Browsing Tag

Estratégia

Sage One

Como lidar com pedras no caminho

A vida está cheia de pedras no caminho. Por muito que nos esforcemos e trabalhemos e independentemente de quem sejamos, na vida, surgem sempre adversidades que nos apanham de surpresa e nos deixam muitas vezes para trás, a apanhar os cacos. É a verdade da condição humana!

Quando algo desafiante, ou até devastador, acontece, temos o poder e a flexibilidade de escolher como reagir. Investigadores na área do crescimento pós-traumático indicam cinco práticas para recuperar após um evento difícil.

  1. Aceitar a realidade

O que quer que seja que tenha acontecido não é justo. O primeiro passo que implica aceitar o que aconteceu passa pelos ensinamentos do movimento da plenitude mental. Ou seja, exige consciência da existência e autoaceitação, tanto do evento como as nossas reações ao evento. “Estou vivo! Tenho que lidar com isto.”

  1. Pedir ajuda a outras pessoas

Quando algo traumático nos acontece, é normal que não estejam preparados para lidar imediatamente com todas as consequências desse evento. Procurar apoio junto de pessoas que vos conhecem é a uma forma de encontrar um alívio momentâneo, antes de acionarem as ferramentas disponíveis para voltaram ao vosso equilíbrio pessoal.

  1. Estabelecer os pontos positivos e as possibilidades

Ao abrirmo-nos ao mundo e praticarmos otimismo sobre o mundo, ganhamos resiliência. É o resultado direto de encarar os desafios da vida com uma lógica de crescimento. Ideias como “mantém-te sempre positivo” são clichés reconhecidos por estudos científicos.

  1. Aprender lições

Encontrar o lado bom de algum erro ou injustiça é reconhecidamente o ponto de viragem, no processo de crescimento pós-traumático. Aprender as lições desse evento são úteis para lidarmos no futuro com situações semelhantes mas também para sabermos lidar melhor com aquilo que nos deparamos neste momento.

  1. Criar uma narrativa coerente do evento

Situar um evento traumático no contexto total da vossa vida ajuda a criar uma sensação de passado, presente e futuro. Permite-nos encontrar um significado mais profundo de significado da vida, apesar ou até devido a esse evento. Assim, a nossa resiliência ajuda-nos a compreender a trajetória de sucesso da nossa vida.

A melhor forma de lidarem com qualquer desafio que se atravesse no vosso caminho é treinando a vossa resistência e usando ferramentas da chamada mindfulness, incluindo a vossa rede de apoio. No entanto, uma rede de apoio não precisa de se cingir ao vosso grupo de amigos e pode incluir uma solução de faturação Sage One que será um investimento prático na faturação do vosso negócio.

 

Sage Enterprise Management

Como potenciar vendas na Black Friday – Parte 2

Na primeira parte, começámos uma análise dos passos que devem tomar para preparar a vossa loja em previsão da Black Friday. Aqui estão os últimos quatro passos a tomar.

 

  1. Comuniquem as vossas ofertas

O que nunca pode faltar é a comunicação das vossas promoções. Utilizem todos os canais ao vosso dispor. Tirem partido do potencial de alcance das redes socias e das vossas mailing lists, para comunicar as vossas ofertas.

 

Vão disputar a atenção dos vossos clientes com outras lojas. Por isso, nunca é cedo demais para começarem a planear os vossos anúncios de promoções. Assim, serão os primeiros na mente dos clientes, criando uma boa expectativa e assumindo lugar cativo no seu plano de compras.

 

  1. Tenham promoções relevantes

É imperativo que planeiem os vossos melhores descontos para anteciparem o vosso fornecimento e preverem vendas. Devem fazer todos os esforços possíveis para que possam responder às necessidades dos vossos clientes em época de corte de preço. Além disso, devem desenhar um plano de promoções específico para Black Friday, para que os vossos clientes reajam a descontos frescos, e utilizem alternativas quando não conseguem oferecer o melhor preço, como transportes grátis ou descontos em compras futuras.

 

  1. Não descurem o atendimento ao cliente

Preparem as vossas lojas físicas para os muitos clientes que vos vão visitar. Reforcem o número de colaboradores disponíveis, durante estes dias de grandes vendas, e assegurem a sua formação para que possam oferecer a melhor experiência de compra.

 

  1. Atentem ao vosso stock

Muitos clientes criam más impressões em grandes dias de vendas. A sua compra depende de stock que esgotou e só se vão lembrar de uma experiência frustrante. Antecipem grandes vendas e tenham na manga soluções várias para lidar com faltas de stock. Alinhem fornecedores alternativos, mesmo com preços menos atrativos.

 

Sage Enterprise Management permite uma preparação cuidada das vossas vendas, com gestão de produção e cadeia de abastecimento, além de análise de vendas após o facto. Oportunidades de vendas como a Black Friday são chances anuais que devem aproveitar ao máximo. Preparem a vossa loja com engenho e angariem clientes fiéis para este ano e para os que se seguem!

 

Sage Enterprise Management

Como potenciar vendas na Black Friday

Promoções de Black Friday são já uma aposta segura em Portugal, comprovada pelas vendas de anos anteriores. As vendas durante a Black Friday do ano anterior aumentaram 607%, comparativamente com 394% em 2016. É expectável que se mantenha esta tendência de crescimento em 2018. Temos alguns conselhos sobre como preparar o seu negócio para este dia!

 

  1. Atenção à infraestrutura

Não dediquem todo o vosso investimento unicamente à publicidade. Preparem o vosso site para a grande afluência de clientes que respondem ao chamamento de preços mais baixos. Clarifiquem qual o volume de tráfego esperado para o grande dia do evento e estabeleçam um plano de contingência, para o caso de surgirem ainda mais clientes.

 

  1. O apelo do preço baixo

Publicitar preços baixos é uma forma muito eficaz de atrair clientes mas não deixem que uma fraca oferta na vossa loja desencoraje os clientes que a visitam. Se apostarem numa estratégia de poucos preços baixos, existe a possibilidade de se esgotarem rápido, criando uma má experiência de compra. Invistam antes em aliciar o cliente com bons preços que vê ao longo de toda a loja e não apenas em um ou dos produtos.

 

  1. Não manipulem o consumidor

Existem más práticas no comércio de retalho e algumas empresas praticam manipulação de preços, subindo preços na semana anterior à Black Friday para que a descida de preço desse dia seja mais notória e impactante. No entanto, ofertas dissimuladas deste tipo são ilegais, sujeitas a multa, e os clientes têm à sua disposição muitas ferramentas para desmascarar estes estratagemas. Tratem os vossos clientes com honra e honestidade. O vosso melhor desconto possível é o ideal.

 

  1. Analisem os vossos dados

Até empresas em início de vida podem ter acesso organizado e facilitado aos dados das suas vendas. Com uma recolha de dados de pelo menos um ano, podem cruzar essa informação e desenhar a vossa estratégia para Black Friday.

Na segunda parte deste artigo, vamos continuar a estudar a preparação do vosso negócio para o advento anual da Black Friday.

 

Sage Faturação

O comércio de retalho tem que se modernizar

Os pequenos negócios continuam em crise, face aos avanços das grandes superfícies. O mercado de retalho ressente-se principalmente com a introdução do comércio online.

Comércio de retalho versus novas plataformas de venda

Há alguns anos, a busca por um livro fora de circulação levar-nos-ia obrigatoriamente a alfarrabistas e feiras de livro em segunda mão. A internet trouxe as primeiras lojas online, facilitando consultas de stock e trazendo o produto desejado até casa, sem necessidade de nos deslocarmos.

 

Estas lojas online, como é o caso da Amazon, revolucionaram cada canto do mercado de retalho, incapacitando a perpetuação do antigo modelo de negócio. O passo seguinte foi estabelecerem lojas físicas em cada continente para que os consumidores não estejam presos a entregas em casa, que exijam presença física – agora, podemos passar por um ponto de entrega e levantar a nossa encomenda, quando saímos do trabalho, por exemplo.

 

Uma das grandes forças do mercado online é a análise de todas as facetas do processo de compra do cliente. A experiência do consumidor é sempre acompanhada e os dados resultantes são combinados com técnicas de marketing que permitem uma constante adaptação da venda aos gostos do cliente.

 

Como inovar no comércio do retalho

 

Um negócio precisa de investimento para se modernizar e a melhor forma humana de o fazer será fazer recrutamento junto das camadas mais jovens, para assegurar relevância intergeracional.

 

Os negócios devem mover-se junto dos seus consumidores, portanto o ideal hoje em dia é captar a atenção dos nativos digitais, ao implementar uma loja online, na maioria dos pequenos e médios negócios. A planificação da distribuição dos vossos produtos nacional ou internacionalmente pede uma logística adequada que deve ser estudada. A comercialização online pede uma transferência da faturação para uma vertente online. Sage 50cloud  é um produto de faturação certificado que oferecerá a mobilidade necessária para um negócio online.

 

É imperativo que os negociantes compreendam o impacto de estratégias de marketing digital e como se podem adaptar à sua empresa. Estabelecer presença nas redes sociais é o primeiro passo para captar a atenção do cliente. Newsletters podem também ser incentivo à compra, além de manter os clientes informados e criar fidelização.

 

Aconselhamento e ajuda

 

Para a implementação deste tipo de ações de modernização, os comerciantes devem basear-se em aconselhamento de fontes competentes. Novas técnicas de venda vão pedir uma especialização e estudo aprofundado para que possam ser bem-sucedidas.  Formação sobre marketing, mercados digitais e vitrinismo digital são mais valias num modelo de um negócio online.

 

Sage Enterprise Management

Temos que repensar o mercado de influenciadores: 2ª Parte

Na primeira parte deste artigo, analisámos o aparecimento dos influenciadores e a repercussão do seu envolvimento com o marketing de muitas empresas. Temos sete mandamentos para implementarem uma campanha de sucesso, envolvendo um influenciador.

  1. Foco em qualidade em vez de quantidade

Microinfluenciadores têm públicos menores comparativamente aos gigantes da esfera social, mas os seus seguidores são tipicamente mais envolvidos. Marcas como a Adidas estão a usar microinfluenciadores no seu marketing, em busca de mais autenticidade. Em 2017, escolheram 30 jogadores de academias de futebol de Londres, para que desenhassem e promovessem uma nova linha de chuteiras. Atentem sobre a lealdade e envolvimento dos seguidores.

  1. Encontrar embaixadores de marca a longo prazo

Os consumidores perdem confiança nos influenciadores à medida que o número de marcas a que se associam continua a aumentar. Associações a longo prazo com uma empresa obtêm melhores resultados.

  1. Ser mais seletivo

Escolham o influenciador que encarne a vossa marca, que idealmente já consuma o vosso produto. A associação entre marca e influenciador deve ser imediata e o mais natural possível.

  1. Utilizar a criatividade dos influenciadores

Captar e manter a atenção do público é uma arte que os influenciadores dominam. Em vez de os sobrecarregarem com instruções, aproveitem a sua criatividade na criação de conteúdos.

  1. Considerar novos canais de média

Apesar de conhecermos os líderes no marketing de marca, como o Instagram, não devemos deixar de experimentar novos canais. Os podcasts surgiram como o caminho certeiro para pequenas marcas se darem a conhecer no mercado dominante.

  1. Considerar o panorama inteiro

Encarem os influenciadores como alguém com muito poder para gerar identificação, para além da sua potencialidade como consumidor-embaixador. O influenciador correto pode ilustrar os valores duma marca, em ações de compromisso com sustentabilidade, por exemplo.

  1. Não esquecer a autenticidade

Finalmente, lembrem-se que a autenticidade é indispensável para manter a credibilidade de qualquer campanha.

O potencial do mercado de influência não deve ser descartado ou diminuído, devido aos seus francos resultados, mas fazer crescer o vosso negócio não deve apenas passar por esforços externos.

Um software de gestão integrada, como as soluções de Sage Enterprise Management permite corrigir a vossa estratégia, a qualquer momento, com acesso a dados quase de forma imediata. Acompanhem em tempo real o impacto do marketing nas vendas e respondam rapidamente a todas as oportunidades.