Gestão de Pessoas Recursos Humanos

Como criar equipas criativas

A inovação nunca foi tão determinante como hoje em dia, no contributo para o sucesso ou fracasso de um projeto. Gestores questionam-se sobre os fatores que afetam a inovação e como potenciar o surgimento de novas ideias

Perfil psicológico dos inovadores.

Tradicionalmente os gestores associam a criatividade a pessoas energéticas e dinâmicas. Longas pesquisas vieram desmontar esta ideia do criativo com uma personalidade expansiva, mas na verdade a maioria dos criativos são pessoas amáveis e modestas. Algumas delas poderiam mesmo ser caraterizadas como introvertidas.

Motivação intrínseca: um elemento transformador.

A motivação intrínseca é fundamental. Quantas vezes assistimos a casos de colaboradores que parecem pouco criativos numa empresa, e ao mudarem de funções ou de empresa, começam a evidenciar a sua criatividade?

As ideias não surgem num vazio, são respostas a problemas. Um primeiro passo na criação de equipas criativas, passa por recrutar colaboradores interessados na resolução dos problemas que a empresa enfrenta e que sintam um envolvimento emocional com o tema.

Promover um ambiente são.

Um estudo da Google sobre o que torna as equipas mais criativas teve dificuldade em encontrar padrões que permitissem determinar o sucesso. A liberdade de expressão de opiniões, sem receio de represálias, foi o único fator identificável presente em todos os casos.

Um ambiente mais saudável no centro da equipa, promove a capacidade de aprendizagem e o descobrir de soluções criativas.

Um outro estudo realizado pelo MIT, descobriu que as equipas em que todos os elementos participam em grau semelhante, alcançam melhor resultados que as dominadas por um ou dois elementos criativos.

Criar equipas com diversidade.

A tendência na contratação geralmente leva à seleção de pessoas com as quais o recrutador sente empatia e com os quais encontra semelhanças de personalidade. Selecionar pessoas com quem temos coisas em comum pode ser ótimo para uma atmosfera de camaradagem, mas não contribui para a inovação.

As equipas com elementos diferentes entre si, são mais inteligentes e observadoras. Retiram informação diferenciada, de acordo com a sua personalidade. As tensões são elemento natural no processo criativo e numa equipa demasiado homogénea as tensões são eliminadas.

Valorizar o trabalho de equipa.

Para valorizarmos o trabalho de equipa, é importante conseguir realizar um bom acompanhamento. O software da Sage de Recursos Humanos Sage X3 People auxilia as empresas no acompanhamento de equipas, seja através de uma politica de formação, melhorando a gestão de talentos ou identificando o colaborador certo para cada função.

Em conclusão podemos afirmar que as melhores equipas não dependem de um elemento brilhante, mas da colaboração entre diferentes elementos.  Há que identificar o talento dentro de cada empresa, oferecendo condições para o seu crescimento, e aceitando que por vezes são os colaboradores mais discretos que trazem os contributos mais importantes.

 

 

.

 

 

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário