Browsing Tag

Sage

Sage Enterprise Management

Em que direção corre o caminho da vossa empresa?

Antes de desenharem o vosso mapa estratégico, devem decidir em direção vão levar o vosso negócio. O vosso negócio está em expansão e devem agora decidir para onde dirigir esse crescimento. Têm a opção de partir para uma integração vertical ou horizontal, dependendo dos vossos intuitos e necessidades.

Integrações horizontais

Uma integração horizontal passa por adquirir ou fundir-se com uma empresa similar, na mesma indústria. Desta forma, diminui-se a concorrência e aumenta-se a carteira de clientes. Garante-se também o objetivo de fazer crescer lucros com maiores economias de escala e possibilita-se uma diversificação dos serviços e produtos.

Compreende-se, então, que esta estratégia beneficia empresas com modelos de negócio bem-sucedidos. No entanto, este tipo de integração não tem sucesso garantido. Produtos demasiado similares, culturas de trabalho diferentes ou até conjuntos de clientes contrariantes podem gerar problemas e devem ser analisados.

Os casos de sucesso surgem em mercados em expansão, quando os concorrentes apresentam recursos financeiros menores ou menos capacidades, por exemplo.

Integrações verticais

Uma integração vertical acontece com a expansão de um negócio através da compra de uma outra empresa que opere anteriormente ou posteriormente na cadeia de fornecimento. O posicionamento da segunda empresa deve ser crítico para assegurar abastecimento ou pontos de distribuição, por exemplo. Assim, o negócio principal pode oferecer preços mais baixos ou estáveis e dominar maior parte da cadeia do produto.

Portanto, uma integração vertical pode aumentar os lucros de um negócio com melhor controlo de operações. Contudo, nem todas as empresas são iguais e as necessidades de produção podem ser diferentes para cada uma. Mais uma vez, o compromisso tem que se estudado.

Este tipo de integrações tendem a ser bem-sucedidas quando reduzem custos ao longo do ciclo de produção e uniformizam o controlo de qualidade.

Com um ERP da Sage, ganham a visão completa para poderem tomar todas as decisões estratégicas da forma mais informada e atualizada. As soluções de ERP Sage irão sempre acompanhar o crescimento e expansão do seu negócio, independente da rota que tomar!

 

Sage Faturação

A melhor forma de comunicar com os seus clientes é online

Construir uma comunidade em redor de uma marca sempre foi importante mas, hoje em dia, é essencial. As marcas foram humanizadas e até há quem diga que hoje em dia são co-construídas com os clientes. A criação de uma comunidade trará ligações humanas, que são essenciais para um negócio de sucesso.

Comecem com a história da vossa marca

Quer seja uma empresa familiar ou uma marca multinacional, com um ano ou 100 anos, o vosso negócio tem um aniversário. Principalmente, tem uma história de marca! Devem estruturá-la pois é a melhor forma de se identificarem e de se apresentarem a novos clientes. Por outro lado, solidifiquem a vossa marca internamente, com formação necessária para os vossos colaboradores, e instituam os melhores sistemas para que possam sempre oferecer o melhor aos clientes.

Apresentem-se nas redes sociais

Adotem uma presença de valor nas redes sociais, ao partilhar conteúdo que melhore a vida dos vossos clientes e que gere reações na vossa comunidade. Criem conteúdo pedagógico, através de um blog ou de uma newsletter.

Mantenham os canais abertos

Privilegiem interações autênticas que estabeleçam ligações sólidas com os vossos clientes. Além disso, aceitem que a construção de uma comunidade pode demorar algum tempo.

Alimentem a vossa comunidade

Criem sempre uma noção de exclusividade, oferecendo promoções e regalias para que os clientes se sintam especiais. Com Sage 50cloud Loja, têm acesso à App Qero, um sistema que permite captar e fidelizar clientes, através de comunicação personalizada. Ganhem uma ligação direta aos vossos clientes! Podem fortalecer relações com mensagens de aniversário e solidificar a perceção da vossa marca, com a comunicação de campanhas.

 

Sage Enterprise Management

Determinar as vossas horas mais produtivas pode mudar o vosso dia de trabalho

As horas áureas de trabalho não são iguais para toda a gente. Alguns são madrugadores, enquanto outros são pessoas noturnas. Compreender qual é a vossa parte do dia mais produtiva permitir-vos-á tornar o dia de trabalho mais rentável!

A jornada de oito horas, que se adaptava e protegia trabalhadores de fábrica, nem sempre se ajusta à vida do empreendedor. Com a normalização dos locais de trabalho flexíveis, empreendedores e freelancers podem adaptar o dia de trabalho ao seu horário produtivo interior, com flexibilidade de horário de entrada, por exemplo. Vamos descobrir como identificar as vossas horas mais produtivas.

Comecem por uma auto-avaliação

Analisem o vosso dia e horário de trabalho honestamente. Aliás, sejam brutalmente honestos. Apenas assim, podem tomar nota dos momentos em que se sentem mais e menos energéticos. É bastante provável que já saibam que têm grande dificuldade em concentrar-se de manhã, ou que sentem que o final da tarde se arrasta.

Conversem com quem vos acompanha

Comecem por aqueles que vos são mais próximos – famílias, amigos, que vos conhecem como a palma da mão. Terão perceções a oferecer-vos, sobre os vossos surtos e quebras de energia ao longo do dia. De seguida, podem colocar a questão aos vossos colegas ou colaboradores. A sua opinião, enquanto espectadores, pode validar as vossas suspeitas.

Protejam essas horas douradas

Agora que identificaram o momento do dia em que o vosso trabalho é mais rentável, ajustem o vosso dia de trabalho. Tratem estas horas como o vosso próprio horário nobre. Não as desperdicem com distrações ou tarefas rotineiras. Utilizem esse tempo para trabalho criativo e exigente. Honrem-no com trabalho que potencie a vossa produtividade!

Optem por uma solução de ERP para otimizar o vosso negócio

O discernimento que aplicam ao vosso dia de trabalho pode ser uma inspiração para ganhar mais visão em toda a vossa empresa. As soluções de Enterprise Management Sage adaptam-se às necessidades do vosso negócio. Ganharão informação atualizada sobre a totalidade da vossa empresa para desenharem um plano futuro de sucesso!

 

Sage Faturação

Os passos seguintes para fazer crescer o vosso negócio

O vosso negócio vai de vento em popa! Como aproveitar o desenvolvimento dinâmico da vossa empresa para investir e redobrar o crescimento? Vamos analisar alguns conselhos para fazer crescer o vosso negócio!

Aumentem a vossa base de clientes

Construir uma base de clientes é um processo demorado. Devem dedicar tempo a apelar às necessidades dos vossos novos clientes mas devem procurar ainda mais para completar a vossa carteira. O segredo está em manter comunicação constante com os vossos clientes. O ideal é manter o vínculo comercial com o cliente. Por exemplo, com ofertas especiais, valor adicionado e informação certa no momento certo. Além disso, instaurem uma forma de receber feedback para que possam capitalizar e melhorar o vosso serviço, com base na opinião dos vossos clientes.

Considerem exportar

Avançar para um mercado global abre os vossos horizontes a novos clientes. Exportar exige uma estrutura de produção, por exemplo, que consiga responder às necessidades de vários mercados, para lá das adaptações às características dos mesmos. No entanto, os benefícios podem não acabar em aumento de lucro. A experiência de potenciar a exportação do vosso produto ou serviço trazer-vos-á novas relações e possibilidades, além de inovar vários processos de trabalho.

Abram mais lojas

Repliquem o vosso modelo de negócio para além da vossa primeira loja. Apesar de cada loja ser uma loja, têm em mãos muita informação valiosa para a criação de uma nova loja – no local certo, de acordo com o cliente que procuram, no momento certo. Assim, aumentam as vossas chances de sucesso!

Optem por soluções de faturação Sage

As tarefas administrativas mantêm o vosso negócio em funcionamento mas não precisam de o restringir. Escolham uma solução de Faturação Sage para gerir stock, fornecedores e armazéns, de forma a ganhar oportunidade para desdobrarem o sucesso da vossa empresa.

Desenhem uma estratégia de crescimento

Decidam o caminho que o vosso negócio vai tomar. Por exemplo, vão continuar dentro da mesma linha e oferecer o mesmo produto ou quando vão investir em inovação de produção. Estudem associações com outros serviços ou a entrada em novos mercados satélite, onde o investimento de lançamento seja minimal e o retorno possivelmente muito grande.

 

Inovação e Tecnologia

Sage impulsiona a digitalização de 50 000 empresas

O mercado digital português é um diamante em bruto, pronto para expansão. A ideia foi abordada em novembro de 2018, na segunda edição das Sage Sessions. Discutiu-se as dificuldades das empresas portuguesas em implementar uma digitalização de sucesso.

Com o intuito de superar esses obstáculos, a Sage juntou-se à ACEPI para lançar o programa de Comércio Digital. O projeto irá oferecer um voucher gratuito para micro, pequenas e médias empresas, que ajudará à digitalização de 50 000 negócios.

Pretende-se apoiar as empresas a adotar um modelo de negócio digital – através da implementação de uma presença online e da desmaterialização de processos com clientes e fornecedores. O voucher oferecerá ferramentas para construção de um site, juntamente com alojamento e domínio registado do mesmo, e uma caixa de correio eletrónico. Enquanto parceira deste projeto, a Sage é a software house que disponibilizará as soluções de faturação adequadas a cada negócio.

Isália Barata, Diretora de Marketing da Sage, refere que: “Na Sage acreditamos no potencial que a digitalização traz ao negócio e o nosso compromisso é esse mesmo, apoiar as empresas portuguesas com ferramentas que as façam crescer, prosperar e vingar no mercado. Esta parceria com a ACEPI é mais um passo nesse sentido – a digitalização é já inevitável, é um caminho natural, mas muitas empresas precisam de suporte para o conseguirem, nomeadamente as de menor dimensão. Queremos que tenham a possibilidade de adquirir uma solução Cloud ou até mesmo Cloud Connected que se adeque de facto às necessidades reais do negócio e aos seus objetivos de crescimento, seja em Portugal seja em qualquer lado, pois esse é o grande benefício do comércio eletrónico.” 

A longo prazo, pretende-se que as empresas sejam capazes de captar novos clientes, alcançar novos mercados e otimizar processos de organização. Para isso, o Comércio Digital viajará pelo país, de norte a sul, ao longo dos dois anos, à procura dos negócios com vontade de se digitalizarem. Com 150 sessões de apresentação, a ACEPI e as entidades envolvidas pretendem divulgar o projeto junto das empresas portuguesas.

A primeira sessão do roadshow acontece já no dia 6 de fevereiro, em Leiria, no Teatro Miguel Franco, e contará com a presença da Sage. Consulte as restantes datas do roadshow aqui. Inscreva o seu negócio no concurso Comércio Digital aqui.