A navegar na categoria

Faturação

Faturação Sage Faturação

Os serviços digitais transformaram o mundo. Estaremos dependentes?

Um estudo recente no Reino Unido, realizado pela empresa Ofcom, demonstra que os serviços de comunicação mudaram de forma radical o modo como comunicamos, nos últimos 10 anos.

Em 2008, com o aparecimento do sistema Android, apenas 17% das pessoas possuíam um smartphone. Os preços dos primeiros smartphones eram extremamente elevados e foram precisos alguns anos para que surgissem modelos com valores mais acessíveis.

Hoje, os utilizadores rondam os 78% e, entre os 16 e os 24 anos, a taxa sobe para 95%. A população no Reino Unido consulta o smartphone de 12 em 12 minutos. Após os primeiros anos, podemos falar de uma relação de dependência com as novas tecnologias?

A internet como parte integral das nossas vidas

Dois terços dos adultos afirmam necessitar de uma ligação à internet em todos os espaços que frequentam, assumindo a web como uma parte essencial da sua vida.

A internet de banda larga mudou a forma como interagimos. Trabalhar à distância tornou-se uma realidade e, na vida privada, a internet aproximou familiares e amigos geograficamente distantes.

Pela primeira vez, o tempo gasto em chamadas diminuiu, sendo ultrapassado por aplicações de conversação online, como o WhatsApp e o Messenger.

Efeitos menos positivos

No entanto, são muitas as pessoas que neste estudo falam de aspetos negativos, como o trabalho prolongar-se por horas infindas. Algumas referem como consequência uma perturbação nas relações com familiares e amigos, outras destacam o gasto elevado de tempo a navegar na internet.

Um terço das pessoas dizem sentir-se isoladas sem acesso à internet e 50% refere que se aborrece. Por outro lado, a impossibilidade de aceder parece fomentar a produtividade nos mais jovens. Segundo este estudo, o tempo médio passado no smartphone ronda as 2h30 por dia.

Em conclusão:

Com todas as alterações na forma como trabalhamos, é imprescindível às empresas contarem com um software online que permita aceder à informação armazenada na cloud. Com Sage Faturação, estejam sempre ao alcance dos clientes, mesmo através de um telemóvel.

Todas estas transformações afetam a vida pessoal, a forma como trabalhamos e consumimos.  As empresas devem acompanhar esta evolução, pensando em modelos de publicidade que se adequem ao modo como comunicamos e à importância do smartphone.

 

 

Faturação Sage Faturação

Os canais de televisão por streaming estão a ganhar mercado

Pela primeira vez no Reino Unido, os canais de televisão por streaming ultrapassam os canais por cabo pagos. Pensa-se que esta será uma tendência crescente nos próximos anos, na maioria dos países da europa. A Netflix é a principal empresa na origem desta mudança no consumo de conteúdos de entretenimento.

Desinvestimento da parte dos canais tradicionais

Canais como a BBC, a ITV ou o Channel 5 diminuíram o investimento na produção de conteúdos, enquanto o número médio de horas que as pessoas passam a ver televisão não pára de decrescer. A média diária no Reino Unido desceu para os 38 minutos em 2012.

Estes dados são originários de um relatório da empresa de pesquisas Ofcom, que analisou as principais tendências no setor da televisão e rádio.

Principais conclusões deste estudo

O estudo indica que empresas como a Netflix, Amazon Prime e Sky Now TV atingiram um valor global de 15,4 milhões de utilizadores. A diminuição do investimento dos canais de cabo em cerca de 28% acelerou a sua quebra.

Em relação à descida do tempo de visionamento de televisão, o maior decréscimo conta-se entre a faixa etária dos 16 aos 34 anos. Algo que as empresas, ao contratarem publicidade, devem ter em conta. A banda larga veio permitir o surgimento dos canais por streaming, aumentando a oferta de conteúdos alternativos. Os canais de televisão perdem espaço para os canais de streaming, como o YouTube, mas também para o gaming (jogos de consola, PC, etc.).

Acompanhar a mudança

É importante para as empresas estarem atentas às mudanças no consumo, mesmo quando não estão ligadas à área de criação de conteúdos. Estas alterações geram fenómenos em cadeia, influenciando o mercado de diferentes formas.

Outro motivo para estar alerta é a publicidade. É essencial conhecer as preferências dos consumidores e de que forma gastam o seu tempo, de forma a selecionar o tipo de publicidade mais adequado à empresa.

Acompanhar a mudança passa também por contar com um software de faturação de última geração. Aceda aos dados da empresa a partir de qualquer lugar, com Sage Faturação. Passe menos tempo em tarefas administrativas e ganhe mais tempo para se dedicar aos seus clientes.

 

Faturação Sage Faturação

Influencers: nova tendência do marketing digital

São cada vez mais as empresas que recorrem aos pequenos influenciadores para promoverem as suas marcas. Os influenciadores podem estar ligados a áreas muito diferentes, têm um número elevado de seguidores e, ao partilharem o seu quotidiano nas redes sociais, divulgam conteúdos sobre marcas.

Não é necessário que sejam figuras públicas que, em regra, exigem altas remunerações para serem contratadas. Os pequenos influenciadores alcançam um nicho de seguidores leal e interativo que pode ser muito importante.

Alinhamento com a marca

É importante que a escolha seja consciente e cuidadosa, em alinhamento com as propostas da marca. Assim, por exemplo, se temos uma marca desportiva, não faz sentido escolher uma influenciadora ligada ao mundo da moda.

Pequenos influenciadores

Um influenciador de pequena escala deverá ter entre 1000 a 50 000 seguidores nas redes sociais.

A definição do número varia com os especialistas e com as áreas em causa. Importa também ter em conta a capacidade de convencimento. Por vezes, um pequeno número de seguidores pode ser extremamente dedicado, partilhando e divulgando a marca.

Tanto as áreas de compras como as de entretenimento registam um crescimento da interação em cerca de 50%, após a divulgação realizada pelos influenciadores.

Marketing Digital – uma realidade incontornável

As empresas de hoje devem estar atentas às novas tendências do marketing, aproveitando todas as oportunidades que surjam.

Simplificar parte das tarefas permite que ganhem mais tempo para o marketing da empresa. Um software de Faturação Sage, simples e eficaz, transforma o quotidiano do negócio.

Invista no futuro da sua empresa, conte com software inovador e não perca possibilidades de divulgação.

 

 

 

 

 

 

.

 

Faturação Sage Faturação

Como avaliar se uma ideia é suficientemente boa para criar um negócio

Chegado o momento em que se sentem tentados com a ideia de criar um negócio próprio, é natural que se questionem quanto à qualidade da ideia que tiveram.

No artigo de hoje, vamos sugerir alguns pontos de reflexão que irão ajudar a perceber se a ideia de negócio merece o investimento e o risco.

É um modelo de negócio que pode ser protegido através de uma patente?

Se vão basear o vosso negócio numa ideia inovadora, é aconselhável que exista uma forma de a proteger dos vossos concorrentes. Se for possível proteger a ideia por meio de uma patente estarão numa situação privilegiada.

Este fator de proteção não é determinante se a vossa ideia cumprir com os restantes pontos deste artigo.

O negócio teria de operar numa indústria com regulamentação exigente?

A regulação é importante e muito benéfica para o consumidor mas, quando se inicia um negócio, resulta num aumento dos custos que podem ser proibitivos e afetar financeiramente o plano de negócios. Estes setores muito regulados tendem a afastar os empreendedores e a inovação.

A melhor forma de se informarem sobre a regulamentação da área é contar com o apoio de um advogado e procurar pessoas que já trabalham no setor.

Já foram criadas empresas baseadas em ideias semelhantes?

Mesmo que a ideia inicial seja ligeiramente diferente, é importante conhecer como correram negócios baseados em projectos semelhantes. Esta análise permite antecipar dificuldades e perceber o grau de competição que irão encontrar no mercado.

A ideia exige um investimento inicial avultado?

É normal que um negócio que começa a dar os primeiros passos necessite de um investimento inicial avultado. O mais importante é ter conhecimento destes custos antes de tomar uma decisão, de forma a que possam decidir em consciência.

Têm uma preparação específica que dará uma vantagem ao negócio?

Será muito útil se contarem com uma preparação específica que vos auxilie no desenvolvimento do vosso negócio. Não significa que, à medida que trabalham o vosso negócio, não se dediquem a complementar o vosso conhecimento com novas formações. Na verdade, aumentam as possibilidades de sucesso, sempre que baseiam o vosso negócio numa área que é um ponto forte.

Aumentem as hipóteses de sucesso.

Um software de faturação pode aumentar as vossas possibilidades de sucesso. Analisem as necessidades do vosso negócio. A Sage tem várias soluções de faturação que respeitam as especificidades de cada empresa. Se decidirem que têm uma boa ideia, contem com Sage Faturação para transformar o sonho em realidade.

 

Faturação Sage Faturação

Vender melhor – contar histórias sobre os produtos

As clássicas demonstrações de produtos costumam ser a forma mais comum de os apresentar e vender. Ao contrário do que podem pensar, esta não é a melhor forma de conseguir vendas. Esta abordagem não dá ao consumidor o encorajamento necessário para realizar a ação de compra.

Estas demonstrações podem ser úteis para reunir informação sobre os consumidores, as suas necessidades e os elementos que causam um maior impacto. No artigo de hoje, vamos analisar três técnicas fundamentais para humanizar a abordagem comercial e atingir melhores resultados.

Vender histórias.

É mais simples vender produtos através da partilha de uma história curta que demonstre com simplicidade os benefícios do produto e incorpore um apelo à ação de compra.

O autor Malcolm Gladwell formulou um modelo de storytelling em vários passos. O autor defende que a história deve criar uma ligação e ser visualmente cativante, prendendo a atenção do espectador.

Para que seja eficaz, devem procurar dar resposta aos pontos que sejam cruciais para o consumidor, com um cenário aproximado do real. É fundamental que o produto responda a problemas ou necessidades do consumidor.

Características das melhores demonstrações.

  • Não ultrapassem o limite de 40 a 50 minutos de duração, o tempo ideal para apresentar uma história e prender a atenção da audiência.
  • Não se demorem demasiado nos preços, dediquem mais tempo aos benefícios dos produtos.
  • Permitam que a conversa flua com naturalidade, não tentem controlar o seu decurso de forma excessiva.
  • Não sejam exaustivos em relação às características dos produtos; o importante é a forma como a vida do consumidor vai ser transformada no futuro.

Faturar sem limites.

É muito vantajoso um software de faturação que permita conetividade de forma a que estejam sempre em contacto com clientes e fornecedores. Sage Contacts e Office 365, aliados ao software de faturação Sage, permitem aumentar a produtividade. Aumente as vendas com apresentações que incorporam storytelling e esteja pronto para faturar com eficácia.