Browsing Tag

Software

Contabilidade

Gerir bem as finanças pessoais, para melhor gerir a sua empresa

Aprender a gerir o nosso dinheiro é um dos passos mais importantes na vida adulta, se não conseguirmos cedo encontrar boas rotinas, dificilmente vamos criar uma empresa com uma boa gestão de recursos.

Neste artigo vamos abordar alguns cuidados importantes a ter em conta, para manter desde o inicio uma saúde financeira.

Recorrer ao crédito com cuidado.

É muito útil poder recorrer ao crédito bancários, mas apenas se for um apoio pontual. As novas gerações recorrem ao crédito para comprar quase tudo, de roupa a entretenimento, enquanto que a geração dos seus pais, usava para compras pontuais, obras, viagens e investimentos maiores. Devem tentar seguir um orçamento, de forma a manterem taxas baixas.

Investir está ao alcance de todos.

Não é necessário ter muito dinheiro para investir, em ações ou outros produtos financeiros. De certa forma, serve como poupança e não é necessário correr riscos elevados.

A importância de ter poupanças.

Estudos que indicam que esta geração não prima pela poupança, algo que estará relacionado com os valores e forma de viver, mas também com uma diminuição dos salários em relação à geração dos seus pais. Um acidente ou evento inesperado, pode levar a esgotar as poupanças em pouco tempo.

Evitar grandes investimentos.

Adquirir um carro não é um bom investimento, são bens que desvalorizam rapidamente e como tal, deve ser uma compra que não deve ser apressada. Os carros são uma constante fonte de surpresas e a manutenção gera grandes despesas. De qualquer forma, se considerarem essencial, não devem ultrapassar 20% dos rendimentos.

Empréstimos perigosos.

Empresas que oferecem crédito fácil, devem ser evitadas. As taxas podem chegar aos 400%, sendo comum que a consequência seja a bancarrota. Não é difícil, entrar em incumprimento e criar uma dívida.

Finanças pessoais e empresariais em ordem.

Para dar ordem às finanças da sua empresa, é importante contar com um software de contabilidade. Fácil de usar tanto para pequenas como grandes empresas, Sage for Accountants ajuda as empresas na sua contabilidade geral, analítica e financeira. Bons hábitos na gestão pessoal das finanças, pode ser considerado o primeiro passo para gerir de forma equilibrada as finanças da sua empresa, conte com o apoio de um software e consiga resultados surpreendentes.

 

 

 

 

Faturação

A produtividade das empresas: aproveitar o melhor de todos os colaboradores

É comum pensar-se que o desenvolvimento profissional individual, e das empresas, passa pela competição intensa. Na verdade existem pessoas bem sucedidas que encontram entusiasmo na descoberta e inovação, ou no trabalho com outras pessoas criativas.

Incentivar a competição desenfreada só conduz a um ambiente de trabalho agressivo, disfuncional e um enorme desperdício de talento. Está na altura de questionarmos se é realmente a única forma, e se as pessoas muito produtivas, com poder e talento para serem produtivas têm de diminuir os seus colegas de trabalho.

Experiência sobre produtividade.

Uma experiência do MIT demonstrou numa experiência com grupos de voluntários, a quem foram atribuídos a resolução de problemas, que os grupos melhor sucedidos não fora os que tinham alguns elementos com um Q.I elevado.

Na verdade os grupos com mais produtivos tinham três características em comum: sensibilidade social entre os vários membros, uma partilha do tempo semelhante (nenhum elemento monopolizou o tempo), e a presença em número superior de mulheres.Em relação ao terceiro ponto, não se sabe ainda se é devido a terem geralmente pontuação melhor a nível de empatia, ou se trouxeram uma perspetiva diferente.

Podemos afirmar com segurança, que parte da produtividade resulta do fluir de ideias, de uma disponibilidade para trocar entreajuda. Por vezes os elementos da mesma equipa não se conhecem, estão tão focados individualmente nas suas tarefas, que não procuram apoio da equipa na resolução de problemas.

Na Suécia aboliram a possibilidade de se levar o café para a mesa de trabalho, desta forma todos comparecem para um momento de pausa a que chamam de fika. Mais que um momento para beber café, um momento de descontração e relaxamento entre colegas de trabalho.

O Capital Social.

As empresas não têm ideias, apenas as pessoas têm ideias e o que as motiva realmente são os laços que criam entre si. Podemos descrever como Capital Social, o apoio e interdependência que é construída numa relação de trabalho com confiança. Este capital é o que torna a as comunidades e empresas resilientes, e com uma maior resistência a situações de stress.

Competições de talento, criar rivalidades entre colaboradores, têm um efeito contrário. Mesmo a motivação baseada apenas em recompensas financeiras, por vezes conduzem a um desgastar das relações e mais atritos.

Apostar no Capital Social.

Apostar em software de faturação, com Sage 50c com o Ecossistema Connected, estabeleçam uma comunicação privilegiada entre a empresa, contabilista, autoridade tributária e clientes. Lembrem-se do valor do capital social da empresa, e invistam num melhor relacionamento entre

Precisamos de todos para resolver os desafios do nosso tempo, e as soluções surgem de contribuições inesperadas. Todos têm o seu valor e só quando reconhecemos este facto, podemos criar a energia e criatividade que revoluciona empresas e o mundo em que habitamos.

BMS

6 Pontos a ter em conta para uma boa liderança

Existem erros que não podem ser cometidos, que podem comprometer todo o trabalho de uma boa liderança. Neste artigo vamos abordar seis pontos fundamentais que fazem a diferença para uma boa liderança.

Tratamento equilibrado da equipa.

Cada pessoa tem suas particularidades e essa individualidade deve ser respeitada. Por isso, é importante que o líder tenha uma boa visão da equipa, entendendo o perfil de todos os colaboradores que fazem parte dela. É importante que as críticas e elogios sejam transmitidos de forma adequada a cada pessoa. Esta é a melhor forma de evitar a desmotivação e conseguir conquistar a confiança de toda a equipa.

Ser coerente.

Um líder deve ser um exemplo de coerência entre as suas ações e palavras. Desta forma, estará a exigir a mesma atitude dos colaboradores e a estabelecer um padrão de comportamento.

Partilhar conhecimento.

Um líder não deve guardar o conhecimento apenas para si, deve compartilhar experiências e mostrar o que os colaboradores podem fazer. É um sinal de segurança e ajuda a criar um canal de comunicação para sanar dúvidas e trocar ideias.

Investir no desenvolvimento dos colaboradores.

O líder deve auxiliar o desenvolvimento profissional da equipa. Ignorar essa necessidade faz com que os colaboradores se sintam desmotivados e dificulta a retenção dos melhores talentos. Depois de definidos os objetivos, cabe ao líder fazer um acompanhamento constante para verificar se o desenvolvimento está a ser conforme o esperado.

Contar com um software de ERP.

Um bom líder deve contar com um bom software: com Sage 100c é mais fácil controlar a evolução da empresa, as obrigações legais e ter uma visão global de todo o negócio.

Saber escutar.

Guardem tempo para ouvir atentamente os vossos colaboradores – com abertura a sugestões -, mas filtrando o que pode ou não ser aplicado. Mesmo que a sugestão não seja útil, há que tratar com consideração os colaboradores pela a sua participação.

A falta de tempo e a pressão levam a que alguns empreendedores esqueçam estes pontos: a boa liderança e motivação são essenciais para o sucesso de qualquer empresa e não devem ser colocadas em segundo plano.

 

Contabilidade

Evitar o endividamento da empresa

Em períodos difíceis é natural que as empresas procurem novos negócios e por vezes, na ânsia de fechar novos contratos, não acautelam necessariamente os pagamentos, gerando situações de endividamento. Neste artigo, vamos falar de como minimizar os danos do impacto que estes atrasos têm nas empresas.

Pagamento a pronto.

Em muitos ramos de negócio seria relativamente fácil receber a pronto, mas são as próprias empresas que não acautelam esta possibilidade. O mais comum são situações de mau planeamento e, para equilibrar meses menos bons, a opção nessa altura acaba por recair no pagamento imediato.

Esta situação implica contrapartidas para o cliente e há momentos em que vale a pena oferecer melhores condições aos clientes que prefiram um pagamento a pronto.

Flexibilidade com as datas de vencimento.

De pouco serve ter datas limite demasiado próximas do inicio do mês: é preferível encontrar datas que sejam razoáveis tanto para a vossa empresa como para os vossos clientes.

Analisar o perfil dos clientes.

É importante analisar se o mercado se encontra num bom momento ou se está numa fase de maior risco. Caso cheguem a esta conclusão, há que exigir mais garantias antes de finalizar os negócios. É inútil ter muitas oportunidades de negócio se o resultado final é ter uma muita dificuldade em receber pagamento ou não receber de todo.

Software de Contabilidade.

Existem vários motivos para ter um software de contabilidade que controle as entradas e saídas de dinheiro de forma automatizada. Soluções como Sage for Accountants permitem uma maior agilidade nos processos e previsões de recebimento, melhorando a tomada de decisões. Há momentos em que receber pagamento a pronto pode não ser relevante, especialmente nos meses em que o fluxo de caixa é positivo.

Renegociar o endividamento. 

Se o motivo de atraso do pagamento for involuntário, pode valer a pena ter abertura para renegociar o pagamento da dívida. Não esperem que seja o cliente a ter a iniciativa: é fundamental serem proativos na procura de soluções. E quanto mais cedo a questão se resolver, melhor.

Se nada resultar, há que suspender o serviço, informando sempre o cliente antes sobre as faturas em falta. Caso se apercebam que é a forma de estar normal de algumas empresas, um software vai ajudar-vos a entender quais são e a individualizá-las, de forma a que no futuro tenham condições menos favoráveis.

BMS Gestão de Empresas

Pode a Microgestão ser uma forma de gestão construtiva?

O termo Microgestão é geralmente aplicado quando o gestor acompanha até o mais pequeno detalhe tudo o que acontece na empresa em vez de observar um quadro mais abrangente. É um termo visto como pejorativo  associado a lideres pouco eficazes obcecados por acompanhar todos os processos e incapazes de de tomar decisões importantes.

Embora este entendimento do termo possa ser quase sempre verdadeiro, a verdade que alguns lideres fazem um excelente trabalho enquanto acompanham de forma próxima todas as operações da empresa.

Acompanhar a empresa, confiar nos funcionários.

Tem de existir confiança sobre em relação aos funcionários mas no caso dos gestores de topo, é importante manterem-se a par, especialmente se o seu investiram muito no sucesso do negócio.

Quando aplicado corretamente micromanaging não é uma questão de estabelecer controlo total. Se comunicarem e entrevirem o tempo todos tomando decisões que cabiam aos colaboradores, estarão a comunicar que não têm confiança nas suas capacidades. Pode ser uma forma de demonstrar autoridade.

É por isso muito importante que desde o inicio comuniquem e demonstrem que não é o caso. Um software de ERP como Sage X3 permite acompanhar de forma próxima todos os processos da empresa, de uma forma natural.

Este software permite um acesso rápido a analise de custos e performance em cada etapa e a um escala global.  Podem acompanhar o progresso das tarefas sem contactarem diretamente com cada empregado , várias vezes por dia.

Comunicar corretamente de forma aberta com os vossos colaboradores, assegura que não estarão a desmoralizar a equipa ao exercer esta forma de gestão.

Beneficios do Micromanaging.

Os benefícios são vários, um deles é ter uma noção mais completa da sobrecarga de trabalho dos colaboradores, o que facilita uma mais eficaz distribuição de tarefas, quando a empresa recebe novos projetos.

Conseguir fazer perceber a cada colaborador qual o seu papel dentro da empresa, de que forma ajuda a empresa a atingir os seus objetivos.

Permite corrigir problemas numa fase inicial, antes que cresçam e se tornem mais difíceis de resolver ou causem prejuízos. No entanto evitem estar em evidência cada vez que algo corre mal, ou é necessária uma intervenção disciplinar e desta forma afastar uma imagem negativa.