A navegar na categoria

BMS

BMS

Qualificar os profissionais para a Indústria 4.0: a segunda e determinante transformação

As inovações tecnológicas trazem em si um segundo desafio, a necessidade de encontrar colaboradores que consigam aplicar a transformação.

A capacidade dos colaboradores em se adaptarem a novas realidades e em conseguirem

A Industria 4.0 modificou a produção com um uso mais adequado das matérias-primas e alcançando uma optimização dos custos e a grande novidade que consiste em conseguir personalizar artigos.

Acompanhar a transformação.

Apenas com um software de gestão integrada é possível encontrar uma solução adaptável à especificidade do vosso negócio, e monitorizar todas as etapas do processo de produção, em integração com outras aplicações.

Novos profissionais.

Procuram-se novos colaboradores com capacidade para se adaptarem à mudança e capazes de implementar estas transformações profundas no tecido industrial, confortáveis com o software de gestão.

Existe um desencontro entre a formação oferecida e as necessidades do mercado e as próprias indústrias devem procurar criar formação ao encontro das suas necessidades.

Conhecimentos específicos.

As empresas devem procurar contratar profissionais familiarizados com as novas tecnologias, quer a nível de redes, quer de Big Data. É importante que os colaboradores compreendam profundamente a área de atuação, se adaptem às suas funções  e colaborem na inovação.

Preparar profissionais com uma capacidade analítica, capazes de compreender o negócio, de colaborar na descoberta de soluções para os problemas que surgem. Ao lado da tecnologia e das grandes mudanças está sempre maior ativo de uma empresa, os recursos humanos.

 

 

BMS

Tecnologia móvel, uma transformação total no trabalho

Muito se tem falado das alterações que os dispositivos móveis trouxeram ao trabalho e ao lazer. Os dispositivos móveis aumentam o envolvimento dos consumidores e permitem uma extensão do trabalho com maior produtividade.

Não é no entanto desejável que a facilidade com que acedemos a dispositivos móveis, transformem as horas de trabalho e contagiem a totalidade do nosso tempo.

67% dos empresários numa pesquisa do IDG, consideram que sem a tecnologia móvel perderiam vantagem, neste artigo vamos debruçar-nos sobre esta realidade, sobre quais as vantagens desta tecnologia num ambiente de trabalho.

Mais produtividade.

A partilha de informação é mais rápida, a tomada de decisão, o que conduz a um crescimento. Um estudo realizado pelo mesmo instituto afirma que as empresas com informação partilhada online, aumentam a sua produtividade.

Análise facilitada.

Os usuários conseguem atualizar os sistemas de gestão em tempo real, assim como dar  resposta a pedidos de faturas e cotações. Necessidades satisfeitas no momento com circulação de informação satisfeita no momento imediato e toda a informação fluem. Esta partilha de informação beneficia a análise e o realizar de relatórios.

Um software de gestão integrada permite controlar o negócio em tempo real, com acesso a relatórios em tempo real.

Aumento das vendas, aumento do crescimento.

O mesmo estudo do IDG encontrou relação entre o aumento das vendas e a o uso de tecnologia móvel. A agilidade nas relações com os clientes juntamente com uma redução de custos por conseguir um aumento de produtividade em menos tempo.

Melhoria da comunicação.

Os dispositivos móveis aumentam a colaboração entre diferentes áreas da empresa e com os clientes, aumentando a eficiência e produtividade.

 

BMS

Investimento em Big Data: benefícios e dificuldades de implementação

A grande aposta tecnológica das empresas passa, neste momento, pela aposta em big data, através de software e da contratação de colaboradores talentosos.

Esta tecnologia traz um enorme potencial de lucro e implica uma transformação profunda das empresas, gerando uma visão profunda através da qual poderão criar novos produtos ou serviços.

Esta recolha de dados auxilia os gestores a identificarem as ineficácias nos processos, reduzindo custos e otimizando o desempenho dos seus negócios.

Principais dificuldades.

O custo da tecnologia é elevado mas a contratação de colaboradores capazes de trabalhar com estes instrumentos também traz encargos consideráveis.

Algumas empresas ainda não consideraram a real importância do investimento nesta área, que promete criar um diferencial na estratégia de negócio. Apenas 7% dos gestores entrevistados pela Forbes Insights e EY afirmam ter utilizado os dados recolhidos para a estratégia da empresa.

Os dados recolhidos são geralmente utilizados para a resolução de problemas específicos e não para a identificação de padrões.

A falta de comunicação entre vários setores dificulta a análise dos dados e pode influenciar os conflitos e resistências nas várias áreas e até o receio da perda de preponderância por parte de algumas chefias.

Principais benefícios.

Deve partir dos CEOs a iniciativa de implementar estas mudanças, enviando uma mensagem clara aos seus colaboradores. Comunicar como é essencial ter abertura para receber as inovações tecnológicas e como as empresas que aderiram ao big data estão a crescer.

A maioria dos softwares de ERP permite a recolha de dados e uma gestão transversal de todo o negócio com uma simplificação dos processos.

Ainda que nem sempre seja fácil relacionar o aumento da produtividade com a adesão às novas tecnologias, o certo é que parecem ter trazido benefícios às empresas, benefícios esses que podem ser potenciados com um melhor trabalho de equipa.

BMS

As 4 ferramentas mais desejadas pelos empresários

Os empresários de hoje seguem de forma mais atenta as inovações tecnológicas e têm as suas próprias ideias sobre aquilo que consideram essencial para transformar os seus negócios e manterem um olhar firme no futuro.

As quatro ferramentas mais desejadas pelos empresários são: extração e análise de dados, dashboard, tecnologia móbil e migração para cloud.

Big Data.

A extração e análise de dados nas empresas são já uma realidade e tem um potencial transformador, ao permitir uma capacidade de observar de forma global a empresa, facilitando a tomada de decisões e o delinear de estratégias.

A análise das informações permite uma avaliação do desempenho e dos processos da empresa, um aumento da produtividade e averiguação das preferências dos consumidores. Esta possibilidade facilita a criação de produtos que terão um melhor desempenho, mais alinhados com as preferências do público-alvo.

Dashboards.

O dashboard trata-se de um painel que reúne as informações de forma gráfica e existe em alguns softwares de gestão. Esta apresentação da informação é mais acessível e oferece uma opção de personalização, mostrando dados diferentes conforme a escolha do utilizador.

Esta possibilidade de adaptação permite que cada um tenha uma visão distinta, de acordo com aquilo que considera mais relevante.

Tecnologia móvel.

Num contexto globalizado faz cada vez mais sentido o trabalho à distância e, nesse contexto, poder aceder a qualquer momento e a partir de qualquer dispositivo é fundamental num ambiente altamente competitivo.

Migração para a cloud.

As ferramentas com ligação à cloud tornaram-se comuns no universo empresarial. Permitem uma redução de custos em infraestruturas com um ganho em eficácia.

Torna-se mais fácil gerir ficheiros, encontrar documentos com um acesso facilitado seja através de um telemóvel ou de um tablet.

BMS

Como evitar erros no controlo de stocks

O controlo de stocks é fundamental nas empresas e apenas com boas estratégias é possível manter os resultados positivos. É fundamental adotar uma tática que previna e minimize erros administrativos e operacionais e, desta forma, manter um stock equilibrado às necessidades.

Planeamento.

Comprar, armazenar e vender deve ser visto a médio e longo prazo, com um plano que permita uma visão global. As aquisições devem ser agendadas com antecedência, tendo em conta os períodos especiais do ano. Compreender profundamente o mercado, a sazonalidade e a gestão de compras no seu conjunto ajuda a reduzir perdas.

A compra de matéria-prima com urgência resulta, muitas vezes, em aquisições com preços mais elevados, o que provoca uma diminuição da margem de lucro.

Software de gestão.

A automatização dos processos com sistemas de ERP reduz os erros, permite uma gestão dos itens, reforça a segurança no armazenamento dos dados e a partilha de informação a um nível interno. Consegue-se uma otimização do espaço de armazém com melhorias a nível da receção e da expedição de mercadoria.

Os sistemas de gestão facilitam de forma geral as tarefas administrativas e financeiras com grande economia de tempo.

Aquisições em excesso.

As compras devem ser consideradas de forma racional, observado a evolução sazonal das vendas. Evitem fazer aquisições excessivas, empatando capital em bens que apenas serão necessários num tempo ainda distante.

Stock genérico.

O stock deve ser devidamente identificado, de forma detalhada permitindo uma análise pormenorizada. Caraterísticas como cor, modelos ou medidas tornam possível que se perceba quais são os artigos preferidos e, desta forma, ter estas características em mente ao pensar em novos produtos.

Inventário.

Um inventário atualizado permite conhecer a realidade do stock da empresa, as necessidades de compras e mesmo identificar diferenças entre stock físico e contabilístico. Pode parecer um desperdício de tempo, mas os inventários são importantes para uma boa gestão de stocks.