Browsing Tag

Dados

Sage One

O vosso negócio tem o tamanho certo para Business Intelligence

Todos os negócios acumulam dados financeiros. Estes dados oferecem-vos uma vantagem inestimável em termos estratégicos e de gestão. Mas primeiro devem ganhar acesso a essa informação de forma rápida e apta para consumo e aplicação direta no vosso negócio!

Business Intelligence é o conceito de tratamento de dados, até chegarem ao formato mais intuitivo e acessível. Hoje em dia, esta tecnologia está disponível para todos os negócios de todas as dimensões. Incluindo pequenas e média empresas.

Visualizar dados em tempo real

Uma das maiores vantagens de business intelligence é permitir a análise de dados em tempo real, através de representações gráficas. Este tipo de apresentação tende a ser mais compreensível, em oposição a números puros e duros.

Apenas de relance, podem ganhar um conhecimento mais completo das finanças da vossa empresa e partilhá-lo sempre que necessário, pois está sempre acessível. Ao agregar dados de vários departamentos do vosso negócio pode permitir um melhor fluxo de informação e compreensão de trabalhos.

Antecipação de problemas

Podem também antever tendências ou questões que estejam a ganhar impulso e tomar providências, de acordo com essa informação privilegiada.

Compreensão prática e atual do vosso relatório de vendas é o primeiro benefício. Podem também cruzar informação de vendas mais facilmente com informação de satisfação de cliente, por exemplo, e alcançar conclusões rapidamente, ganhando tempo para implementar alterações.

As possibilidades não acabam aqui

O futuro está nas vossas mãos. Caso queiram informações em tempo real sobre lucros do vosso negócio, fluxo de caixa ou devedores, podem ter acesso imediato a elas. Business Intelligence adapta-se às vossas necessidades.

 

Sage Faturação

BStrong: Centralização e proteção de dados pessoais, numa cadeia de lojas nacional

Concebida a pensar nos sneakers addicts, a BStrong lançou quatro marcas próprias diferentes, além de ter celebrado parcerias com muitas das principais marcas da área, como a Nike, Adidas e Converse. Desde a sua fundação em 2013, abriram uma loja online e 14 lojas físicas, de norte a sul do país. Em 2018, centralizaram com sucesso os dados com o apoio da Sage.

Para responder em conformidade das alterações introduzidas no Regulamento Geral de Proteção de Dados e garantir a segurança dos dados da empresa, a Emocion Sport/BStrong implementou a solução Sage 50cloud Loja, com o apoio da Samsys. A migração desenvolvida, da solução Sage Retail para a solução Sage 50cloud Loja, permitiu a integração da faturação com o servidor online.

Este desafio passou pelos seguintes passos: executar a migração da aplicação o mais depressa possível; reestruturar a aplicação ao nível das empresas e utilizadores; garantir o acesso de cada utilizador aos computadores; e verificar o funcionamento de impressão e etiquetagem, assim como posterior instalação nos novos servidores. O processo, que levou três meses, passou pela configuração do modo offline da rede do terminal service; dessa forma, no caso de indisponibilidade de acesso ao servidor, o posto pode trabalhar nesse estado para integração da faturação com o servidor online.

A intervenção da Sage prendeu-se com a sensibilidade de uma migração de quatro empresas e 18 lojas, que ocorreu entre junho e início de agosto de 2018. Os maiores desafios passaram pela identificação de perfis de acesso a dados pessoais; identificação de campos pessoais; facultar uma funcionalidade de esquecimento para que um cliente possa ser eliminado da base de dados; gestão de consentimento de dados pessoais; e lançamento de formulários para o mesmo.

Por fim, para centralizar o acesso à informação e controlar os acessos de várias lojas, a solução surgiu no formato de um sistema de VPN, entre as várias localizações, impossibilitando acessos não permitidos.

Contabilidade

A Inteligência Artificial veio para ficar. E para ajudar a área da contabilidade!

Os contabilistas depositam a sua esperança no futuro. De acordo com o estudo da Sage, “Practice of Now 2018”, que inquiriu mais de 3 000 contabilistas, 66% dos profissionais investiriam em Inteligência Artificial (IA), se automatizasse tarefas repetitivas e demoradas.

83% dos inquiridos indicaram que os seus clientes esperam mais deles do que há dois anos e que 42% dos clientes buscam conselhos de negócios. A relação dos contabilistas com os seus clientes está a mudar. A comunicação com os clientes já não se restringe às épocas fiscais típicas do ano. Nem aos assuntos típicos.

Conhecer a fundo os negócios dos clientes é a forma ideal de compreender os seus objetivos e apresentar o melhor serviço. Por isso, há que automatizar as tarefas mais burocráticas, com o intuito de ganhar tempo para apostar criativamente em novos serviços a oferecer.

O futuro da tecnologia tem um impacto prático na nossa vida profissional, que não devemos temer. Na realidade, já há meio século que o mundo da contabilidade evoluiu lado a lado da tecnologia e, hoje em dia, a IA já está enraizada na nossa vida e nos serviços que utilizamos.

Os serviços de correio eletrónico prevêem a quem queremos enviar o e-mail em mãos, com base nos e-mails passados que já enviámos repetidamente para o mesmo endereço. Também nos relembram, antes de permitir que enviemos o e-mail, que escrevemos “em anexo”, apesar de ainda não termos anexado nenhum documento.

Conciliação bancária é o exemplo mais familiar para contabilistas, pois já tende a estar presente em softwares de contabilidade. O trabalho de fazer corresponder a informação em contas do negócio do cliente com as transações e operações na conta bancária é aliviado com o contributo de IA, reduzindo o tempo investido neste tipo de tarefa.

Agilizem os processos do vosso escritório de contabilidade e inovem a vossa relação com os vossos clientes. Aproveitem o desconto de 25% na solução Sage for Accountants, até ao dia 13 de dezembro!

Sage Enterprise Management

Como os dados analíticos podem aumentar a produtividade do vosso negócio

O percurso de um produto desde a produção até à sua venda deve estar perfeitamente otimizado, para que a empresa consiga alcançar o máximo benefício. A recolha e tratamento de dados analíticos representam um importante contributo para este objetivo.

As novas tecnologias e a globalização da economia modernizaram o negócio de distribuição e vendas. Surgiu a exigência de a produtividade ser máxima e a reação dos produtores ser imediata. Por sua vez, a via online aproximou o grossista do consmidor, com a exclusão do distribuidor. A principal meta hoje em dia é  alcançar a lealdade do consumidor, num mercado muito competitivo, com empresas gigantes como, entre outras, a Amazon.

Tecnologias disponíveis

A maior desafio que se coloca aos distribuidores e vendedores é a redução de custos, sem descurar a relação com o consumidor. A otimização de processos permite essa combinação perfeita entre estes dois campos.

O recurso a um software de Enterprise Resource Planning, ou ERP, será a aposta mais segura para controlar todas as operações, como compras, faturação e gestão de redes de fornecimento. O ideal será utilizar um ERP com funções integradas de negócios.

A Sage disponibiliza softwares de ERP para que possam realizar uma análise dos vossos processos e dados, o que constitui a chave para o crescimento do negócio. Alcancem uma gestão harmoniosa da cadeia de abastecimento, além de contabilidade, gestão de produção e de pessoal, todas elas ferramentas para que o vosso negócio se mantenha no caminho certo.

Os benefícios das tecnologias de ERP integradas

Ao uso de um ERP, pode juntar-se um Customer Relationship Management (CRM) que estudará dados de venda e de interação com o cliente. Os líderes de mercado utilizam estes sistemas integrados três vezes mais que os seus competidores.  Um portal que centraliza e sincroniza dados de clientes e da rede de fornecimento permite uma compreensão mais completa e imediata dos vossos consumidores.

Os benefícios das análises preditivas

Estudos demonstram que um acesso facilitado a dados traz melhores análises e decisões mais acertadas. Sem surpresa, encontramos de novo, nos líderes de mercado, clientes mais leais aos produtos de ERP integrados. A análise em tempo real é ideal para a correta gestão logística e de fluxo de trabalho. Os dados fornecidos por estes sistemas podem até inspirar novas metodologias. A Amazon lançou uma patente de “envios antecipados”, em que começa a enviar encomendas antes do cliente as comprar, com base na confiança de que conhece as necessidades do consumidor.

Análises preditivas potenciam a comunicação entre distribuidores e retalhistas, ao permitir, por exemplo, a previsão de vendas futuras. Esta colaboração entre departamentos é característica em negócios de sucesso. A partilha de dados traz um serviço melhorado, redução de custos e aumento de lucros.

Recursos Humanos RGPD

Como fazer o tratamento de salários e cumprir com o RGPD

O Regulamento Geral de Proteção de Dados entrou em vigor no passado dia 25 de Maio, trazendo alterações em relação ao tratamento de dados pelas empresas, nomeadamente no processamento de salários. Hoje vamos dedicar o artigo a esse tema, esclarecendo qual o impacto que o RGPD terá no processamento de salários.

A segurança e a sua gestão.

Uma das obrigações do RGPD é a de implementar medidas técnicas e de organização que garantam a segurança dos servidores e de todo o espaço de armazenamento. Outro aspeto relevante no processamento de salários prende-se com a necessidade de garantir a confidencialidade dos dados recolhidos.

Os softwares de Recursos Humanos devem ter uma password para cada colaborador.

A Sage tem soluções de Recursos Humanos que permitem agilizar o processamento de salários, assegurando que o processo será rápido e de acordo com a legislação.

Dar resposta a pedidos.

Deve existir um procedimento para dar resposta aos pedidos de informação que possa fazer o registo do pedido e a resposta dada à questão. As soluções desenhadas de acordo com o RGPD incluem funcionalidades que permitem responder rapidamente aos pedidos e em simultâneo garantir a privacidade dos dados pessoais dos colaboradores. Pedidos de eliminação de dados ou de correção devem estar isolados e ser de fácil acesso pelo utilizador.

Controlar os horários de trabalho.

Se ainda controlam os horários de trabalho através de registos em papel, correm riscos desnecessários. Os colaboradores poderão ter fácil acesso a esta informação e comprometer a privacidade dos dados. A utilização de um software nesta situação simplifica imenso os processos e aumenta incomparavelmente a segurança dos dados. Também é a melhor forma de organizar e proteger dados como e-mails, baixas médicas ou pedidos de férias.

O RGPD chegou e as penalizações para empresas em incumprimento são elevadas. As empresas devem o mais rapidamente possível tentar corrigir e adaptar os seus processos internos às exigências do Regulamento.

Não terá que pedir aos seus colaboradores autorização para lhes processar os salários, mas se deixar um recibo em cima de uma secretária lembre-se que alguém poderá ter acesso a dados pessoais e por em risco a política de privacidade da sua empresa. Não arrisque e comece já a ver o software de recursos humanos que mais se ajusta à sua empresa!

 

 

Declaração de Isenção de Responsabilidade da Sage

A informação contida nestes artigos tem uma finalidade meramente informativa. Não é nem deve ser entendida como aconselhamento jurídico. Não queremos deixar de reforçar que nada substitui as diligências de averiguação aprofundada e de procura de aconselhamento jurídico pelos próprios clientes, caso não estejam seguros das implicações que o RGPD terá nas suas empresas. Apesar de termos envidado todos os esforços para que a informação fornecida nestes artigos seja correta e atualizada, a Sage não pode garantir o seu caráter exaustivo e exato, uma vez que a informação é facultada do mesmo modo que foi disponibilizada, sem quaisquer garantias expressas ou implícitas. A Sage não aceita qualquer responsabilidade por erros ou omissões e não será responsável por qualquer prejuízo (nomeadamente, prejuízo pela perda de clientela ou lucros cessantes) emergentes de contrato, responsabilidade civil ou outro devido à utilização ou confiança depositada nesta informação, ou devido a qualquer ato ou decisões tomadas em virtude da utilização desta informação.