A navegar na categoria

Recursos Humanos

Recursos Humanos

A importância dos programas de mentorado

Existem várias vantagens em implementar programas de acompanhamento com figuras experientes na área dos negócios.

A existência de mentores nas empresas funciona como um enorme incentivo à crescente exigência e desenvolvimento dos colaboradores, e para as empresas trata-se de aproveitar os seus recursos humanos de forma plena. Neste artigo vamos considerar algumas das vantagens destes programas e os efeitos transformadores que trazem às empresas que os implementam.

Aceleração do crescimento da empresa.

Ter um programa que oriente os novos talentos da empresa vai trazer-lhes a oportunidade de se integrarem e relacionarem melhor com toda a equipa, aprendendo com quem já trabalha no setor há mais tempo. Estes colaboradores mais experientes já estão na empresa, trata-se de deslocar algum do seu tempo para estes programas.

Captar talento para a empresa.

Não proporcionar aos colaboradores uma boa experiência de integração pode ser fatal, caso os queiram manter na vossa empresa a longo prazo. Oferecer um mentorado pode ser a chave para atrair e reter os melhores colaboradores. Os melhores talentos são cada vez mais exigentes, com objetivos de crescimento que se não encontrarem no seio da empresa, não hesitarão em procurar nova colocação.

Programas de mentorado são positivos para todos.

Os novos colaboradores  trazem novas experiências e mais valias para quem já está no mercado há muito tempo, com toda uma nova perspetiva sobre o setor. Acaba por ser uma forma dos membros mais experientes da empresa se atualizarem. Os pontos positivos deste tipo de programa são amplos e envolvem toda a equipa.

Trabalham a autoconfiança do mentor, bem como as suas capacidades de comunicação, e implicam uma compreensão da cultura da empresa por parte dos novos talentos. A partilha de conhecimentos e de experiências tem impacto na auto-estima de todos e no sentimento de satisfação no trabalho e demonstra, também, uma vontade por parte da empresa de investir a longo prazo na carreira dos novos colaboradores.

Um software de Recursos Humanos.

É difícil imaginar uma empresa a gerir os seus programas de formação e de mentorado sem o apoio de software de Recursos Humanos capaz de acompanhar a sua força de trabalho. Com Sage Recursos Humanos podem optar por três versões  adaptadas às necessidades das empresas.

 

 

 

Recursos Humanos

Ajudar os colaboradores avaliando a sua performance

A melhor estratégia a adotar para ajudarem os vossos colaboradores é dando-lhes feedback, de forma a que possam compreender em que estágio se encontram e como podem melhorar

Darem à vossa equipa reportes regulares sobre o seu desempenho pessoal fá-los sentir valorizados, seja um comentário positivo ou negativo, demonstra liderança e dá confiança aos colaboradores.

  1. Trabalhem com um mentor. 

    Os mentores podem preencher algumas lacunas, ao entrevistarem alguns colegas e ao aparecerem em reuniões e eventos onde vocês estejam presentes. Um grande mentor pode detetar subtilezas no vosso comportamento que podem ser limadas e das quais vocês ainda não se tenham apercebido.

  2. Feedback com foco. 

    Peçam a algumas pessoas – colegas, amigos, familiares -, para vos dizerem quão bons são a dar feedback. Descrevam o vosso objetivo claramente, explicando que querem tornar-se melhores a dar feedback aos outros. Peçam sugestões, encorajem a criatividade e aprendam a relacionar-se cada vez melhor com as vossas equipas. Ouçam-nos com atenção e não se esqueçam de agradecer o tempo que cada pessoa passou convosco.

  3. Escolham colegas como mentores. 

    Nem todas as empresas podem ter mentores, mas podem selecionar um entre os vossos colegas. Enquanto trabalham para melhorar as vossas capacidades de comunicação, incentivem os vossos colegas a fazer o mesmo.

Oferecer feedback positivo é uma capacidade de gestão vital para o bom funcionamento das equipas de trabalho. Incentivem os pontos fortes dos colaboradores, dizendo-lhes como essas valências são determinantes para a empresa.

Ao implementarem todas estas dicas, vão entusiasmar os vossos colaboradores e isso só pode trazer bons resultados para a empresa. Procurem ajuda para manterem os vossos recursos humanos motivados, descubram o software de Recursos Humanos da Sage e realizem avaliações com um conjunto de informações detalhadas sobre os vossos colaboradores.

Recursos Humanos

Recursos Humanos: a importância dos incentivos

Motivar uma equipa passa por estabelecer objetivos claros e conduzir as avaliações de performance com atenção que merecem, especialmente quando estas têm um impacto real na atribuição de compensações.

Passar algum tempo com cada membros da equipa de forma a estabelecer objetivos com significado para cada elemento, de acordo com as suas áreas de especialização e interesse.  Criar uma grelha em que são alinhados os objetivos individuais com os objetivos mais importantes para a empresa.

É importante estabelecer claras metas dentro de 3 áreas: pessoas, projetos e lucro. Em cada uma destas áreas deve existir responsabilização, ajudando a empresa a crescer, e cada colaborador deve utilizar as suas capacidades para o seu desenvolvimento pessoal, estabelecendo objetivos de acordo com os seus interesses pessoais, com aquilo que mais o estimula e interessa.

Premiar uma boa performance.

Gestores e recursos humanos devem ter um papel, apoiando e premiando. Vamos ver algumas formas de distribuir incentivos.

  1. Prémios de carreira: Trata-se de prémios que recompensam o número de anos ao serviço ada empresa. Podem ser monetários, um presente ou algum tempo extra de férias. Importa reconhecer a dedicação ao longo do tempo.
  2. Programas de reconhecimento: Estes programas são criados baseados na nomeação dos colegas, que devem fornecer informação aos recursos humanos ou ao gestor, de como aquele colaborador merece reconhecimento. Com um software de Recursos Humanos esta tarefas são simplificadas, permitindo toda uma avaliação, valorizando e fidelizando os colaboradores.  Identificando rapidamente o perfil ideal para cada cargo, posto ou missão.
  3. Bonus de performance: É a recompensa mais comum, após a avaliação anual ou bianual, depois da avaliação de performance.
  4. Partilha de lucros ou ações: Outra forma de recompensar os colaboradores, passa por distribuir parte dos lucros em compensação financeira ou através de ações. Funciona como um incentivo ao trabalho de equipa para o sucesso da empresa, levando a que cada colaborador

Encontrar um sistema adequado a cada empresa.

É fundamental encontrar os incentivos adequados a cada empresa, e estabelecer objetivos que sejam realistas e inspiradores, uma combinação que nem sempre fácil de alcançar. No acompanhamento do desenvolvimento dos colaboradores faz sentido ter uma revisão mensal dos objetivos concretizados, de forma a tornar a avaliação sobre a performance anual, mais simples e correta.

 

 

 

Recursos Humanos

Experiência de voluntariado: um elemento valorizado pelas empresas

Embora em Portugal a prática de voluntariado não esteja tão disseminada como em outros países,  os empregadores começam a valorizar de forma especial este elemento.

Estima-se que em apenas cerca de 30% dos currículos constem alusões a experiências de voluntariado, embora cerca de 80% dos empregadores valorize este dado. A maioria dos candidatos não se apercebem da importância desta informação e não incluem no seu currículo, seja por não considerarem relevante ou por sentirem que esta é uma informação do foro pessoal, sem relevância para o empregador.

Resultados de um inquérito nos Estados Unidos.

Um inquérito nos Estados Unidos demonstrou que o voluntariado é visto como uma importante ferramenta de desenvolvimento pessoal. Mais de 90% considerou que a experiência de voluntariado influenciava positivamente a capacidade de trabalho, e cerca de 80% afirmaram poder aceitar pequenas falhas num currículo quando o voluntariado está presente.

No geral mostravam um maior pendor para contratar estes candidatos e consideravam que a capacidade de liderança e de sucesso estavam mais presentes nestas pessoas. Trabalho em regime de voluntariado transmite ética e sensibilidade, uma mais valia para qualquer empresa.

Software de Recursos Humanos, recrutar e acompanhar.

As empresas procuram recrutar candidatos que se insiram na cultura de empresa, personalidade, soft skills e o voluntariado insere-se nestas categorias.

Com um software de Recursos Humanos   consigam uma gestão contratual e um acompanhamento do histórico do colaborador, acompanhando de preto as necessidades de formação e desenvolvimento da suas qualificações.

São cada vez mais as empresas que criam os seus próprios programas ou que participam apoiando projetos já existentes. Uma forma de proporcionar a experiência de voluntariado integrada no local de trabalho e de construir uma imagem positiva para a empresa.

 

 

 

 

Recursos Humanos

Fortalecer as relações de equipa

Cada vez mais, os especialistas em gestão de equipas reconhecem a importância das emoções para a motivação e desenvolvimento do trabalho em grupo. Dentro da gama de emoções, a gratidão é um sentimento fundamental para estabelecer ligações emocionais.

A gratidão é um sentimento com enorme potencial construtivo, e por isso há quem escreva diários de gratidão ou simplesmente tenha o habito de repetir uma lista diária como forma de reflexão sobre o que corre bem,  e como forma de manter uma visão positiva perante o futuro.

Atividades solidárias em grupo.

Nesta época festiva, as empresas investem em alguns momentos em equipa, mas a experiência de partilhar tarefas solidárias, em regime de voluntariado, fará mais pelo sentimento de grupo, que simplesmente um jantar de Natal ou uma doação para uma causa selecionada pela empresa.

Somos seres profundamente sociais, mesmo os mais introvertidos sentem a motivação para cooperar e desejar fazer parte da equipa. Trabalhar com uma equipa causa emoções positivas, e trabalhar em continuidade com esse grupo torna-se gradualmente mais agradável com o estabelecimento de laços emocionais.

Dificuldades na construção do espirito de equipa.

Ambientes com muito stress podem interromper esta dinâmica positiva, à medida que surgem problemas e dificuldades. As novas tecnologias trouxeram facilidades de comunicação mas também assistimos por vezes a uma forma de isolamento nas empresas.  Um colaborador pode passar o dia a comunicar por e-mail e chats com outros colaboradores, sem que exista grande interação social.

A geração chamada de millennial é fortemente motivada pelo sentimento de propósito, de que o trabalho que estão a desenvolver contribui de uma forma transformadora para o melhoramento da sociedade.

Um software de Recursos Humanos.

Promover a coesão da equipa, é algo que deve preocupar o departamento de Recursos Humanos, e um software permite acompanhar a evolução da equipa e promover a sua convivência harmoniosa.  Sage desenvolveu software adaptado às diferentes necessidades das empresas com Sage PessoalPlus, Sage 100c Recursos Humanos, Sage X3 People.

Um software de Recursos Humanos permite um acompanhamento do desempenho, formação, acompanhar reorganizações na empresa, desenvolvendo o capital humano.