A navegar na categoria

Faturação

Faturação

Passar da ideia à ação num negócio de retalho

Um negócio começa sempre por ser uma ideia, um sonho acalentado há algum tempo e é apenas natural que exista algum receio em iniciar esta aventura. A melhor forma de ultrapassarem algum bloqueio inicial é definirem as tarefas necessárias para alcançarem os vossos objetivos: neste artigo sugerimos seis passos para serem bem sucedidos.

Construam um plano de negócios simples – um plano de uma página será suficiente. É importante manter as coisas simples e com custos baixos e, se não procuram investidores externos, um plano simples será suficiente. Definam a visão do negócio, qual a finalidade a que se destina, qual a missão e motivo para a sua existência. Seguidamente, planifiquem os objetivos, como pretendem realizar a visão e missão da empresa e criem um plano de ação com as tarefas que terão de realizar para os alcançar.

O apoio de software de retalho simplifica a execução de muitas destas tarefas e permite que tenham uma recolha de dados atualizada, acompanhando a evolução da empresa em tempo real.

Fixem um orçamento: mesmo que o objetivo seja manter um orçamento baixo, importa uma atitude realista e terem em conta todos os custos. Há que ter em conta a taxa de esforço, isto é, quanto tempo será possível manter o negócio em funcionamento até que alcance lucro. Será sempre cauteloso ter um orçamento de reserva, caso levem mais tempo do que os 60 a 90 dias planificados.

Definam a pessoa jurídica. Aconselhem-se junto de um contabilista ou advogado sobre qual será mais benéfica para a empresa, a curto e a longo prazo. São questões bastante técnicas em que convém terem um apoio especializado, que domine a legislação em constante mudança.

Cuidem das finanças, procurando sempre separar as finanças pessoais das finanças da empresa. Basta, para isso, criarem uma conta à parte para depósitos e pagamentos da empresa no banco da vossa eleição. Um software de faturação possibilita a integração dos movimentos bancários com os restantes processos do negócio, assim como uma automatização de pagamentos, simplificando bastante a gestão financeira.

Criem um website, mesmo que não seja um negócio ancorado na internet. É necessário comprar um domínio, algo que geralmente não é muito dispendioso. Se o negócio que estão a iniciar é online, podem considerar criar um espaço de venda numa plataforma já existente ou criar a vossa própria página.

O software de retalho da Sage permite fazer uma ligação com as redes sociais, com uma comunicação regular com os clientes.

Façam alguns testes de vendas, apostando numa abordagem criativa. Uma boa forma de atrair tráfego para a vossa página é comprarem anúncios numa rede social. Procurem apresentar os vossos produtos junto do comércio local e testem as reações do público. Esta é uma boa forma de avaliarem se a vossa ideia de negócio tem futuro, antes de investirem muito tempo ou dinheiro.

Conheça todas as soluções Sage para negócios de retalho, aqui.

Faturação

4 Tendências para pequenos negócios

Tendências para acompanharem: conetividade e pagamentos nos pequenos negócios.

Para os pequenos negócios, trabalhar com dinheiro e garantir que se tem um fluxo de caixa é uma preocupação constante. O surgir das novas tecnologias iniciou uma revolução nas formas de pagamento, com mais opções e com um resultado de alterações nos comportamentos dos consumidores.

Destacamos quatro tendências principais que se desenham no horizonte das pequenas empresas.

O pagamento com uso de cartões é o preferido, tanto por empresas como por consumidores, continuando a subir percentualmente. Trabalhar com numerário é cada vez é mais trabalhoso: implica custos de tempo e armazenamento e um maior risco de erros e falhas de caixa. O controlo de numerário implica mais trabalho numa empresa do que o pagamento com cartões.

Podemos estar certos que a conetividade é inevitável e que um bom programa de software de faturação é um importante apoio, permitindo emitir faturas online e enviá-las por e-mail assinadas digitalmente.

O sentimento de insegurança é a principal causa para os pagamentos online não terem aumentado exponencialmente. São conhecidas histórias de fraudes e de roubo de dados que deixam os consumidores e empresas apreensivos quanto a esta forma de pagamento. Todos vimos alertas de empresas sobre fraudes feitas em seu nome, que procuram sempre minimizar danos.

Embora os bancos ainda sejam as principais fontes de financiamento, existe uma procura de formas de financiamento alternativas. Alguns negócios, em especial os que fogem aos campos mais tradicionais, encontraram no crowdfunding uma forma de se financiarem. Com software de faturação da Sage podem ter acesso a relatórios de apoio à atividade, um elemento importante para captar financiamento.

 

Faturação

Tudo sobre o funil de vendas

Hoje em dia os consumidores são muito exigentes e não basta um produto ser atrativo: é importante a sua durabilidade, funcionalidade e a mensagem associada. Para responder a todos estes requisitos é fundamental contar com um marketing eficaz.

O funil de vendas consiste numa ferramenta estratégica que permite conduzir a trajetória do cliente desde o momento inicial até à finalização da venda. Este processo divide-se em várias etapas, como a fase da consciencialização, da procura e da avaliação.

Na primeira fase, o consumidor não tem noção de ter uma necessidade e a empresa tem de encontrar uma forma de o atrair. O marketing digital tem um papel determinante nesta fase, através de publicações no site ou redes sociais, procurando captar a atenção do cliente com imagens do produto, transmitindo a filosofia da marca e aumentando a visibilidade da empresa.

Na fase da procura, a meio do percurso do funil, o cliente está consciente da sua necessidade mas encontra-se indeciso sobre o produto ou serviço a escolher, entre todas as opções que existem no mercado.

Um software de faturação que possibilita relatórios de apoio à atividade pode ser importante para uma melhor organização da atividade ou espaço comercial, ao demonstrar funcionalidade e eficiência ao cliente.

Na base do funil está a terceira fase, a que chamamos avaliação: é nesse momento que o cliente faz a sua escolha. Após a comparação com os outros produtos disponíveis, seleciona aquele que mais o seduziu. É fundamental que a empresa perceba qual foi o diferencial que triunfou, de forma a rever estratégias internas e a melhorar o trabalho de vendas. As ferramentas de faturação possibilitam uma melhor análise de fatores que podem ter sido decisivos na escolha dos clientes.

Software de faturação Sage como elemento de diferenciação positivo

As opções de software Sage auxiliam a vossa empresa a alcançar a terceira fase do funil de vendas – a avaliação com a concretização da venda. Torna-se mais fácil compreender quais os pontos fortes da empresa que influenciaram a escolha dos clientes, alcançando a sua fidelização. As ferramentas estratégicas de marketing, lado a lado com o software de faturação, desempenham um papel importante na concretização dos vossos objetivos comerciais.

Conheça todas as soluções de software de faturação, aqui.

 

Faturação

O sucesso de um espaço comercial

Em espaços comerciais é necessário ter em conta vários elementos para que o vosso negócio seja bem sucedido: por vezes, a um bom plano de negócios não se segue uma atenção a pormenores que fazem a diferença, como o ambiente do local e o atendimento.

O ambiente do espaço é constituído por um conjunto de elementos, ao design e decoração junta-se a iluminação, a temperatura que deve ser confortável e uma organização coerente dos produtos expostos. A música deverá ser adaptada às características dos clientes, e o volume não deve ser disruptivo da comunicação.

Um atendimento de qualidade, sempre respeitoso e valorizador do cliente, com grande paciência e capacidade de resolução de conflitos. A oferta de entregas ao domicílio pode ser um elemento diferenciador da concorrência, assim como a existência de promoções, um elemento a ter em conta na satisfação dos clientes.

Uma faturação rápida e eficaz, que não faça clientes, nem fornecedores esperar, é acessível com as várias soluções de faturação Sage.

Soluções de faturação à medida do seu negócio

Depois de assegurar que o ambiente é o adequado e de que dispõem de um excelente atendimento é o melhor, consiga manter um controle do negócio com um sistema de faturação certificado e a um preço justo, em que apenas paga de forma proporcional à utilização.

Consulte tudo o que a Sage tem para oferecer em software de faturação, aqui.

Faturação

Alerta vermelho: dicas para o evitar

O controlo financeiro da empresa pode não ser fácil de levar a cabo: é preciso uma monitorização constante dos resultados operacionais. É essencial acompanhar a evolução das despesas – bem como compreender as principais fontes de despesa e onde é possível cortar desperdícios – e procurar constantemente incrementar o volume de negócios, e se necessário diversificar as fontes de receita, de modo a que as receitas sejam sempre superiores às despesas.

Partilhamos convosco algumas boas práticas que consideramos essenciais para evitar um alerta vermelho nas contas e conseguirem ter mais controlo sobre as despesas. Estas dicas são importantes para a gestão de uma empresa.

Organização.

Fazer uma auditoria às contas da empresa e definir um orçamento, onde devem organizar pela estrutura de receitas e despesas da vossa empresa, são as primeiras coisas a fazer para saírem de uma situação menos boa.

Comecem por detetar quais são as principais rubricas com maior peso na estrutura de custos e se há possibilidade para diminuir alguma delas. Além disso, devem verificar a tesouraria e as responsabilidades que têm no momento – fazer uma lista das dívidas, dispondo por valor, tempo de existência e nome da pessoa ou entidade a quem devem.

Outra dica, diferenciem as despesas fixas e as despesas mensais – identificar qual o valor mínimo de receitas necessário para cobrir as despesas fixas e compreender se a evolução das despesas variáveis é inferior à evolução das receitas é essencial para que saiam do vermelho.

Além das despesas, devem enumerar as várias fontes de rendimento, analisarem as vendas ao longo do tempo, por clientes e por produto/serviço.

Desta forma, conseguirão ter uma perspetiva visual de quantas receitas estão a entrar e quanto estão a gasta: comecemos a pensar em soluções para o problema.

Atenção aos detalhes.

Monitorizar regularmente as despesas e as receitas é obrigatório – vai ajudar-vos a fazer uma gestão mais cuidadosa e a saberem sempre se estão acima ou abaixo no previsto Um software de faturação pode ser-vos útil, para controlarem as vendas e as despesas e terem todas as informações organizadas. Ao terem a informação toda condensada no mesmo lugar, aumenta a probabilidade de anteciparem uma situação mais complicada.

Não evitar os problemas

Evitar uma situação difícil de dívida não a fará desaparecer: o melhor é enfrentar a situação e explorar as possibilidades de pagamento, tendo em conta a realidade financeira da vossa empresa. Pode acontecer em qualquer negócio, mesmo tendo todo um planeamento e organização por trás.