A navegar na categoria

Gestão de Pessoas

Gestão de Pessoas Recursos Humanos

Saiba como tornar a sua empresa mais inclusiva e inovadora

Empresas como a Google ou a Uber colocaram na ordem do dia as questões de diversidade e inclusão nas empresas. Facebook e Netflix apresentaram publicamente os seus dados sobre diversidade, o que por sua vez influenciou outras empresas a assumirem o compromisso de discutir estas questões com abertura, quer a nível de contratação, quer relativo a promoções.

Uma empresa inclusiva.

Para aqueles que acreditam na justiça destas medidas e no enriquecimento das empresas ao incluírem talentos oriundos de lugares e culturas distintas, este não é apenas um termo usado pelos Recursos Humanos. Um política de inclusão oferece  uma oportunidade a todos para contribuírem, libertando as decisões empresariais de ideias feitas sobre a forma de agir e pensar.

Embora a cultura de empresa seja estabelecida pelos lideres da empresa, os funcionários também podem fazer a sua parte. Quanto maior a diversidade na equipa, mais hipóteses a empresa tem de conseguir atingir soluções inovadoras.

Formas de tornar uma equipa mais inclusiva.

Uma das formas de tornar as equipas mais diversas, passa por colocar os membros de diferentes equipas em contacto, mesmo que por breves momentos. É provável que as opiniões de colegas de outras áreas sejam úteis e criar estas conexões aumenta potencialmente a criatividade.

Transformar o ambiente.

Incentivem os colaboradores a mudar de lugar na empresa, a mudança de espaço, muda também a perspetiva que se tem. Interações com diferentes pessoas permitem uma visão alternativa sobre os problemas e potência a inovação.

Alternância na direção das reuniões.

As reuniões nas empresas são muitas vezes de fraca utilidade, com as mesmas pessoas a tomarem sempre a palavra e o resto da equipa a sentir-se excluída. Uma das forma de incluir os colaboradores passa por alternar quem dinamiza a reunião. Não só estarão a enviar a mensagem de que todos importam na empresa, como serve de incentivo à discussão, para reuniões mais dinâmicas.

Relações profissionais mais produtivas.

É importante conhecer todas as pessoas da empresa, o que passa por conversar sobre temas para alem do trabalho e encontrar pontos de contato irá contribuir para uma melhoraria das relações de trabalho.

A inclusão dentro das empresas é algo para os quais todos devem contribuir, em especial os Recursos Humanos. Um software de Recursos Humanos permite um acompanhamento da equipa ao pormenor, das contratações, desempenho, despesas, férias e ausências. Conhecer bem a equipa permite dar os passos necessários para tornar a equipa mais inclusiva, e desta forma aumentar a capacidade de inovação.

 

 

Gestão de Pessoas

Ter os melhores colaboradores motivados

Perder um grande colaborador pode ser terrível para qualquer empresa. Resulta em mais despesa em encontrar e treinar uma nova pessoa para substituir a que está de saída. Em incerteza se o substituo vai chegar ao nível. Em pedir um esforço extra a toda a equipa enquanto não chega uma pessoa nova. O melhor mesmo é fazerem tudo para que os vossos melhores colaboradores se mantenham convosco: deixamos 5 razões que podem fazer a diferença!

  • Horário de trabalho. Períodos de muito trabalho – e consequente stress – acontecem em todas as empresas. Mas não há nada que afaste mais os grandes colaboradores do que trabalhar demais. E, habitualmente, são os colaboradores em quem os gestores mais confiam – os mais capazes e comprometidos com o sucesso da empresa -, que são mais sobrecarregados. E se eles começarem a assumir cada vez mais responsabilidades sem existir uma compensação ou reconhecimento, vão sentir que a empresa se está a aproveitar deles.
  • Reconhecimento. Todos queremos ser reconhecidos e recompensados por um trabalho bem feito! Se, como gestores, falham no reconhecimento aos vossos colaboradores, estão a falhar também na motivação que lhes devem incutir: e é esta a melhor forma de reforçar a moral e dar origem a um grande desempenho das vossas equipas. Se não têm orçamento para aumentar o ordenado ou oferecer um bónus, existem várias formas low-cost  de mostrar reconhecimento pelo trabalho dos vossos melhor ativos: uma palavra de apreço é de graça!
  • Confiança. Os vossos colaboradores têm a vantagem de terem uma perspetiva sobre o vosso trabalho que pode ser vista como contrária aos vossos compromissos. Se vos virem a lidar de uma forma pouco ética com os vossos fornecedores, a enganar os clientes ou a falharem com a vossa palavra, os melhores e que são fiéis aos seus princípios irão abandonar o vosso barco.
  • Hierarquia: o quanto baste. Todos os locais de trabalho precisam de estrutura e liderança, mas uma organização muito rígida torna os colaboradores infelizes. Se dos vossos melhores elementos é esperado que produzam sem poderem contribuir com as suas ideias e sem terem poder sobre as suas decisões, isto poderá ser um motivo de afastamento da empresa.
  • Desafios. Hoje em dia, ninguém quer estar no mesmo lugar, a fazer a mesma coisa todos os dias, durante 20 ou 30 anos. Todos querem sentir que estão a progredir e a crescer na vida profissional e ter algo a que aspirar! Se deixa de haver desafio no trabalho que estão a desenvolver, é certo que irão procurar outra atividade mais entusiasmante!

Descubram as vossas próprias estratégias para manterem os melhores colaboradores motivados: contem com as soluções Sage para gerir os Recursos Humanos e deixar-vos com mais tempo para dedicarem às vossas equipas!

Gestão de Pessoas

RUAS 2016

O Relatório Único 2016 é um relatório anual referente à atividade social da empresa. Refere-se à atividade da empresa durante o ano de 2015 e é obrigatório ser entregue por todos os empregadores abrangidos pelo Código do Trabalho e respetiva legislação. Para este efeito, as soluções de Gestão de Pessoal Sage são capazes de extrair e submeter este relatório.

Por norma, o prazo de entrega do Relatório Único 2016 decorre entre 16 de março e 16 de abril de cada ano civil no entanto, este ano o prazo foi adiado e decorrerá entre 31 de março e 30 de abril. Esta necessidade de adiamento do prazo surge no contexto de minimizar alguns constrangimentos técnicos detetados procurando, desta forma, disponibilizar o melhor serviço possível às entidades respondentes.

Quem é afetado?

O Relatório Único 2016 refere-se à atividade da empresa durante o ano de 2015 e é obrigatório ser entregue por todos os empregadores, abrangidos pelo código do trabalho e respetiva legislação.

De que forma afeta?
Os empregadores têm de prestar anualmente informação sobre a atividade social da entidade, com conteúdo e prazo de apresentação regulados, entretanto na Portaria nº 55/2010 de 21 de Janeiro.

Composição do Relatório Único

  • Relatório
  • Anexo A – Quadro de Pessoal
  • Anexo B – Fluxo de Entrada e Saída de Trabalhadores
  • Anexo C – Relatório Anual de Formação Contínua
  • Anexo D – Relatório Anual das Atividades do Serviço de Segurança e Saúde
  • Anexo E – Greves
  • Anexo F – Prestadores de Serviços

Prazo de entrega?

Entre 31 de março e 30 de abril de 2016.

De que forma o podemos ajudar?

Está já disponível a atualização em todas as soluções de Gestão de Pessoal da Sage que contemplam o novo Relatório Único de Atividade (RUAS) a prestar no ano 2016 e relativamente ao ano de 2015.

As alterações deste ano já estão contempladas nas nossas soluções de Gestão Pessoal:

  • Atualização e criação de Novos Códigos de Tabelas (Distritos, Associações de empregadores, Categorias profissionais,…)
  • Atualização do suporte magnético
  • Atualização da submissão por WebService

Para mais informações consulte o Relatório Único aqui.

Gestão de Pessoas

Como obter o melhor dos seus colaboradores?

Independentemente da função que cada colaborador ocupa, todos têm um papel vital para garantir que a empresa tem êxito. Por isso, é importante fazer com que os seus empregados sintam que fazem parte da equipa e contribuem para o sucesso do negócio.

Podem até ter o melhor produto ou prestar o melhor serviço do mercado, mas o desempenho da empresa vai ressentir-se se não tiver uma equipa dedicada e apaixonada pelo que faz.

Como obter, então, o melhor dos seus colaboradores?

  1. Interessem-se verdadeiramente pelas pessoas com quem trabalham;
  2. Reconheçam que, apesar da experiência, qualquer novo membro da equipa terá muito que aprender;
  3. Admitam que nem toda a gente é igual e retirem o melhor dos talentos individuais;
  4. Reservem tempo para se sentar com os seus colaboradores e para os conhecer;
  5. Oiçam-nos seriamente e reflitam no que dizem;
  6. Aceitem que toda a gente comete erros;
  7. Deem-lhes a formação necessária para que ultrapassem os pontos mais fracos;
  8. Resolvam eventuais falhas de rendimento antes que o resto da equipa desmotive também;
  9. Mantenham os colaboradores informados e expliquem-lhes os motivos de quaisquer mudanças que ocorram;
  10. Sejam otimistas – o seu próprio humor estabelecerá a disposição do resto da equipa.

Que estratégias utilizam para retirar o melhor de cada colaborador da sua empresa? Partilhem-nas connosco na caixa de comentários!

Gestão de Pessoas

Como conseguir os melhores talentos para a sua empresa

Se estão a ponderar recrutar novos talentos para fazer parte da sua empresa, terão de estar preparados para competir com outras empresas no momento de conseguir captar o interesse dos melhores candidatos.

Antes de qualquer outra coisa, assegurem-se de que o seu anúncio explica porque é que alguém pode querer trabalhar para vocês. Se oferecem um posto de trabalho interessante, divertido e emocionante, então não tenham receio de o dizer.

Exponham bem os requisitos da função para a qual estão a recrutar e peçam que, para além do CV, os candidatos enviem uma carta de apresentação que explique por que consideram ser indicados para o lugar.

Se sabem exatamente o que procuram num colaborador, então não percam tempo a entrevistar dezenas de candidatos que não se adequam ao que procuram – se determinada pessoa não cumpre os requisitos essenciais, não há necessidade de a manter no processo de recrutamento.

Para simplificar o processo, optem por selecionar apenas os candidatos mais promissores para uma entrevista presencial. O grau de exigência ao selecioná-los vai depender, obviamente, do grau de sucesso em atrair candidatos.