A navegar na categoria

BMS

BMS

O que é a Gestão de Conhecimento?

Saibam como a gestão de conhecimento pode transformar a vossa empresa.

Este termo foi cunhado no inicio da década de 90 e é frequente ouvirmos esta expressão associada a grandes empresas. No entanto, a sua aplicação é aplicável a todas as empresas, independentemente da sua escala.

A gestão de conhecimento relaciona as áreas de gestão estratégica, teoria da organização e sistemas de informação, estabelecendo uma colaboração e partilha de todo o conhecimento entre a empresa e os colaboradores, transformando o conhecimento e otimizando o desempenho individual e de cada setor.

Para este objetivo contribui a educação corporativa, que procura transformar o conhecimento em estratégias a longo prazo, formando novos talentos e partilhando a sua aprendizagem, evitando perdas de tempo. O software de gestão integrada permite uma partilha do conhecimento dentro da organização, aumentando a eficiência e produtividade, reduzindo custos e tornando maior a produtividade.

A gestão de competências identifica as competências fundamentais para que o negócio atinja todos os objetivos, apurando o tipo de formação necessária para cada colaborador e cada departamento.

É, também, fundamental uma reciclagem do conhecimento, assimilado num ambiente interno e externo, através das inovações tecnológicas, de fatores culturais e políticos e da experiência da concorrência. Com o software de gestão integrada, todo o controlo da empresa se torna mais simples com acesso a relatórios em tempo real, que contribuem para um maior conhecimento dos dados do negócio e facilitam a eliminação de ineficiências quer a nível operacional, quer a nível comercial.

Com a utilização de software de gestão integrada na vossa empresa, é possível a redução de custos em planeamento e desenvolvimento ao serviço da gestão do conhecimento. Conheçam as opções de software ERP: como este pode ajudar as vossas empresas a colocar em prática uma gestão do conhecimento, progredindo a produtividade e crescimento.

 

 

BMS

Empresas familiares: os desafios

Empresas familiares: pontos fortes, desafios principais e o papel do software ERP no desenvolvimento do seu pleno potencial.

As empresas familiares têm características próprias e estima-se que sejam cerca de 70% do tecido empresarial português, marcando a economia com as suas particularidades.

Entre os seus pontos fortes conta-se a tomada rápida de decisões – permitida por hierarquias flexíveis e de proximidade, o que empresta alguma plasticidade a estas empresas. A partilha de um quadro comum de interesses e valores também facilita a gestão, eliminando conflitos e divergências de opinião. Em períodos de crise e dificuldade, existe uma elevada entreajuda e investimento pessoal na empresa.

As principais dificuldades situam-se ao nível de uma profissionalização ainda débil, bem como problemas na sucessão – que por vezes colocam a continuidade da empresa em causa -, e um uso ainda insuficiente de ferramentas tecnológicas.

Um dos benefícios da utilização de sistemas de gestão pode ser a superação do elemento emocional na gestão, muito presente neste contexto de empresas familiares.

Soluções integradas com ERP: gerir a emoção com tomadas de decisão equilibradas.

Criar toda uma base de conhecimento objetivo e atualizado sobre o negócio vai conduzir a uma tomada de decisões mais racionais e ponderadas: a emoção deixa de ser uma desvantagem.

O software de gestão integrado simplifica parte do seu negócio, deixando para trás os antigos sistemas de ERP complexos e de difícil aplicação. Torna-se possível acelerar processos de compras, produção, controlo de stocks e vendas, sobrando mais tempo para um apoio eficiente ao cliente.

O tempo é essencial para fortalecer laços, quer entre os clientes e a empresa, quer entre a empresa e os seus fornecedores, transformando a emotividade das empresas familiares num ponto de diferenciação positiva face à concorrência.

Integrando tanto o backoffice como o frontoffice, o software de gestão integrado oferece uma concentração de informação sobre a empresa em apenas um local, o que facilita a sua consulta, transformação em relatórios e utilização na tomada de decisões.

As soluções são adaptadas tanto ao utilizador como às regras e especificidades de cada empresa, com uma visão consolidada do negócio. Assim, torna-se possível uma maior competitividade e capacidade de adaptação a um mercado em constante mudança, o que corresponde a um salto qualitativo em direção a um crescimento seguro.

Consultem as diferentes funcionalidades dos inovadores softwares em ERP que a Sage tem para vos oferecer, aqui.

BMS

Cultura de inovação

Na era em que vivemos atualmente, em que a informação circula livremente por todo o mundo, difundida pelas redes sociais, nunca se falou tanto sobre inovação. As empresas devem estar cada vez mais abertas a adotar ideias inovadoras para se diferenciarem da concorrência, ou correm o risco de serem ofuscadas por outros competidores.

Cultura de inovação: o que é?

A vossa empresa pode funcionar perfeitamente durante anos a fio, sem que detetem qualquer problema de desempenho. Todavia, se não se atualizarem podem ser ultrapassados por outros atores do mercado. As máquinas estão cada vez mais desenvolvidas, muito por causa do desenvolvimento da tecnologia, e fazem já grande parte das funções de forma mais eficiente.

Como implementar uma cultura de inovação?

  • Procura pelo conhecimento.

    Sejam informados. Pesquisem, leiam, procurem: o saber não ocupa lugar. E as novas tendências do mercado estão em todos os meios, disponíveis para quem quiser aceder. Podem, inclusivamente, ser criativos na forma de encontrar a informação que procuram: aprender através de filmes, assistir a seminários, contactar com outros profissionais da área.

  • Paixão pelo trabalho.

    Será muito difícil tornarem-se bem sucedidos se não tiverem paixão pelo trabalho que desenvolvem. Podem ser bons profissionais e até investir em melhorar as vossas capacidades na vossa área profissional, mas não há dúvida que é mais fácil obter melhores resultados se gostarem do que fazem.

  • Conhecer os clientes.

    Atenções viradas para quem consome os vossos produtos! Os comportamentos alteram-se todos os dias e há novas tendências a emergir constantemente. Conheçam o vosso público, ouçam o feedback que têm a dar-vos e pensem em soluções inovadores que agreguem tudo isto.

  • Proporcionar um ambiente criativo.

    Se forem os únicos a procurar a inovação, não vão incutir esta vertente mais criativa na cultura da empresa. Incentivem a vossa equipa a ter ideias, ao criarem um ambiente onde o pensamento livre é estimulado. Valorizem quem colabora convosco e ouçam as suas ideias: a produtividade sairá, definitivamente, a ganhar.

  • Mente aberta.

    Eduquem o vosso olhar e mente para não deixarem escapar boas oportunidades para inovar. Sobretudo, procurem que a inovação faça parte do vosso plano estratégico anual. Recorram aos softwares de gestão integrada, que vos podem ajudar a fazer uma gestão transversal de todo o negócio com simplificação dos processos integrados de gestão.

BMS

Técnicas de gestão para pequenos negócios

Gerir um negócio é uma tarefa de minúcia, que exige toda a atenção e sabedoria. Quando falamos de pequenos negócios, ainda mais: a margem de erro é muito pequena. Existem algumas ferramentas que vos podem ajudar na gestão da vossa empresa, independentemente da sua dimensão.

Stakeholders

Os stakeholders são, por definição, as pessoas do vosso público alvo que estão interessadas realmente nos produtos e serviços que a vossa empresa comercializa. Uma técnica de gestão eficaz passa por identificar estes consumidores e aproveitar os insights que possam ter sobre os produtos e serviços e que contribuam para a evolução das empresas. O objetivo é tirar proveito desta estratégia, de maneira a ajustar o negócio com base na opinião daqueles que são mais próximos.

Benchmarking

Conhecer a concorrência – os seus produtos e serviços, as estratégias que aplicam ao negócio e as novas tendências do setor -, contribui para otimizar o planeamento do vosso próprio negócio. Ter uma noção profunda daquilo que os outros concorrentes fazem vai beneficiar a vossa estratégia de desenvolvimento. O intuito desta técnica não é imitar o que outros implementaram, mas sim inspirar novas ideias e tomar decisões mais acertadas.

Análise SWOT

Através da Análise SWOT, podem avaliar e explorar os pontos positivos e negativos do vosso negócio, bem como as oportunidades e ameaças dentro do setor em que atuam. Com esta prática, existe a possibilidade de detetarem possíveis lacunas dentro da vossa empresa que podem corrigir ou novas oportunidades e tendências de mercado que ainda não foram exploradas por nenhum dos concorrentes, o que pode resultar num diferencial competitivo para o vosso negócio.

Pirâmide de Maslow

Esta técnica ajuda-vos a organizar as vossas prioridades. Por outras palavras, o alinhamento das necessidades pessoais e profissionais do gestor do negócio tem efeitos positivos sobre a sua motivação e desempenho – que, por sua vez, tem impacto sobre a produtividade no trabalho. A Pirâmide de Maslow consiste, assim, em dispor as vossas necessidades por ordem de prioridade, eliminando cada necessidade uma a uma.

Software de gestão integrada

Os softwares de gestão integrada da Sage ajudam na administração dos negócios, simplificando o dia para os gestores, ao permitirem a gestão transversal de todo o negócio com processos integrados, serem a única fonte agregadora de dados que fornecem informações para a tomada segura de decisões. Conheçam o software, aqui.

BMS

Pode o crescimento afetar negativamente os pequenos negócios?

O crescimento é o melhor que pode acontecer a qualquer pequeno negócio: nisso estamos todos de acordo! Mas não planear a forma como vão crescer pode ter um efeito negativo sobre o vosso negócio. Antes de começarem a construir a vossa empresa, certifiquem-se que estão preparados para todas as situações: o sucesso incluído. Não se esqueçam de nenhum detalhe: tenham sistemas eficientes e escaláveis, contem com as novas tecnologias e investiguem várias fontes de receitas.

Mecânicas de crescimento.

O que significa ser bem sucedido para o vosso negócio? Se o vosso objetivo é ter um negócio sustentável a longo prazo, a gestão que fazem pode-se adaptar facilmente ao crescimento que forem obtendo. Não existe a necessidade de investirem muito em crescerem repentinamente e sem controlo.

Investir demasiado.

É difícil para alguns negócios crescer sem receberem capital. Para alguns, isto significa um investimento grande em publicidade e marketing, para atrair clientes. Para outros, quer dizer novos imóveis, equipamentos e outros bens tangíveis, de forma a aumentar a produção ou apostar na expansão do negócio. Em qualquer caso, vão precisar de algum investimento, que pode ser aplicado antes de terem uma base de clientes que dê seguimento ao processo.

Efeitos de escala.

Outro dos impactos de um desenvolvimento súbito são os efeitos de escala: vão exigir mudanças significativas na vossa estrutura organizacional. O vosso fluxo de caixa vai ser alvo de mais oscilações e mais difícil de prever e vão começar a dar-se conta das ineficiências do processo produtivo.

Foco nas vendas.

Quando o objetivo final é crescer, muitas empresas acabam por se focar apenas nas vendas e nas receitas que vão entrando. Esta estratégia não é má e tem, muitas vezes, efeitos positivos no objetivo final. A desvantagem é que não sobra tempo para se olhar para as questões operacionais, que também merecem atenção.

Serviço ao cliente.

Quando se lança um novo negócio, qualquer novo cliente é precioso. Isto leva a que o vosso serviço ao cliente tenha um nível de excelência. O crescimento do negócio leva-vos a um patamar em que terão de gerir muitos clientes ao mesmo tempo. Terão que se adaptar e garantir que os vossos clientes ficam sempre satisfeitos com o vosso trabalho.

Cultura organizacional.

Uma expansão rápida pode ter um efeito de dissolução na cultura da vossa organização. Terão que contratar mais colaboradores, aos quais podem não ter tempo para se dedicarem. A vossa empresa pode tornar-se mais segmentada e burocrática, o que pode mudar radicalmente a cultura. Garantam que a atmosfera no local de trabalho se mantém igual e que a moral da vossa equipa está sempre alta.

Crescer pode ser um desafio emocionante: pode significar mais dinheiro e mais credibilidade para vocês enquanto lideres. Mas não persigam o crescimento como o único objetivo, nem sacrifiquem a qualidade do negócio em prol dele. Escolham um software integrado a à medida do vosso negócio e avancem calmamente para a expansão do vosso negócio!