A navegar na categoria

BMS

BMS Gestão de Empresas

A relação entre a linguagem corporal e o sucesso

Há momentos cruciais na vida de uma empresa, uma reunião com um investidor ou com um cliente. Mesmo quando estamos bem preparados sobre o tema, e já realizamos este tipo de reuniões vezes sem conta, podemos destruir todo o trabalho com a nossa linguagem corporal.

Aumentar as probabilidades de sucesso.

Nem sempre as reuniões têm resultados positivos, mas podemos afetar os resultados de forma positiva se passarmos uma imagem de confiança e credibilidade. Por muito que as vossas propostas sejam interessantes, no final a decisão será tomada baseada em dados que são empíricos.

Passar uma imagem de confiança, começa por manifestarmos abertura e confiança. Gestos que manifestem conforto espacial, como colocar uma chávena de café longe de si, manifestam descontração. Tenham o cuidado de não perturbarem o espaço pessoal dos presentes.

Contacto visual – É importante manter o contacto visual, evitando afastar o olhar. Da mesma forma será de evitar tapar o rosto, mesmo que seja através da colocação de uma mão no rosto.

Olhar de desdém – Parece um conselho obvio, mas devem evitar usar um olhar de desprezo ou desdém. Por vezes de forma involuntária, demonstramos uma expressão pouco amável que se pode manifestar por um dilatamento das narinas.

Intimidade – Suscitar uma sensação de proximidade, convida à partilha de informação da parte dos clientes, que pode vir a tornar-se crucial. Para criar um ambiente propício à partilha, há que evitar usar manifestações de reprovação.

Aceitação – A postura física de aceitação, está relacionada com mostrar o corpo, mantendo os braços afastados do tronco. Não significa que se tenha de concordar com o discurso do interlocutor, mas devem mostrar aceitação e em alguns casos pode ser uma boa ideia oferecer um conselho.

 A importância do ambiente.

O ambiente é um elemento importante na maximização da linguagem corporal. Manter clientes antigos ou ganhar novos, depende da construção de relacionamentos, e a vossa linguagem corporal deve transmitir segurança e uma sensação calorosa semelhante a quanto estamos frente a uma lareira.

As salas de diretoria são geralmente desconfortáveis e desenhadas para causar uma boa impressão com uma decoração algo pesada, e por vezes o resultado é uma sensação de desconforto para o cliente.

Procurem fazer um percurso com os clientes, mostrando a empresa. Se possível passem algum tempo na área de café, mostrem áreas de trabalho, dando uma ideia do ambiente geral no quotidiano. No decurso desta visita guiada, demonstrem à vontade e controlo total.

Controlo da linguagem corporal e controlo da empresa.

Tal como devemos procurar melhorar a nossa linguagem corporal, também devemos procurar ter o mesmo controlo completo sobre a empresa. Um software de ERP como Sage X3, permite gerir os negócios de forma mais rápida, do aprovisionamento ao gerenciamento financeiro, sempre com o apoio do business Intelligence, que fornece analises em tempo real através de múltiplos relatórios.

 

 

 

BMS

A relação entre a linguagem corporal e o sucesso

Há momentos cruciais na vida de uma empresa, uma reunião com um investidor ou com um cliente. Mesmo quando estamos bem preparados sobre o tema, e já realizamos este tipo de reuniões vezes sem conta, podemos destruir todo o trabalho com a nossa linguagem corporal.

Aumentar as probabilidades de sucesso.

Nem sempre as reuniões têm resultados positivos, mas podemos afetar os resultados de forma positiva se passarmos uma imagem de confiança e credibilidade. Por muito que as vossas propostas sejam interessantes, no final a decisão será tomada baseada em dados que são empíricos.

Passar uma imagem de confiança, começa por manifestarmos abertura e confiança. Gestos que manifestem conforto espacial, como colocar uma chávena de café longe de si, manifestam descontração. Tenham o cuidado de não perturbarem o espaço pessoal dos presentes.

Contacto visual – É importante manter o contacto visual, evitando afastar o olhar. Da mesma forma será de evitar tapar o rosto, mesmo que seja através da colocação de uma mão no rosto.

Olhar de desdém – Parece um conselho obvio, mas devem evitar usar um olhar de desprezo ou desdém. Por vezes de forma involuntária, demonstramos uma expressão pouco amável que se pode manifestar por um dilatamento das narinas.

Intimidade – Suscitar uma sensação de proximidade, convida à partilha de informação da parte dos clientes, que pode vir a tornar-se crucial. Para criar um ambiente propício à partilha, há que evitar usar manifestações de reprovação.

Aceitação – A postura física de aceitação, está relacionada com mostrar o corpo, mantendo os braços afastados do tronco. Não significa que se tenha de concordar com o discurso do interlocutor, mas devem mostrar aceitação e em alguns casos pode ser uma boa ideia oferecer um conselho.

 A importância do ambiente.

O ambiente é um elemento importante na maximização da linguagem corporal. Manter clientes antigos ou ganhar novos, depende da construção de relacionamentos, e a vossa linguagem corporal deve transmitir segurança e uma sensação calorosa semelhante a quanto estamos frente a uma lareira.

As salas de diretoria são geralmente desconfortáveis e desenhadas para causar uma boa impressão com uma decoração algo pesada, e por vezes o resultado é uma sensação de desconforto para o cliente.

Procurem fazer um percurso com os clientes, mostrando a empresa. Se possível passem algum tempo na área de café, mostrem áreas de trabalho, dando uma ideia do ambiente geral no quotidiano. No decurso desta visita guiada, demonstrem à vontade e controlo total.

Controlo da linguagem corporal e controlo da empresa.

Tal como devemos procurar melhorar a nossa linguagem corporal, também devemos procurar ter o mesmo controlo completo sobre a empresa. Um software de ERP como Sage X3, permite gerir os negócios de forma mais rápida, do aprovisionamento ao gerenciamento financeiro, sempre com o apoio do business Intelligence, que fornece analises em tempo real através de múltiplos relatórios.

 

 

 

 

 

 

 

 

BMS Gestão de Empresas

Adaptar os objetivos da empresa: mudar para vencer

Num mundo em constante mudança, por vezes é necessário adaptar a missão da empresa e repensar os seus objetivos de acordo com a nova informação disponível.

Empresas com uma longa existência, assistem a tantas mudanças na economia e nos hábitos de consumo, que é necessário repensar e transformar a sua missão. Naturalmente alguns colaboradores irão temer pela sua situação profissional num momento de reestruturação.

As mudanças causam receio.

A entrada de novos elementos para assegurar uma visão complementar aos problemas enfrentados, pode ter um efeito catalisador da sensação de insegurança dentro dos membros mais antigos da equipa.

Há que demonstrar que a mudança nos objetivos da empresa não é algo negociável, e que o empenho de todos será reconhecido. Também pode ser uma boa ideia, facilitar a saída de colaboradores (com uma indeminização superior ao contemplado na lei) que claramente não estão empenhados na mudança.

Transparência na passagem de informação.

Informar e educar as equipas em todos os momentos é fundamental, e torna-se ainda mais relevante em momentos de mudança. Facultar informação, com uma atitude de transparência, irá contribuir para o desvanecer de receios infundados.

Antecipar reações negativas.

Por vezes as mudanças apanham o mercado e os consumidores de surpresa. Tenham em conta que nem sempre é fácil implementar a mudança, devem pensar em como justificar o novo posicionamento, antecipar possíveis objeções e preparar respostas com o auxilio das vossas equipas.

 Um ERP para preparar a mudança.

Nos momentos cruciais da vida de uma empresa, conseguir ter uma visão objetiva de todos os processos, faz a diferença entre o sucesso e o insucesso de uma transformação. Sage X3 permite analisar os efeitos das mudanças e corrigir a trajetória em tempo ótimo.

As mudanças na organização serão mais facilmente implementadas, envolvendo todos os membros da equipa, controlando todos os processos, e conseguindo adaptar rapidamente a produção às reações dos consumidores.

 

BMS Gestão de Empresas

Dicas para aumentar a produtividade

Aumentar a produtividade é uma das constantes preocupações dos empresários e neste artigo vamos ver formas de maximizar os resultados sem perda de qualidade.

Implementar ferramentas de gestão de projetos.

Estas ferramentas permitem uma enorme poupança de tempo, mesmo em pequenos escritórios. As várias deslocações até às mesas de colegas e conversas em redor de um projeto, podem envolver muito tempo e não acrescentar nada de objetivo.

Utilizar uma plataforma para o desenvolvimento de projetos, permite realizar um acompanhamento dos projetos, prazos de execução e alocação.

Integrar um sistema de prémios.

São várias as empresas que funcionam com um sistema de prémios, cada vez que uma tarefa é completada ou um projeto finalizado. É muito semelhante aos sistemas utilizados nos jogos de vídeo para encorajar os jogadores a continuarem.

Existem várias formas de premiar os colaboradores, as mais tradicionais como um quadro de honra onde se destaca o funcionário do mês, ou a oferta de tempo de férias. O reconhecimento é uma parte fundamental na motivação de equipas.

Diminuir o número de reuniões.

Acompanhar a evolução das tarefas raramente obriga a reuniões constantes, no entanto a cultura empresarial em que vivemos é extremamente apegada à existência de reuniões frequentes.

Estudos demonstram que 37% do tempo dos colaboradores é passado em reuniões, com um grande gasto financeiro e de tempo. O animo dos colaboradores é também muitas vezes afetado de forma negativa.

As ferramentas de gestão de projetos permitem monitorizar a evolução dos projetos e é sempre possível fazer vídeo conferencias. Estar frente a frente vai sempre ser importante, mas há que escolher os momentos e temas que podem realmente beneficiar com uma reunião presencial.

Softwares e automatização.

Multitasking afeta a produtividade dos colaboradores, mudar entre diferentes tipos de trabalho cria inevitavelmente quebras. É importante aproveitar a ajuda de aplicações e softwares para uma automatização das tarefas menos importantes.

Um ERP pode mudar a vida de uma empresa, Sage 100cloud oferece uma business management solution alternativa. Com Sage Online Access acedam aos dados das empresas a partir de qualquer lugar e em qualquer dispositivo móvel. A integração de aplicações é simples e permite um ajuste perfeito a cada negócio.

Aumentar a produtividade passa por manter um interesse em novas soluções, possibilitando a evolução dos colaboradores, aproveitando as possibilidades tecnológicas. Fiquem atentos!

 

 

 

BMS Gestão de Empresas

Formas de aumentar a produtividade

Todos os empresários ambicionam melhorar a produtividade das suas empresas, procurar alcançar melhores resultados com os mesmos recursos humanos, sem um aumento incomportável nos custos.

Neste artigo vamos analisar algumas sugestões para alcançarem uma maior produtividade nas vossas empresas.

Identificar padrões de repetição.

Para aumentar a automatização dos processos, é importante reunir as equipas e analisar as tarefas repetitivas partilhadas. Este é o primeiro passo, identificar padrões de repetição e encontrar formas de automatizar estas tarefas, mantendo a qualidade do desempenho.

Implementar I.A (inteligência artificial).

A inteligência artificial veio transformar as empresas, otimizando preços e gastos em marketing. São várias as empresas a facultarem ferramentas nesta área, sendo que as mais conhecidas (Google Cloud e Microsoft Azure), são também as que têm preços mais elevados. Há que estar atento a todas as soluções inovadoras, contemplando os benefícios e custos da aquisição.

ERP com Online Access.

Sage 100cloud é um software de ERP ideal para pequenas e médias empresas. Este ERP integra online access à documentação, guardada em private Cloud. Explorem todo o potencial deste software com um webinar gratuito.

Tomem as decisões urgentes sem perda de tempo, a partir de qualquer sitio, e com um dispositivo à vossa escolha.

Delegar em colaboradores/empresas externas áreas específicas.

As empresas devem investir numa equipa nuclear forte, que faça um acompanhamento de todas as áreas, mas o ideal é contratar colaboradores externos para áreas especializadas. Áreas como social media, e-mail marketing e copywriting, são realizadas dentro de um quadro em constante mudança, e como tal ideais para serem delegadas em outras empresas ou colaboradores externos.

Investir na formação de colaboradores.

Quando se desenvolve um projeto próprio, nem sempre conseguimos delegar em outros, mas gerir um negócio não significa trabalhar diretamente nele. Se dedicarem tempo a formar colaboradores, em pouco tempo terão de reconhecer que estas pessoas podem fazer o trabalho com tanta qualidade ou maior qualidade que vocês.

É fundamental investir algum tempo a criar procedimentos standard, para que a equipa possa saber a cada passo, como resolver problemas. Evitar o desperdício, a repetição e a burocracia, com empresas cada vez mais rápidas e com uma maior capacidade de adaptação ao mundo em mudança, apoiadas fortemente na inovação tecnológica.