A navegar na categoria

Faturação

Faturação Sage Faturação

Como avaliar se uma ideia é suficientemente boa para criar um negócio

Chegado o momento em que se sentem tentados com a ideia de criar um negócio próprio, é natural que se questionem quanto à qualidade da ideia que tiveram.

No artigo de hoje, vamos sugerir alguns pontos de reflexão que irão ajudar a perceber se a ideia de negócio merece o investimento e o risco.

É um modelo de negócio que pode ser protegido através de uma patente?

Se vão basear o vosso negócio numa ideia inovadora, é aconselhável que exista uma forma de a proteger dos vossos concorrentes. Se for possível proteger a ideia por meio de uma patente estarão numa situação privilegiada.

Este fator de proteção não é determinante se a vossa ideia cumprir com os restantes pontos deste artigo.

O negócio teria de operar numa indústria com regulamentação exigente?

A regulação é importante e muito benéfica para o consumidor mas, quando se inicia um negócio, resulta num aumento dos custos que podem ser proibitivos e afetar financeiramente o plano de negócios. Estes setores muito regulados tendem a afastar os empreendedores e a inovação.

A melhor forma de se informarem sobre a regulamentação da área é contar com o apoio de um advogado e procurar pessoas que já trabalham no setor.

Já foram criadas empresas baseadas em ideias semelhantes?

Mesmo que a ideia inicial seja ligeiramente diferente, é importante conhecer como correram negócios baseados em projectos semelhantes. Esta análise permite antecipar dificuldades e perceber o grau de competição que irão encontrar no mercado.

A ideia exige um investimento inicial avultado?

É normal que um negócio que começa a dar os primeiros passos necessite de um investimento inicial avultado. O mais importante é ter conhecimento destes custos antes de tomar uma decisão, de forma a que possam decidir em consciência.

Têm uma preparação específica que dará uma vantagem ao negócio?

Será muito útil se contarem com uma preparação específica que vos auxilie no desenvolvimento do vosso negócio. Não significa que, à medida que trabalham o vosso negócio, não se dediquem a complementar o vosso conhecimento com novas formações. Na verdade, aumentam as possibilidades de sucesso, sempre que baseiam o vosso negócio numa área que é um ponto forte.

Aumentem as hipóteses de sucesso.

Um software de faturação pode aumentar as vossas possibilidades de sucesso. Analisem as necessidades do vosso negócio. A Sage tem várias soluções de faturação que respeitam as especificidades de cada empresa. Se decidirem que têm uma boa ideia, contem com Sage Faturação para transformar o sonho em realidade.

 

Faturação Sage Faturação

Vender melhor – contar histórias sobre os produtos

As clássicas demonstrações de produtos costumam ser a forma mais comum de os apresentar e vender. Ao contrário do que podem pensar, esta não é a melhor forma de conseguir vendas. Esta abordagem não dá ao consumidor o encorajamento necessário para realizar a ação de compra.

Estas demonstrações podem ser úteis para reunir informação sobre os consumidores, as suas necessidades e os elementos que causam um maior impacto. No artigo de hoje, vamos analisar três técnicas fundamentais para humanizar a abordagem comercial e atingir melhores resultados.

Vender histórias.

É mais simples vender produtos através da partilha de uma história curta que demonstre com simplicidade os benefícios do produto e incorpore um apelo à ação de compra.

O autor Malcolm Gladwell formulou um modelo de storytelling em vários passos. O autor defende que a história deve criar uma ligação e ser visualmente cativante, prendendo a atenção do espectador.

Para que seja eficaz, devem procurar dar resposta aos pontos que sejam cruciais para o consumidor, com um cenário aproximado do real. É fundamental que o produto responda a problemas ou necessidades do consumidor.

Características das melhores demonstrações.

  • Não ultrapassem o limite de 40 a 50 minutos de duração, o tempo ideal para apresentar uma história e prender a atenção da audiência.
  • Não se demorem demasiado nos preços, dediquem mais tempo aos benefícios dos produtos.
  • Permitam que a conversa flua com naturalidade, não tentem controlar o seu decurso de forma excessiva.
  • Não sejam exaustivos em relação às características dos produtos; o importante é a forma como a vida do consumidor vai ser transformada no futuro.

Faturar sem limites.

É muito vantajoso um software de faturação que permita conetividade de forma a que estejam sempre em contacto com clientes e fornecedores. Sage Contacts e Office 365, aliados ao software de faturação Sage, permitem aumentar a produtividade. Aumente as vendas com apresentações que incorporam storytelling e esteja pronto para faturar com eficácia.

 

 

 

 

 

 

 

Faturação Sage Faturação

Como tornar a montra do seu negócio mais apelativa

A montra de uma loja funciona como um cartão de visita e, por este motivo, é importante que este espaço esteja cuidado e transmita uma imagem correta sobre o negócio que ali é realizado.

No artigo de hoje vamos dar algumas sugestões sobre como criar uma montra com boa apresentação e aumentar as vendas. É muito importante uma boa organização e estarem atentos às tendências de consumo, mostrando um gosto estético apurado.

Conhecer o público alvo.

Pode parecer difícil afastar o vosso gosto pessoal, mas a vossa loja deve procurar ir de encontro ao vosso público alvo. Analisem a concorrência na mesma área, atendendo aos pontos fortes em que devem insistir e aos negativos que não devem repetir. É importante conseguirem destacar-se, não devem por isso limitar-se a copiar uma montra de que gostaram.

Profissionais especializados.

Se sentem que não têm uma grande aptidão para esta área, é legitimo e natural contratar um profissional especializado. O vitrinismo é a profissão que se dedica a pensar e propor soluções criativas para as montras e, por vezes, também para o interior de espaços comerciais.

Existem empresas que prestam este tipo de serviços e que podem ser contratadas com regularidade ou apenas uma vez. Estas empresas estão geralmente a par das regras a nível de regulamentos municipais.

Menos pode ser mais.

Um dos erros mais comuns passa por encher o espaço da montra, tentando mostrar toda a variedade de produtos de uma só vez. É necessário deixar espaço para que as peças possam respirar e formar composições harmoniosas. Estejam atentos ao contexto do negócio, não tentem inovar afastando-se completamente do que é feito nessa área.

 A montra em constante mudança.

Uma montra deve estar em constante atualização. Se necessário, definam a frequência com que a irão alterar. Os clientes habituais querem encontrar motivos para regressar e, nesse sentido, é importante colocar regularmente em destaque as novidades. Exponham sempre os produtos que podem ter mais procura, os mais recentes ou raridades.

Um software de faturação específico para lojas.

Como é que software montra poderem vos pode ajudar a gerir o vosso negócio e as vossas montras?

Com um controlo de stocks e vendas eficaz, podem facilmente saber os produtos com mais procura e orientar as vossas montras nesse sentido. Podem ainda com base no vosso stock promover artigos que não estão a ter procura e pelo simples facto de serem bem promovido numa vir a ser top de vendas.

A Sage desenhou uma solução de faturação especificamente para lojas, que se adapta completamente a cada negócio. O produto tem de base o essencial para uma loja, como impressão em formato talão ou a possibilidade de usar écran tátil e depois pode ser personalizado a cada atividade com addons Sage para um total controlo de cada negócio. Com uma boa apresentação, um software de confiança e muita simpatia, tornem as vossas lojas um sucesso.

Faturação Sage Faturação

Como manter um negócio em crescimento

Manter um negócio sustentável e saudável é um desafio constante para as empresas em crescimento. Para vencer este desafio, é importante ter um plano de negócios e mão de obra suficiente para acompanhar esse crescimento.

Compreender o negócio.

É vital definir os valores da empresa porque isso permite uma diferenciação relativamente à concorrência. Uma declaração de missão pode ser útil, constituindo uma ajuda na definição de objetivos.

Metas realistas.

Evitem aceitar encomendas para as quais não tenham capacidade de resposta. Se analisarem os vossos recursos e chegarem à conclusão de que não são suficientes, será preferível recusar o trabalho a realizá-lo de modo deficitário.

Metas específicas.

Quantifiquem as metas, os objetivos de vendas ou a redução de custos. De forma clara, definam os valores que querem atingir e os passos necessários para alcançar esses objetivos.

Analisem se as metas são realistas e se existe um mercado para esse produto ou serviço. Confirmem se, ao longo do processo, continuam alinhados com a visão e valores da empresa. No final de cada trimestre, verifiquem o desenvolvimento, utilizando os relatórios de gestão.

Com um software de faturação Sage, analisem a performance do vosso negócio e assegurem a gestão dos vossos stocks e ­­orçamentos. Com acesso a esta informação, corrijam o que não correu bem.

Conhecer o mercado.

Faz parte da estratégia de crescimento entender o mercado. Devem realizar continuamente pesquisas sobre o que os consumidores desejam e como se comportam. Em todos os momentos, surgem oportunidades que apenas
os mais atentos serão capazes de aproveitar.

Recrutar a equipa certa.

Quando contratarem, não pensem apenas nas habilitações do colaborador ou na função a ser desempenhada. Considerem também se o candidato se insere na cultura da empresa.

Depois de conseguirem construir uma equipa forte, é muito importante reter esses colaboradores, fazendo-os sentir que são valorizados e incentivados a progredirem.

 

 

 

 

 

Faturação Sage Faturação

4 Dicas para comunicar melhor

A tecnologia teve um impacto transformador nas comunicações quer a nível das empresas, quer a nível pessoal. Neste artigo vamos abordar algumas sugestões para melhorar as suas capacidades de comunicação.

Selecionar a informação.

Sem dúvida que uma seleção da informação torna a comunicação mais eficaz. Porém, se colocarem muita informação, pode parecer que estão a exibir demasiados conhecimentos face aos do vosso interlocutor.

Se optarem por incluir mais explicações, podem sempre experimentar uma abordagem delicada. Indiquem que, mesmo que a pessoa a quem se dirigem já tenha conhecimento destes elementos, consideraram melhor incluir explicações mais detalhadas. Desta forma evitam ofender o recetor.

Adequar o discurso.

Selecionem o tom adequado à vossa audiência tendo em conta a sua origem, experiência ou capacidade de compreensão. À medida que avançam, verifiquem se todos estão a perceber e acompanhar a mensagem. Uma das formas de o fazer é perguntar sobre qual o próximo passo lógico, tendo em conta o projeto apresentado.

Linguagem corporal.

Estejam conscientes da importância da linguagem corporal, evitem cruzar os braços, inclinarem-se para trás ou fugirem ao contacto visual. Todos estes gestos podem ser vistos como negativos, assim como, por exemplo, suspirarem ou apoiarem a cabeça na mão. É fácil não se aperceberem da vossa linguagem corporal.

Uma forma de conseguirem analisar onde devem melhorar é pedirem feedback a outros colaboradores. Por difícil que seja ouvir este comentário, é uma oportunidade para melhorarem. Tentem corrigir apenas um elemento de cada vez de vez pois isso costuma ser mais eficaz.

Ouvir atentamente.

Não deve existir multitasking quando se está a comunicar. Mesmo que consigam ouvir e responder com competência enquanto consultam o e-mail, o vosso interlocutor vai sentir que não é importante ou que não lhe é concedida a atenção merecida. Treinem-se a ouvir atentamente, mesmo que esta ação não pareça importante.

Um software que ajuda a comunicar.

Sage Contact e o Office 365 associados ao software de Faturação Sage permitem que estejam sempre em contacto com os vossos clientes, colaboradores ou fornecedores, em qualquer lugar.

As empresas que desejem um lugar no futuro devem investir na conetividade. Comunicar de forma eficaz nunca foi tão importante.