Browsing Tag

Negócio

Sage One

Os melhores conselhos para o sucesso do vosso negócio

  1. Identifiquem as características dos vossos clientes

No caso de pequenos negócios ou B2B, é altamente provável que conheçam os vossos clientes pelo nome. Atribuam características a cada um, para estabelecer quem devem contactar e quando, para novas encomendas, por exemplo.

  1. Desafiem os vossos clientes a comunicar a marca

Um cliente satisfeito que conte ao seu círculo de amigos a sua experiência de compra positiva pode gerar muitas compras futuras! Encorajem avaliações de produto, nas redes sociais, para que o vosso negócio ganhe visibilidade.

  1. Usem publicidade nas redes sociais

Um dos maiores benefícios das redes sociais é permitir que os anúncios sejam direcionados a pessoas específicas, através de critérios como educação, localidade ou eventos de vida. Estreitar o grupo de pessoas que vão interagir com o vosso anúncio pode parecer contraproducente mas vai levar-vos até às pessoas que vão apreciar o vosso produto.

  1. Não se prendam a um único mercado

No caso de dificuldades no vosso mercado principal, considerem experimentar outros! Uma localidade diferente ou um foco de marketing diferente pode ser o segredo. Aproveitem a solução de faturação online Sage One, que segue o vosso negócio convosco.

  1. Peçam feedback

Aproveitem quem vos rodeia e conhece o vosso negócio e ouçam a sua opinião! Os vossos colaboradores conhecem de perto os vossos processos e, muitas vezes, tem noções intuitivas sobre os problemas e como os resolver.

  1. Superem a concorrência

Dediquem-se a resolver o problema do cliente melhor do que a concorrência! Invistam em comunicar os benefícios e não as características do vosso produto.

  1. Não baixem o vosso preço, ofereçam mais

Reduzir o preço do vosso produto é uma batalha perdida, principalmente quando a vossa concorrência tem a possibilidade de os baixar ainda mais. Dediquem-se antes a oferecer um serviço superior, com conhecimento de produto melhor e apoio ao cliente superior excelente.

 

Faturação Sage Faturação

Estão prontos para se dedicarem por inteiro ao vosso negócio?

O vosso pequeno negócio corre de vento em poupa. Estão a arrecadar muitas vendas e sonham com a demissão do vosso emprego seguro, para se dedicarem ao vosso pequeno negócio? Antes de fazerem a vossa decisão, devem tomar o pulso às vossas finanças.

Tenham tanto cuidado com as vossas margens de lucro quanto o cuidado que têm com os vossos materiais. Invistam num planeamento financeiro para terem uma visão clara da viabilidade do vosso negócio. Considerem os seguintes pontos:

Fazem lucro suficiente?

O primeiro passo num negócio viável é uma tarifação correta. Analisem os vossos dados de contabilidade para compreender se estão a cobrar os valores certos e como podem aumentar a cobrança ao acrescentar mais valias ao vosso produto.

Qual a origem dos vossos clientes?

Estudem os vossos canais de venda. Pode ser que um site de vendas online venda mais do que outro. Consciência destes fatores oferece-vos mais informação no momento de tomar decisões de marketing.

O vosso rendimento é impactado por modas?

Para além da época de Natal, conseguem identificar outros picos de vendas, ao longo do ano? Ajustem o vosso ano de acordo com os eventos que tragam mais vendas. Por outro lado, assegurem-se que o conhecimento da época baixa pode ser aplicado em desenvolvimento de novos produtos ou de marketing.

De que rendimento precisam para se poderem despedir?

Enfrentem este número de frente. Qual o nível de vendas de que precisam para equiparar o vosso rendimento atual? Assim, podem desenhar uma cronograma para vos guiar até chegarem ao vosso objetivo.

Estar a par das finanças é importante para qualquer negócio. Particularmente, para negócios pequenos. Garantam esta perceção com as soluções de Faturação Sage, de acordo com a vossa atividade. Ganhem acessibilidade a todas as vossas vendas e compras, para manter o vosso negócio criativo no bom caminho!

 

Sage One

Como estabelecer e gerir finanças para trabalhadores independentes

Para se lançarem no mundo do trabalho independente, uma das primeiras tarefas na vossa lista deve ser abrir uma conta bancária de negócio. O vosso negócio beneficiará no futuro ao ter umas finanças organizadas desde o início!

Há muito a considerar para estabelecer a vossa própria contabilidade, incluindo registo de rendimento e despesas.

Escolher uma conta bancária de negócios

Separem as águas das vossas finanças. As vossas despesas pessoais não se devem cruzar com as vossas despesas de negócio. Com contas separadas, ganham a possibilidade de compreender rendimentos de uma forma mais imediata e de compreender que tipos de investimento poderão fazer para enriquecer o vosso negócio. A maior parte dos bancos oferecem contas bancárias para trabalhadores independentes, que devem incluir já online banking e cartões de crédito ou débito.

Como começar o registo de rendimento e despesas

A contabilidade para os trabalhadores independentes pode ser fácil e clara, desde que mantenham registo de rendimento e despesas, regularmente. Documentem pagamentos provenientes de vendas, recibos e receitas de trabalho recorrente.

Da mesma forma, devem deixar documentadas todas as compras feitas para o vosso negócio – equipamento, materiais e despesa de viagem. Considerem que custos operacionais podem ser descontados na vossa situação, como rendas de atelier ou contas de eletricidade e água.

Optem por Sage One

Para uma faturação simplificada e online, escolham Sage One. Não abdiquem de uma organização fácil que vos oferece à primeira vista a situação financeira do vosso negócio, de acordo com os gastos e ganhos.

 

Sage One

Qual é o momento certo para lançar um negócio?

A vossa ideia tem muita força. A vontade é mais que muita. Está na altura de lançar o vosso negócio? Vamos falar sobre as circunstâncias ideais para abrir a vossa própria empresa.

Sejam francos sobre a vossa vida pessoal

Conjugado com uma época de stress, o lançamento de um negócio tornar-se-á extenuante. Devem ter tempo de sobra para dedicar ao vosso projeto. Um novo negócio pode ser compatível com um trabalho a tempo inteiro ou parcial mas vai exigir capacidade de concentração. Analisem os vossos níveis de energia neste momento e tenham em conta o impacto que o negócio poderá ter na vossa vida pessoal. O compromisso de tempo requerido pelo lançamento de uma nova empresa exigirá muito da vossa família, também.

Façam uma autoavaliação

A idade nunca vos deve impedir de avançarem com a vossa ideia. Por outro lado, alguns traços de personalidade são mais-valias no caminho de um empreendedor de sucesso. A uma grande dose de automotivação, devem juntar-se outras competências – de organização, de gestão de tempo e de marketing. E não devem esquecer uma ligação ou conhecimento extenso relativo à indústria em questão.

Conheçam a vossa conjuntura financeira

A vossa situação fiscal é uma consideração essencial a ter. Analisem quanto risco podem tolerar neste momento das vossas vidas, em termos de emprego e também de financiamento que o vosso negócio pode requisitar.

Por fim, o melhor conselho será simplesmente começarem. Mesmo antes de se sentirem prontos. Nada vos preparará totalmente para os desafios de lançar o vosso próprio negócio. Aprenderão muito no caminho. Por isso, comecem cedo e bem com Sage One, desde da vossa primeira fatura. Agilizem a vossa faturação com uma solução online e comecem assim que possível!

 

Sage One

A melhor forma de gerir o vosso fluxo de caixa 

Todos conhecemos o sonho da start-up ideal, que, com uma ideia genial, se torna a líder de uma nova área de mercado. No entanto, este nem é sempre o caso. Infelizmente, muitas start-ups esgotam o seu financiamento. Para que o vosso negócio tenha sucesso precisam de planeamento estratégico de fluxo de caixa, para além da vossa ideia inovadora.

A tecnologia financeira, ou fintech, já traz a qualquer negócio atual os benefícios de automatizar muitos processos demorados, ao dispensar especialistas dispendiosos e mecanizar os relatórios de fluxo de caixa. Hoje vamos explorar outros quatro ângulos a considerar, ao gerir o vosso fluxo de caixa.

  1. Conheçam o vosso cliente

Tanto negócios como B2B (Business to Business, ou seja, Negócio vendendo a Negócio) ou como B2C (Business to Client, ou seja, Negócio vendendo a Cliente), devem investir na identificação dos seus clientes. Devem identificar os clientes pagantes e os não pagantes. No caso de B2B, considerarem investir no tipo de plataformas que identificam clientes com crédito de risco.

  1. Faturação à hora certa

Apesar do ideal empresarial ser um pagamento imediato, muitas vezes, é preciso oferecer condições de pagamentos adequadas às necessidades do cliente. Para isso, facilitem o pagamento, com várias opções que ajudem a uma compra rápida e simples. Eliminem métodos de pagamento antiquadas, como cheques, e adotem a faturação digital. Optem por Sage One, para lançarem a faturação certificada do vosso novo negócio. Beneficiem de total acessibilidade à plataforma online e dediquem mais tempo à vossa especialidade!

No caso de pagamentos em atraso, considerem uma solução de gestão de devedores para automatizar o lançamento de lembretes de pagamento. Por fim, equacionem descontos no caso de pagamentos antecipados e depósitos no caso de grandes encomendas, para cobrir o custo de produção.

  1. Prever o futuro do vosso fluxo de caixa

A adoção de um sistema de contabilidade na Cloud possibilita um seguimento da performance do vosso negócio. Esse conhecimento da realidade das vossas finanças facilita a criação de planos futuros, que podem facilitar a negociação de termos de vendas com novos clientes.

  1. Considerar financiamento alternativo

O financiamento certo para o vosso negócio é aquele que responde às vossas necessidades, de acordo com a vossa maturidade e possibilidade de pagamento. Existem opções de invoice finance, que vos permitem receber antecipadamente pagamentos já faturados, peer-to-peer lending, que vos permite receber empréstimos dos vossos pares, crowdfunding, que assegura o pagamento dos vossos clientes futuros com campanhas online, e bolsas que, apesar de raras, tendem a adequar-se a negócios de inovação e preservação. Devem escolher a solução que mais se adapte ao perfil do vosso negócio.