A navegar na categoria

Recursos Humanos

Recursos Humanos

A importância do mentor para as equipas

Num mundo que é altamente competitivo, global e em constante transformação e em que tudo sobre negócios se rege pelo lucro e rentabilidade, tem-se tornado prática comum ter programas de mentoria nas empresas.

Quais podem ser as vantagens de implementar um destes programas na vossa empresa?

  • O crescimento acelera.

    Ter um programa que oriente os novos talentos da empresa vai trazer-lhes a oportunidade de se integrarem e relacionarem mais com toda a equipa, bem como a hipótese de aprenderem com quem já trabalha no setor há mais tempo.

  • Recrutar e manter os melhores talentos.

    Não proporcionar aos colaboradores uma boa experiência de integração pode ser fatal, caso os queiram manter na vossa empresa a longo prazo. Oferecer um programa de mentoria pode ser a chave para atrair e reter os melhores colaboradores. Os melhores talentos são, cada vez mais, emergentes de uma nova geração: é importante ajustar os objetivos corporativos e a cultura da empresa para os cativarem.

  • Aprender com os mais novos.

    Os programas de orientação não são apenas num sentido: do mentor para os novos colaboradores. Estes também trazem novas experiências e mais valias para quem já está no mercado há muito tempo, como toda uma nova perspetiva sobre o setor.

  • Vantagens para todos.

    Os pontos positivos deste tipo de programa são amplos e envolvem toda a equipa. Trabalham a autoconfiança do mentor, bem como as suas capacidades de comunicação, e implicam uma compreensão da cultura da empresa por parte dos novos talentos. A partilha de conhecimentos e de experiências tem impacto na auto-estima de todos e no sentimento de satisfação no trabalho: demonstra, também, uma vontade por parte da empresa de investir a longo prazo na carreira dos novos colaboradores.

  • Benefícios para quem gere.

    Muitos são os líderes de empresas que não se escusam a receber conselhos de outros empresários mais experientes. Tomar decisões em prol da empresa é uma tarefa de responsabilidade e quanto mais ajuda puderem ter, melhor!

Recorram a software de gestão dos recursos humanos, para que possam ganhar tempo para investir na vossa equipa de colaboradores e em novos programas que os mantenham sempre motivados.

Recursos Humanos

Recursos Humanos: um fator crítico para o sucesso

Já repararam, certamente, que é raro alguém do departamento de recursos humanos ser o braço direito do líder da empresa. Mas isso pode não ser benéfico para o negócio: contamos algumas razões que justificam porque se deve valorizar cada vez mais este departamento.

Trabalham para contratar os melhores.

Contratar é um processo moroso e complexo. É, também, um dos setores em que as empresas menos são eficientes e mais gastam dinheiro. O truque, diz quem gere departamentos de recursos humanos, é não contratar da forma mais rápida e barata possível, mas investir, antes, na contratação da melhor pessoa para o lugar. O setor que contrata está mais concentrado no desempenho dos novos colaboradores do que nos custos e benefícios do processo de recrutamento.

Foco na integração dos novos recursos.

Uma das responsabilidades deste departamento é garantir que os colaboradores estão bem integrados no escritório e na cultura da empresa. Esta integração é atingida através de fatores como reconhecimento, compensações ou equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. Neste sentido, as equipas dos recursos humanos estão sempre à procura de novos programas de incentivo e reconhecimento dos colaboradores, enquadrados nas estratégias de integração.

Ideias que levam o negócio para a frente.

A equipa de recursos humanos tem uma perspetiva única da empresa e das pessoas que lá trabalham, o que os coloca numa posição de poderem contribuir para as decisões importantes relativas ao negócio. Se tudo funcionar como previsto, este departamento terá um noção muito própria do talento e de como os colaboradores trabalham, Motivar, reconhecer e integrar os colaboradores tem um impacto grande nas empresas. Escolham o software de gestão dos recursos humanos para ganharem mais tempo para manterem a vossa equipa motivada.

Recursos Humanos

8 segredos para ter uma equipa unida

Ter uma equipa motivada e unida exige empenho e dedicação: quem gere a equipa deve saber criar um equilíbrio entre as pressões que os clientes fazem e o tempo que os colaboradores necessitam para levar o trabalho a bom termo. A vossa equipa deve sentir que faz parte da cultura da empresa e que os seus objetivos pessoais estão integrados nas metas da empresa. Conheçam algumas dicas para promoverem a união dentro da vossa equipa!

Transparência.

Quem lidera uma equipa deve tratar todos os elementos com respeito, mas nem sempre lhes vão poder dizer aquilo que querem ouvir. Nunca vão conseguir agradar a todos, por isso mais vale serem sempre transparentes e dizerem tudo de forma clara e inequívoca.

Reconhecimento.

É fundamental saberem reconhecer os esforços dos vossos colaboradores, individualmente e em equipa. Como fazer esse reconhecimento? Não há nada como uma conversa de feedback em relação a determinado projeto em que sentem que devem valorizar o trabalho feito. Outra possibilidade é dar os créditos aos vossos colaboradores perante os clientes. E claro, sempre que possível, recompensá-los financeiramente.

Delegar.

Das tarefas mais difíceis para um líder: aprender a delegar. Colocarem algumas responsabilidade sobre os ombros da vossa equipa passará um sentimento de confiança no trabalho deles. É mais uma forma de reconhecer que apreciam o trabalho de alguém e que confiam nele para voos mais altos. Claro que, do ponto de vista empresarial, estarão a dar um passo importante na otimização do processo produtivo: a centralização de tarefas numa única pessoa raramente traz benefícios para a empresa.

Cultura organizacional.

Infelizmente, na correria que é o dia a dia nas empresas, raros são os colaboradores que conhecem e se identificam com a cultura da organização para a qual trabalham. Ao não estarem familiarizados com os valores, missão e visão da marca que representam, será mais difícil para os colaboradores serem produtivos.

Criar desafios.

Ter projetos desafiantes é muito importante para o crescimento dos negócios e para a união entre os colaboradores, que juntam esforços para dar resposta aos desafios. Ao mesmo tempo, estarão a puxar para que desenvolvam novas competências.

Inovar.

Se se depararem com uma situação mais complicada e sem resolução à vista, peçam ajuda  à vossa equipa. Permitam que participem na procura de uma solução para o problema que enfrentam. Motivem-nos a pensar para lá do que é comum.

Capital humano.

Se quiserem ter uma equipa de alto desempenho, vão ter que investir nos colaboradores. Os recursos humanos são dos principais ativos de qualquer empresa, uma vez que trazem capital intelectual e mais valias para a organização. São quem faz a diferença para os concorrentes. Investir no capital humano é, também, uma forma de obter melhores resultados. Optem por uma solução de gestão que vos permita ter tudo em dia no que aos recursos humanos diz respeito.

Flexibilidade.

Um líder deve ser flexível, uma vez que lida com muitas personalidades diferentes. Saber ouvir, entender e conhecer cada um dos colaboradores são grandes desafios para quem gere equipas, mas que afetam diretamente a relação do líder com os colaboradores. A comunicação entre todos é fundamental para a harmonia entre a equipa.

Recursos Humanos

Investir na equipa: 3 motivos para o fazer

Um dos recursos mais preciosos de uma empresa é a equipa de colaboradores. Poderem contar com colaboradores motivados e qualificados é meio caminho andado para o sucesso do vosso negócio. Se este motivo não é suficiente para vos convencer de que devem investir  na qualificação dos vossos colaboradores, deixamos mais três que vão querer anotar.

Quais as vantagens para a empresa?

  • Incentivar o entrosamento da equipa. Todos queremos ter aquela equipa que veste a camisola da empresa e dá o litro todos os dias. Se valorizam a vossa equipa de trabalho e investem em formações para potenciar e maximizar as suas capacidades, os colaboradores vão sentir-se integrados.
  • Definir objetivos e progredir em produtividade. Investir na qualificação do vosso grupo de colaboradores significa investir em produtividade. Seja qual for o vosso tipo de negócio terão, certamente, metas e objetivos a cumprir. Para dar resposta, precisam de ter a equipa sincronizada e devidamente treinada.
  • Promover a colaboração e elevar o nível em relação à concorrência. Promovam, também, a ambição dentro da vossa equipa, mas não de forma a que compitam entre si. O ideal é que os colaboradores tenham as mesmas metas e que unam esforços para as atingir. O negócio só sai a ganhar se viver dentro de um ambiente de colaboração. Esta competitividade interna terá resultados positivos no mercado.

Pensem mais nas pessoas que trabalham lado a lado convosco e menos nos processos: tenham toda a ajuda de que precisam com as soluções de gestão de pessoas!

Recursos Humanos

Para a melhor performance das equipas

Frequentemente, o trabalho pode tornar-se frustrante, ao invés de realizar as pessoas profissionalmente. Esta falta de motivação pode, obviamente, afetar a produtividade dos trabalhadores! Mas existem estratégias que as empresas podem implementar para incrementar o envolvimento e a motivação dos colaboradores em relação ao trabalho e que, na maior parte das vezes, significa apenas pequenas mudanças.

  • Para muitos, o trabalho tornou-se rotina. Mas é fundamental continuar à procura de novos processos e formas de desempenhar as tarefas e não se cingirem aos sistemas e procedimentos implementados: perguntem-se frequentemente porque é que fazem as coisas de determinada forma e investiguem se existe um melhor processo para o desempenho das vossas funções!
  • Não deixem de vincar a vossa personalidade e identidade no local de trabalho! Seja através da maneira de se vestirem, ou como decoram a vossa secretária, isso reflete o vosso caráter e faz-vos sentir em casa. Levem para o escritório tudo o que vos faça sentir mais autênticos e alinhados com aquilo que são fora do trabalho.
  • Façam valer a vossa opinião. Não concordem com os vossos colegas só porque preferem evitar um confronto de ideias: dêem sempre voz ao vosso pensamento, ainda que vá contra o que diz a maioria! Se sentirem que alguém está a fazer algo de forma errada, digam-no de forma sincera e ofereçam a vossa perspetiva.
  • Reconheçam o vosso valor. Questionem-se sobre as mais valias que os vossos talentos trazem à empresa e recorram a eles mais vezes! Pensem no que vos torna num colaborador único e assegurem que a vossa individualidade sobressai no local de trabalho. Ao mesmo tempo, procurem identificar oportunidades para aprenderem e expandirem as vossas capacidades.

Para manterem os vossos colaboradores motivados e envolvidos, não deixem que eles se conformem! Incentivem-nos a procurar novas formas de trabalhar, a serem mais autênticos no trabalho, a desafiarem-se e a garantir que os seus talentos se refletem no dia a dia laboral. Pensem mais nas pessoas e menos nos processos: para isso, contem com a ajuda das soluções Sage para a gestão de pessoas!