All Posts By

SAGE

BMS

Qualificar os profissionais para a Indústria 4.0: a segunda e determinante transformação

As inovações tecnológicas trazem em si um segundo desafio, a necessidade de encontrar colaboradores que consigam aplicar a transformação.

A capacidade dos colaboradores em se adaptarem a novas realidades e em conseguirem

A Industria 4.0 modificou a produção com um uso mais adequado das matérias-primas e alcançando uma optimização dos custos e a grande novidade que consiste em conseguir personalizar artigos.

Acompanhar a transformação.

Apenas com um software de gestão integrada é possível encontrar uma solução adaptável à especificidade do vosso negócio, e monitorizar todas as etapas do processo de produção, em integração com outras aplicações.

Novos profissionais.

Procuram-se novos colaboradores com capacidade para se adaptarem à mudança e capazes de implementar estas transformações profundas no tecido industrial, confortáveis com o software de gestão.

Existe um desencontro entre a formação oferecida e as necessidades do mercado e as próprias indústrias devem procurar criar formação ao encontro das suas necessidades.

Conhecimentos específicos.

As empresas devem procurar contratar profissionais familiarizados com as novas tecnologias, quer a nível de redes, quer de Big Data. É importante que os colaboradores compreendam profundamente a área de atuação, se adaptem às suas funções  e colaborem na inovação.

Preparar profissionais com uma capacidade analítica, capazes de compreender o negócio, de colaborar na descoberta de soluções para os problemas que surgem. Ao lado da tecnologia e das grandes mudanças está sempre maior ativo de uma empresa, os recursos humanos.

 

 

Recursos Humanos

Descubram como aproveitar plenamente os talentos seniores

Embora as empresas procurem sempre atrair jovens talentos para o seu âmago, a verdade é que não devem alienar os seus colaboradores seniores. À medida que a pirâmide demográfica se inverte no mundo desenvolvido, há um crescente número de trabalhadores seniores.

Este trabalhadores observaram as grandes mudanças nas empresas e na forma de trabalhar e podem dar um bom contributo.

Qualidades dos trabalhadores seniores.

Estes trabalhadores por via da sua experiência valorizam o caminho percorrido pela empresa, são uma forma de memória viva dela. O fato de terem observado diversas fases, tornam-nos mais críticos e capazes de analisar os motivos pelos quais alguns procedimentos não são bem sucedidos.

Ao longo do tempo, ganharam uma destreza profissional apenas possível com um largo tempo de aprendizagem.

Tarefas mais adequadas.

Para aproveitar realmente o talento destes trabalhadores devem ser encaminhados para tarefas relacionadas com aconselhamento, em tarefas de análise em que emitam recomendações. Na área de formação também podem ser determinantes, ajudando a preparar os jovens talentos na empresa, ocupando o lugar de formadores ou mentores, realizando uma passagem do testemunho.

Um software de recursos humanos possibilita um melhor acompanhamento de todos os colaboradores, e das suas necessidades de formação. Desta forma cria-se uma relação de acompanhamento do trabalho de formação e das necessidades dos formandos.

Também são muitas vezes as pessoas adequadas para serem os interlocutores entre outras empresas, devido aos muitos laços criados ao longo do seu percurso profissional.

Trabalho direcionado.

O trabalho relacionado com contas mais antigas e clientes da mesma faixa etária obtêm geralmente melhores resultados. Em situações em que é necessário estabelecer uma relação de confiança, na procura de investimento ou na resolução de conflitos.

Todas as empresas devem tentar aproveitar a diversidade dos seus recursos humanos e aproveitar os distintos contributos trazidos à organização, existem alem das caraterísticas individuais, pontos fortes em cada grupo geracional.

 

 

 

 

Contabilidade

Novos negócios: a contabilidade como aliado indispensável

A contabilidade para novos negócios tem características próprias, adaptando-se à realidade do empreendedor. O ritmo de trabalho é sempre elevado com inúmeras tarefas e como uma complicada gestão de tempo.

Estabelecer uma ideia de negócio com o respetivo plano, procurar financiamento, as tarefas parecem não ter fim. A tudo isto devemos ainda somar uma esfera privada ou familiar, e a necessidade de a conciliar com o tempo investido no vosso projeto.

Gestão de conhecimento.

Um empreendedor deve ter uma excelente gestão de conhecimento, a nível técnico de utilização de ferramentas, sem esquecer a sua intuição, adquirida por anos de experiência.

Deve conhecer bem a situação atual, quer a nível da agenda política, quer empresarial. Há acontecimentos globais que influenciam o acolhimento de um negócio e condicionam o seu futuro.

Conhecer o projeto.

É fundamental conhecerem de forma privilegiada os vossos negócios, apenas desta forma é possível comunicar a ideia do projeto a terceiros e contagiá-los com a vossa paixão.

Contabilidade financeira.

A contabilidade financeira auxilia a estruturar ideias apoiadas em dados e permite a execução de documentos que resumem a realidade da empresa. Acompanha a evolução da empresa com dados fiáveis e torna-se mais fácil corrigir erros de estratégia.

Neste processo o software de contabilidade é um valioso auxilio na automatização de várias tarefas contabilísticas mas também na gestão de tempo.

Há que entender a contabilidade empresarial como um aliado que melhora e enriquece com as informações recolhidas a visão da empresa e o seu futuro estratégico. Só desta forma  é possível fazer os vossos empreendimentos vingarem e crescerem plenamente.

 

Faturação

Gerir o tempo: sugestões para aumentar a produtividade

O nosso tempo é limitado e como tal temos de aprender formas para o gerir melhor, com o auxílio de algumas técnicas podemos aumentar a produtividade de forma a aproveitarem todo o potencial da vossa equipa.

É essencial para o aumento da produtividade conseguir dar resposta aos vários pedidos cumprindo prazos e aumentando os lucros. Neste artigo vamos passar revista a quatro sugestões que vão transformar o uso do tempo nas vossas empresas.

Estabelecer prioridades.

Evitem responder às solicitações à medida que chegam, essa forma de trabalhar torna impossível rentabilizar o tempo. A qualidade do trabalho é prejudicada pelas constantes interrupções.

Definam níveis de prioridade para as tarefas e organize o trabalho de acordo com essa lista. Mesmo que surjam novas tarefas, importa perceber qual o seu nível de urgência e apenas a tratar quando estiver a lidar com tarefas desse grupo.

Software de faturação.

Um software de faturação transforma o tempo numa empresa, com um software sempre certificado que cumpre todas as obrigações legais. As atualizações automáticas permitem que se possam ocupar de outras tarefas com tranquilidade.

Reuniões úteis.

Existe um enorme desperdício em reuniões que ocupam várias horas e muitas vezes não atingem os objectivos propostos. Avaliem corretamente se para resolver o problema é necessário convocar uma reunião, ou se conseguem resolver a questão com um telefonema ou troca de e-mails.

Se for óbvia a necessidade de uma reunião, então procurem estabelecer um plano com todos os temas a serem debatidos. Desta forma evitam que a reunião perca o foco e se alongue em temas secundários.

Caso a reunião tenha de ser feita em outro local, tenham em conta o desperdício de tempo em deslocações e considerem realizar a reunião por Skype ou Hangout.

Definir horários.

Restrinja o tempo em que está disponível para ser contactado. Cada interrupção causa um atraso na realização de tarefas, não só pelo tempo ocupado mas por efeito de desconcentração.

Ocupem-se das tarefas mais longas ou complexas durante o período em que não estão disponíveis, e evitem nesse período consultar o e-mail ou usar plataformas digitais.

Por último reconheçam as vossas limitações, o tempo que necessitam para realizar uma tarefa e evitem assumir prazos irrealistas. O desejo de satisfazer clientes e colaboradores leva-nos muitas vezes a estipular prazos que não são concretizáveis.

BMS

Tecnologia móvel, uma transformação total no trabalho

Muito se tem falado das alterações que os dispositivos móveis trouxeram ao trabalho e ao lazer. Os dispositivos móveis aumentam o envolvimento dos consumidores e permitem uma extensão do trabalho com maior produtividade.

Não é no entanto desejável que a facilidade com que acedemos a dispositivos móveis, transformem as horas de trabalho e contagiem a totalidade do nosso tempo.

67% dos empresários numa pesquisa do IDG, consideram que sem a tecnologia móvel perderiam vantagem, neste artigo vamos debruçar-nos sobre esta realidade, sobre quais as vantagens desta tecnologia num ambiente de trabalho.

Mais produtividade.

A partilha de informação é mais rápida, a tomada de decisão, o que conduz a um crescimento. Um estudo realizado pelo mesmo instituto afirma que as empresas com informação partilhada online, aumentam a sua produtividade.

Análise facilitada.

Os usuários conseguem atualizar os sistemas de gestão em tempo real, assim como dar  resposta a pedidos de faturas e cotações. Necessidades satisfeitas no momento com circulação de informação satisfeita no momento imediato e toda a informação fluem. Esta partilha de informação beneficia a análise e o realizar de relatórios.

Um software de gestão integrada permite controlar o negócio em tempo real, com acesso a relatórios em tempo real.

Aumento das vendas, aumento do crescimento.

O mesmo estudo do IDG encontrou relação entre o aumento das vendas e a o uso de tecnologia móvel. A agilidade nas relações com os clientes juntamente com uma redução de custos por conseguir um aumento de produtividade em menos tempo.

Melhoria da comunicação.

Os dispositivos móveis aumentam a colaboração entre diferentes áreas da empresa e com os clientes, aumentando a eficiência e produtividade.