Browsing Tag

Mercado

Contabilidade

Evitar o endividamento da empresa

Em períodos difíceis é natural que as empresas procurem novos negócios e por vezes, na ânsia de fechar novos contratos, não acautelam necessariamente os pagamentos, gerando situações de endividamento. Neste artigo, vamos falar de como minimizar os danos do impacto que estes atrasos têm nas empresas.

Pagamento a pronto.

Em muitos ramos de negócio seria relativamente fácil receber a pronto, mas são as próprias empresas que não acautelam esta possibilidade. O mais comum são situações de mau planeamento e, para equilibrar meses menos bons, a opção nessa altura acaba por recair no pagamento imediato.

Esta situação implica contrapartidas para o cliente e há momentos em que vale a pena oferecer melhores condições aos clientes que prefiram um pagamento a pronto.

Flexibilidade com as datas de vencimento.

De pouco serve ter datas limite demasiado próximas do inicio do mês: é preferível encontrar datas que sejam razoáveis tanto para a vossa empresa como para os vossos clientes.

Analisar o perfil dos clientes.

É importante analisar se o mercado se encontra num bom momento ou se está numa fase de maior risco. Caso cheguem a esta conclusão, há que exigir mais garantias antes de finalizar os negócios. É inútil ter muitas oportunidades de negócio se o resultado final é ter uma muita dificuldade em receber pagamento ou não receber de todo.

Software de Contabilidade.

Existem vários motivos para ter um software de contabilidade que controle as entradas e saídas de dinheiro de forma automatizada. Soluções como Sage for Accountants permitem uma maior agilidade nos processos e previsões de recebimento, melhorando a tomada de decisões. Há momentos em que receber pagamento a pronto pode não ser relevante, especialmente nos meses em que o fluxo de caixa é positivo.

Renegociar o endividamento. 

Se o motivo de atraso do pagamento for involuntário, pode valer a pena ter abertura para renegociar o pagamento da dívida. Não esperem que seja o cliente a ter a iniciativa: é fundamental serem proativos na procura de soluções. E quanto mais cedo a questão se resolver, melhor.

Se nada resultar, há que suspender o serviço, informando sempre o cliente antes sobre as faturas em falta. Caso se apercebam que é a forma de estar normal de algumas empresas, um software vai ajudar-vos a entender quais são e a individualizá-las, de forma a que no futuro tenham condições menos favoráveis.

BMS Gestão de Empresas

Globalização: vantagens e desvantagens

Tornar um projeto global, é o desejo de qualquer empreendedor. Dar forma a um modelo de negócio, desenvolve-lo e observar a sua expansão parece ser mais ambicioso sonho de um empresário. Mas devemos questionar se a expansão global, é realmente o objetivo máximo de um negócio e quais as consequências que acarreta.

De certa forma, o mundo parece diminuir em resultado do fluxo de pessoas e bens, em que os acontecimentos têm efeitos muito para além do lugar onde acontecem. Está subjacente a noção de sistemas globais que criam uma moldura para o fluxo de pessoas, bens e capital. Em oposição, muitos apontam para a crescente desigualdade criada pela globalização, por uma não generalização dos benefícios.

Vantagens da globalização.

O aumento do ritmo e frequência das trocas entre países é possível graças às melhorias nos transportes e da tecnologias de comunicação. Barreiras de tempo e espaço desaparecem, e caídos estes obstáculos, as empresas ganham acesso a mercados maiores e novas oportunidades.

Outra vantagem consiste na redução de custos, o custo médio dos produtos baixa e a produção pode ser descentralizada. Os produtos chegam a pontos no mundo onde antes não parecia possível.

Globalização também significa um aumento do comércio. Avanços tecnológicos alteraram a forma como hoje se comunica, com acesso a informações em poucos minutos. O acesso ao conhecimento é maior, a divulgação mais fácil e isso permite que mais pessoas possam beneficiar de novas descobertas cientificas, ou de inovações tecnológicas.

De uma perspetiva financeira, é inegável que a globalização é benéfica. Os investimentos são mais fáceis e alcançam regiões distantes. Também permitiu o inicio da utilização de novos instrumentos financeiros, para empresas e até para governos, integrando diferentes sistemas bancários, criando um sistema bancário global.

Desvantagens da globalização.

Do outro lado, podemos referir que a globalização veio intensificar problemas que já existiam num sistema capitalista. Alguns teórico chegam a afirmar que a globalização afirmar o capitalismo e os seus valores, tentando torná-los dominantes no mundo.

Um processo que beneficia em termos económicos os países desenvolvidos em relação aos países em desenvolvimento, originando um sistema de dependência e subordinação. Com o comércio livre, as multinacionais que apresentam preços mais baixos para seus produtos, com a destruição ou absorção das empresas locais.

Muitos culpam a globalização pela crise financeira de 2008 que começou nos Estados Unidos e rapidamente alastrou para a Europa e para o resto do mundo com consequências muito graves.

Seja qual for a opinião sobre este tema, é inegável que o mundo hoje está interligado, muito para alem das fronteiras nacionais. Este facto torna a tecnologia e as ferramentas digitais parte essencial do processo e nenhuma empresa com ambições de expansão deve contar com um sistema de gestão integrada, em que possa acompanhar a evolução do negócio em tempo real. Para empresas pequenas e médias é importante manter alguma flexibilidade de forma a conseguirem adaptar-se às modificações rápidas.

 

Faturação

Porquê começar um negócio de ecommerce?

A Internet e as novas tecnologias, especialmente as mobile, abriram novas oportunidades de comércio. Estar presente no mundo online abre portas a novos mercados e permite vender mais produtos, ao mesmo tempo que se difunde a marca.

Está a começar outro ano e, por isso, temos algumas dicas para quem está a planear iniciar-se no e-commerce e para quem pretende melhorar o seu desempenho.

Em primeiro lugar é importante que estejam informados sobre as principais tendências do vosso mercado online para que possam diferenciar-se da concorrência e encontrar o vosso nicho. Precisam de aprender não só com os erros dos outros, mas também com os casos de sucesso. Acompanhe e aplique as boas práticas e as grandes tendências da sua área de negócio à sua empresa.

Uma vez que estamos no mundo online é preciso ter em mente a importância do design do vosso website. Este deve ser simples, ter ligações para as categorias dos produtos/serviços que oferecem e imagens de elevada qualidade dos mesmos. Os consumidores devem conseguir orientar-se facilmente no vosso website – parte do sucesso resulta do facto de os clientes conseguirem encontrar rapidamente os vossos produtos/serviços e conseguirem fazer compras sem obstáculos, como a necessidade de criar uma conta.

Para além disso, é importante que os clientes tenham ao seu dispor o máximo de informação possível sobre a vossa marca no website, desde a vossa história aos contactos. Tirem partido das vantagens que o e-commerce vos oferece no melhoramento da relação com o vosso público: um atendimento personalizado é sempre um ponto a mais para o sucesso e isso consegue-se a partir de secções de opinião, fóruns, blog e estudos sobre os consumidores, por exemplo.

Mas mais importante do que isso é fazer com que o vosso website funcione a 100%, quer por ser responsive como por ser tecnicamente eficaz.

BMS

Estratégias para melhorar a sua indústria

Crescer de forma saudável e estruturada é o grande objetivo de qualquer empresário! Existem alguns passos estratégicos que podem dar neste sentido, expandindo a vossa empresa e mantendo o controlo financeiro e administrativo com um sistema de gestão integrado e simples:

  • Up-selling aos clientes já fidelizados. Sabemos que angariar novos clientes é mais difícil do que manter aqueles que já estão fidelizados, conhecem o vosso negócio e estão satisfeitos. Ao terem um histórico com cada cliente, vão ter acesso a informações como os seus hábitos de consumo. Este conhecimento pode abrir portas a novas oportunidades de vendas nos clientes já fidelizados: garantam um bom atendimento e sejam proativos na procura de aumentar as vendas – as vossas capacidades farão o resto!
  • À procura de novos mercados. Se estão num negócio cuja área de atuação só contempla uma parte do país ou apenas um segmento de mercado, existe espaço para crescerem! Apoiem-se na vossa estrutura, para garantirem que a expansão é feita de forma calculada e pensada e que a qualidade do vosso produto ou serviço se mantém.
  • De mãos dadas com a tecnologia. A tecnologia pode ser-vos muito útil, para manterem o controlo financeiro e administrativo da vossa empresa, ao mesmo tempo que arriscam na expansão do negócio. As soluções de gestão são os melhores aliados que podem nesta fase do vosso crescimento, para que cresçam com segurança.
  • A valia das boas parcerias. Terem o apoio de bons parceiros de negócio é fundamental para acompanhar o vosso processo de expansão. Procurem ter sempre uma relação transparente e clara com os fornecedores: serão bons contactos para suportar o vosso aumento de produção e introdução em novos mercados, uma vez que já conhecem bem o setor e vos poderão dar dicas importantes para se ajustarem à nova realidade.
  • Otimizar processos. Já trazem uma estrutura bem definida, sobre como tudo funciona na vossa empresa? Se não, é fundamental que o façam, para agilizar todos os processos. Se sim, poder ser a altura certa para reverem todos os processos e avaliarem a sua eficiência! Existem pequenas alterações simples de introduzir que podem ter efeitos imediatos nas reduções de custos operacionais.

Temos soluções integradas e adaptadas à medida do vosso negócio: conheçam-nas aqui!

BMS

Escalar o negócio: os riscos

Quando chegam a um patamar em que já encontraram o vosso espaço no mercado e começam a construir a vossa máquina de receitas, o passo seguinte para o vosso negócio é colocar as pessoas, o produto e os processos em posição para escalar com êxito!

Escalar o negócio pode ser uma situação atraente, mas que acarreta alguns perigos se não pensarem em minimizar as possibilidades de risco. Quais são os três maiores riscos que a vossa empresa pode enfrentar neste processo?

  • O mercado. Confirmem que o vosso produto é, realmente, escalável e que vai ser lucrativo escalar o vosso negócio. Depois deste passo, construam um estudo de caso sobre a forma como pretendem escalar o produto, para determinarem se o mercado que escolheram é, realmente, economicamente escalável. Não há interesse em dimensionarem um produto num mercado que não seja rentável.
  • Os processos. Encontrem um processo que esteja ajustado aos riscos que vão correr e que considere a otimização dos vossos KPIs. Sem o processo certo, poderem correr o risco de não escalar o vosso produto de uma forma eficiente. O investimento para encontrarem o processo mais adequado à vossa empresa deve estar ajustado às vossas necessidades. Comecem por pensar nos possíveis problemas de escala que terão de resolver eventualmente e definir a vossa métrica de sucesso na resolução desses problemas. Vão surgir-vos problemas mais prioritários do que outros: tenham em mente que os sistemas e ferramentas disponíveis são soluções que vos podem ajudar.
  • As pessoas. Existem três focos diferentes quando falamos de pessoas: processo de recrutamento, processo de contratação e lideres que possam escalar um produto. Vão estar à procura de grandes talentos ao longo do processo de recrutamento: recorram à vossa equipa para perceberem quais as reais necessidades de terem mais pessoas a trabalhar convosco. Contratar de forma errada tem custos elevados para as empresas: tem impacto na cultura da organização, na moral da equipa, atrasa as execuções e tem custos financeiros. A melhor parte de gerir um negócio em escala é que vão passar a geri-lo através dos números! À medida que contratam mais, vai ajudar-vos terem um processo de contratação para evitarem más escolhas. Considerem treinar os vossos colaboradores para que possam ser eles a levar as entrevistas a cabo! Conforma o processo de escala vai entrando na empresa, vão sobressair algumas pessoas como lideres, ao crescerem com o negócio. Dar-lhe uma liderança melhorada e mais capacidades levará a uma produção mais eficiente!

Cada novo papel na empresa requer diferentes capacidades de liderança: definam a vossa organização para terem sucesso, atribuindo papéis de liderança às pessoas certas. Contem com as soluções de gestão integrada Sage, que vos permitem ter uma visão consolidada do negócio e controlar em tempo real o desempenho da empresa!