatização de pagamentos, simplificando bastante a gestão financeira.

Criem um website, mesmo que não seja um negócio ancorado na internet. É necessário comprar um domínio, algo que geralmente não é muito dispendioso. Se o negócio que estão a iniciar é online, podem considerar criar um espaço de venda numa plataforma já existente ou criar a vossa própria página.

O software de retalho da Sage permite fazer uma ligação com as redes sociais, com uma comunicação regular com os clientes.

Façam alguns testes de vendas, apostando numa abordagem criativa. Uma boa forma de atrair tráfego para a vossa página é comprarem anúncios numa rede social. Procurem apresentar os vossos produtos junto do comércio local e testem as reações do público. Esta é uma boa forma de avaliarem se a vossa ideia de negócio tem futuro, antes de investirem muito tempo ou dinheiro.

Conheça todas as soluções Sage para negócios de retalho, aqui.

Recursos Humanos

Contratar ou não contratar: eis os critérios

A maioria dos candidatos a um processo de recrutamento pensam que a liderança é a principal caraterística procurada pelas empresas, na verdade as empresas raramente se focam nessa qualidade no momento de contratar. As empresas sabem que desenvolver uma capacidade de liderança, implica investir tempo a desenvolver as próprias competências, e é esse investimento em si próprio que lhe permite alcançar um nível de excelência e de liderança. Para as empresas importa primeiramente identificar quatros aspetos fundamentais: profissionalismo, pensamento crítico, trabalho de equipa e comunicação.

Em relação ao profissionalismo, é importante ter uma atitude perfecionista desde que a tarefa é recebida. As empresas procuram candidatos que coloquem dúvidas sobre as tarefas que lhes são pedidas, sobre o resultado esperado e o prazo de entrega. E que quando o trabalho for entregue, esteja num estágio quase final, quase pronto para ser visto pelo cliente.

Um candidato com um pensamento crítico aborda diferentes conceitos, expressando o seu pensamento próprio e mesmo que as suas opiniões, fujam ao pensamento convencional. O pensamento e análise do colaborador deve ser facilmente compreensível a todos os membros da equipa, e deve basear o seu pensamento em fatos e dados quantitativos. O apoio de um software de recursos humanos, caso seja a área em questão, permite o acesso a relatórios fidedignos e sólidos, onde podem fundamentar opiniões e intuições.

A comunicação é um valor fundamental, colocar questões numa entrevista que fazem sentido, e reconhecer as qualidades do interlocutor, de forma a evitar mal entendidos. Procurar candidatos que consigam adaptar o seu discurso conforme a mensagem e o público a que se destina.

Trabalhar em equipa, seja integrando um grupo já existente de trabalho ou iniciando um novo. É importante perceber se o candidato ao falar de experiencias de trabalho passadas, atribui a si todos os méritos ou reconhece o trabalho da equipa em que esteve inserido. Também devem verificar se demonstra interesse em ajudar outros colaboradores, se tem uma atitude generosa de envolvimento, em auxílio do coletivo. Pode-se considerar que este é um sinal inicial de liderança, a que devem estar atentos.

A evolução destas caraterísticas pode ser monitorizada de forma cuidada com um software de recursos humanos, acompanhando a evolução dos colaboradores, simplificando os processos de avaliação, e identificando competências e necessidades de formação, percebendo como podem ser geridas em benefício da empresa.

Faturação

4 Tendências para pequenos negócios

Tendências para acompanharem: conetividade e pagamentos nos pequenos negócios.

Para os pequenos negócios, trabalhar com dinheiro e garantir que se tem um fluxo de caixa é uma preocupação constante. O surgir das novas tecnologias iniciou uma revolução nas formas de pagamento, com mais opções e com um resultado de alterações nos comportamentos dos consumidores.

Destacamos quatro tendências principais que se desenham no horizonte das pequenas empresas.

O pagamento com uso de cartões é o preferido, tanto por empresas como por consumidores, continuando a subir percentualmente. Trabalhar com numerário é cada vez é mais trabalhoso: implica custos de tempo e armazenamento e um maior risco de erros e falhas de caixa. O controlo de numerário implica mais trabalho numa empresa do que o pagamento com cartões.

Podemos estar certos que a conetividade é inevitável e que um bom programa de software de faturação é um importante apoio, permitindo emitir faturas online e enviá-las por e-mail assinadas digitalmente.

O sentimento de insegurança é a principal causa para os pagamentos online não terem aumentado exponencialmente. São conhecidas histórias de fraudes e de roubo de dados que deixam os consumidores e empresas apreensivos quanto a esta forma de pagamento. Todos vimos alertas de empresas sobre fraudes feitas em seu nome, que procuram sempre minimizar danos.

Embora os bancos ainda sejam as principais fontes de financiamento, existe uma procura de formas de financiamento alternativas. Alguns negócios, em especial os que fogem aos campos mais tradicionais, encontraram no crowdfunding uma forma de se financiarem. Com software de faturação da Sage podem ter acesso a relatórios de apoio à atividade, um elemento importante para captar financiamento.

 

Contabilidade

Gerir um escritório de contabilidade

Saiba tudo sobre as nossas sugestões para as empresas de contabilidade.

A especificidade do trabalho e do conhecimento (bem como, na maioria dos casos, da obrigatoriedade de apresentação de contabilidade organizada) origina um fluxo de novos clientes proporcional à criação de novas empresas. Aliado também à procura de cada vez mais aconselhamento, nomeadamente sobre questões de fiscalidade, o momento pode ser propício à criação de um escritório de contabilidade, mas é importante conhecer bem as empresas já existentes, de forma a melhor poderem diferenciar-se e competir.

Apresentamos cinco estratégias para levarem a vossa empresa de contabilidade a ser reconhecida no mercado e a obter mais credibilidade.

Determinem funções.

Definam, desde o início, a função de cada colaborador, mesmo que a empresa tenha uma equipa pequena. Uma boa organização desde os primeiros tempos de existência é fundamental para que as boas práticas se tornem rotinas.

Tenham claro os compromissos assumidos com os clientes…

…bem como os dados de cada um deles, para que todos os colaboradores tenham acesso à informação. Um programa de software de contabilidade facilita esta tarefa através de um arquivo digital, onde é possível anexar documentos aos movimentos e pesquisar mediante a colocação de filtros.

Informatização é fundamental.

Contarem com um software de contabilidade permite automatizar os processos contabilísticos para uma gestão orçamental e de tesouraria, com controlo efetivo das contas correntes e com análises comparativas.

Selecionem o perfil de escritório que pretendem.

Trabalhar em várias áreas coloca mais dificuldades, podendo ser difícil obter o mesmo grau de excelência. Se optarem por trabalhar em várias áreas da contabilidade, tenham em conta a escala da empresa e optem por um software adaptado.

Invistam em publicidade…

…para alimentarem o crescimento da empresa, com um plano de marketing adequado ao negócio. Apostem em campanhas digitais, através de um blogue ou das redes sociais. Experimentem aceitar sugestões e pedidos de clientes através das redes sociais, uma forma de estabelecer uma boa relação. Lembrem-se que a melhor publicidade é a satisfação dos vossos clientes, que irá atrair novos clientes em busca de um bom serviço.

BMS

O que é a Gestão de Conhecimento?

Saibam como a gestão de conhecimento pode transformar a vossa empresa.

Este termo foi cunhado no inicio da década de 90 e é frequente ouvirmos esta expressão associada a grandes empresas. No entanto, a sua aplicação é aplicável a todas as empresas, independentemente da sua escala.

A gestão de conhecimento relaciona as áreas de gestão estratégica, teoria da organização e sistemas de informação, estabelecendo uma colaboração e partilha de todo o conhecimento entre a empresa e os colaboradores, transformando o conhecimento e otimizando o desempenho individual e de cada setor.

Para este objetivo contribui a educação corporativa, que procura transformar o conhecimento em estratégias a longo prazo, formando novos talentos e partilhando a sua aprendizagem, evitando perdas de tempo. O software de gestão integrada permite uma partilha do conhecimento dentro da organização, aumentando a eficiência e produtividade, reduzindo custos e tornando maior a produtividade.

A gestão de competências identifica as competências fundamentais para que o negócio atinja todos os objetivos, apurando o tipo de formação necessária para cada colaborador e cada departamento.

É, também, fundamental uma reciclagem do conhecimento, assimilado num ambiente interno e externo, através das inovações tecnológicas, de fatores culturais e políticos e da experiência da concorrência. Com o software de gestão integrada, todo o controlo da empresa se torna mais simples com acesso a relatórios em tempo real, que contribuem para um maior conhecimento dos dados do negócio e facilitam a eliminação de ineficiências quer a nível operacional, quer a nível comercial.

Com a utilização de software de gestão integrada na vossa empresa, é possível a redução de custos em planeamento e desenvolvimento ao serviço da gestão do conhecimento. Conheçam as opções de software ERP: como este pode ajudar as vossas empresas a colocar em prática uma gestão do conhecimento, progredindo a produtividade e crescimento.