A navegar na categoria

Sage Faturação

Sage Faturação

Tracem o percurso de compra do vosso cliente para chegarem à meta de vendas

O que é planeamento de percurso do cliente? É o desenho do caminho e fases que uma persona pode percorrer. Deve ser fundamento com informação clara e conhecimento das práticas dos vossos clientes, para gerar uma compreensão completa das necessidades dos mesmos. Vamos explorar quais os benefícios que este planeamento pode trazer.

Uma análise do percurso do cliente no vosso negócio oferece muitas visões. Vão saber quais são os problemas do cliente durante o processo de compra, quais os pontos de contato que tendem a enfraquecer a operação e quais são as informações indispensáveis para o cliente, por exemplo. Assim, podem criar um percurso ideal, que almeje chegar ao cliente certo, à hora certa, através do canal certo, com o produto certo ou com o conteúdo certo.

Comecem por estabelecer a persona – uma representação de vários tipos de clientes, através da análise de dados reais, com o objetivo de compreender padrões de compra. De seguida, examinem os seguintes fatores:

  • Considerem o tipo de fases que essa persona atravessa durante a interação com o vosso negócio.
  • Estudem os seus raciocínios, expetativas e ações, com quem canais interagem e onde se mantém ativos.
  • Procurem contribuições de todas as equipas que interajam com clientes, para além de atendimento e incluindo especialistas de produto, por exemplo.
  • Considerem todos os canais de venda ou atendimento pelos quais o cliente pode passar. Infelizmente, o processo de compra pode fragilizar-se quando o cliente transita entre canais. Esforcem-se para que a experiência de compra seja una, fácil e sem percalços.

Sage Faturação é o próximo passo para apoiar e potenciar o crescimento do vosso negócio. Tracem o plano de ataque para o futuro, com acesso a gestão de inventário, de vendas e de fornecedores, para fortalecer o percurso ideal do vosso cliente comum.

 

Sage Faturação

Como faturar de forma inteligente e aumentar o vosso fluxo de caixa

Todos os negócios começam com um entusiasmo pela existência de clientes dispostos a pagar pelo nosso serviço. Nem sempre prevemos as demoras que a faturação pode levar ou as dificuldades que se podem levantar. Muito rapidamente, pode ser o vosso fluxo de caixa a sofrer. Vamos descobrir como fazer a faturação mais inteligente.

  1. Deixem claras as condições antes de aceitarem o trabalho

Idealmente, antes de aceitarem qualquer trabalho, devem ter estabelecidos os vossos termos e condições. Esclareçam o formato e tipos de pagamentos e a data em que devem ser efetuados, assim como benefícios para pagamentos antecipados e multas para pagamentos atrasados. Estabeleçam normas de que todos tenham conhecimento.

  1. Encurtem os vossos prazos de pagamento

Os pagamentos estendidos a 30 dias são hábitos da época em que eram feitos através de cheques. Com o advento dos pagamentos eletrónicos, o prazo de 30 dias também se tornou obsoleto. Para negócios na indústria dos serviços, pagamentos com prazos de sete dias são comuns. Considerem como exceção à regra os clientes do Estado, pois os pagamentos podem exigir mais burocracia.

  1. Descubram o melhor momento para cobrar

O pagamento ideal é imediato mas, infelizmente, nem sempre acontece. Há estudos que revelam que apenas 18% de faturas são pagas quando ultrapassam os 90 dias após o envio. Há que usar a vossa astúcia. Optem por faturar os vossos clientes ao fim-de-semana, quando recebem menos e-mails; enviem faturas em fornadas pois é mais prático; durante a semana, os momentos ideais para faturar são antes e depois da hora de almoço de terça-feira.

No entanto, o melhor momento para faturar os vossos clientes pode ser indicado pelos próprios; indaguem sobre o seu ciclo de pagamentos para coincidir com a altura em que faturam.

  1. Não permitam crédito

Caso seja necessário, peçam depósitos ao cliente para poderem pagar ao intermediário de cujo trabalho precisam terminar o vosso. Mas não financiem despensas que são da responsabilidade do cliente.

  1. Automatizem ao máximo

Optem por soluções de faturação Sage que vos trarão segurança e automatização. Agilizem a faturação, além da gestão de stock e orçamentos. Por um período limitado de tempo, aproveitem os descontos neste tipo de serviços!

 

Sage Faturação

Como criar o melhor valor para o vosso melhor cliente

Negócios são feitos para lucrar. É natural procurarem sempre novas alternativas para potenciar o vosso lucro. No entanto, nem sempre maior volume de vendas vos trará mais lucro. Por vezes, o lucro máximo está mesmo à vossa frente.

A chave está naquilo que oferecem e a quem. O princípio Pareto estabelece a proporção de 80-20, no vosso negócio, ou seja, que 80% da vossa receita vem de apenas 20% da vossa oferta. Podemos aplicar com sucesso a mesma norma aos vossos clientes e aos vossos preços.

20% dos vossos clientes com maiores gastos pagarão quatro vezes mais que os restantes e os 4%, 16 vezes mais. Compreender estas linhas de investimento pode ter grande impacto nos vossos resultados.

As melhores formas de cobrar mais aos vossos melhores clientes passam por vendas adicionais. Logo após a venda inicial, o cliente está aberto a receber uma sugestão de outro produto que pode completar a venda inicial, a um preço mais em conta.

No caso de produtos de uso recorrente, um modelo de assinatura é uma mais valia para o vosso negócio. Assim, os vossos clientes ganham em conveniência e em valor, ao escolherem uma subscrição, e o vosso negócio ganha receita mensal recorrente e aumenta os valores de longevidade de cliente.

Equacionem experiências VIP, para que os vossos melhores clientes tenham a melhor experiência que o vosso negócio pode proporcionar. Os vossos melhores clientes procurarão também soluções que lhes concedam estatuto. Por isso, tenham ofertas especiais para quem procura a sensação de fazer parte do vosso clube privado.

O vosso objetivo tem que ser oferecer a melhor e mais completa solução aos vossos clientes, para nunca deixarem lucro potencial para trás. Apostem numa solução Sage Faturação, um software certificado para vos ajudar a agilizar os processos mecanizados do melhor potencial do vosso negócio. O estudo dos relatórios de vendas facultados por esta solução Sage levar-vos-ão a faturar ao vosso melhor potencial.  Não deixem de aproveitar um desconto de 25% na compra destas soluções Sage, até 13 de dezembro.

 

Sage Faturação

A SoundCloud demorou quatro anos a permitir aos músicos tornar o seu trabalho rentabilizável

Para qualquer músico que se preze com presença online, SoundCloud é um nome muito familiar. A rede social criada em 2007 oferece uma plataforma para se partilhar músicas originais mas a sua evolução nem sempre ocorreu a uma velocidade do século XXI. Dez anos após o seu lançamento, a plataforma finalmente permitiu a rentabilização de conteúdos independentes.

A SoundCloud ofereceu diferentes produtos ao longo do tempo. O SoundCloud Go, para ouvintes, desbloqueava conteúdo licenciado, permitindo também uso offline, livre de anúncios, enquanto que o SoundCloud Pro era um serviço de subscrição para criadores, que permitia a publicação de mais músicas ainda, na plataforma, além de mais controlos de conteúdo e análises avançadas.

A partir de agora, músicos maiores de 18 anos, que paguem a comissão da SoundCloud por publicar as suas músicas originais e que obtenham 5 000 streams mensalmente, podem aderir ao programa SoundCloud Premier. A plataforma afirma que esta partilha de receitas ultrapassa a de qualquer outro serviço de streaming, apesar de não especificar valores.

Com isto, a Soundcloud pretende aumentar o seu conjunto de 20 milhões de artistas, aproveitar a sua presença para impulsionar o número de streams de músicas e pintar o site com conteúdo exclusivo que atraia ouvintes.

Mas vamos dar um passo atrás. Há um ano, a SoundCloud viu-se obrigada a reunir 170 mil milhões de dólares para evitar falência, após ter despedido 40% da sua equipa. Apesar deste revés, a dinâmica do mercado parecia estar do lado da plataforma, uma vez que, ultimamente, o rap underground, característico da SoundCloud, está a receber muita atenção.

Infelizmente, o processo lento da SoundCloud permitiu que os seus concorrentes a ultrapassassem. A Youtube Music lançou em junho um serviço de streaming com um catálogo combinando nomes de grandes editoras e conteúdo carregado por utilizadores. Por outro lado, em setembro, a Spotify passou a possibilitar que artistas independentes passem a carregar as suas músicas diretamente na plataforma.

Surgiu ainda um novo tipo de competição. Serviços de distribuição de licenciamento, como a Dubset, facilitam que as grandes aplicações de streaming publiquem remixes, DJ sets e versões ao vivo – possibilidades que apenas costumavam estar disponíveis na SoundCloud.

Ao adiar a migração do seu serviço para um formato pago e ao demorar a valorizar a sua principal força, o seu conteúdo gerado por artistas independentes, a SoundCloud permitiu que a concorrência à sua volta ocupasse os lugares onde anteriormente marcava a diferença.

Para qualquer tipo de atividade, é ideal que identifiquem o mais cedo possível a vossa característica diferenciadora. Aí, encontram o vosso valor mais importante e podem começar a rentabilizá-lo. Daí em diante, a faturação será o processo mais fácil e podem simplificá-lo ainda mais com uma solução Sage.