Recursos Humanos

Gerir equipas globais – 2ª parte

Gerir equipas globais comporta vários desafios para as empresas. Diferenças culturais, linguísticas, fusos horários e outros fatores, podem dificultar a gestão dos colaboradores afetando a produtividade.

No artigo de hoje, damos continuidade a algumas sugestões sobre como ultrapassar estas dificuldades.

Igualdade de oportunidades na equipa

Estejam atentos aos vários tipos de reuniões e ao conjunto da comunicação, de forma a que todos os colaboradores tenham oportunidade de participar. É importante que toda a equipa se sinta incluída e seja incentivada a participar.

Reconhecimento pela performance

Expressar reconhecimento aos colaboradores, elogiando o bom trabalho. Demonstrar apreço aos colaboradores de forma remota pode implicar um pouco de mais trabalho, mas o impacto na moral das equipas é significativo e não deve ser descuidado.

Construção de uma cultura comunitária

Os valores da empresa são cada vez mais relevantes para criar um sentimento de comunidade. A existência de uma política de responsabilidade social e ambiental motiva as equipas de uma forma que complementar. A partilha de uma ética comum unifica uma equipa dispersa por vários locais, criando uma força trabalho mais dedicada.

Investir na equipa

Uma a duas vezes por ano, criem momentos em que se encontram presencialmente com os membros da equipa geograficamente distantes. Se estiverem no espaço europeu, é possível realizar viagens em apenas um dia, com grandes benefícios para a motivação e para a construção de uma melhor relação.

Outra ideia a considerar, passa por reunir toda a equipa num local uma vez por ano. Uma ocasião para formação, brainstorming e para o desenvolvimento de um sentimento de grupo.

Um software de Recursos Humanos

É fundamental acompanhar a evolução e a satisfação dos colaboradores com uma solução de Recursos Humanos.  A Sage tem várias opções em software de RH que apoiam o desenvolvimento do talento no seio da empresa, rápido de implementar e ajustado às necessidades específicas do seu negócio.

Em conclusão

Devem mostrar que valorizam a totalidade da equipa, ultrapassando as condicionantes relacionadas com a dispersão geográfica. Um trabalho que implica algum esforço, mas com um retorno para a empresa e para os colaboradores extremamente positivo.

Leia a primeira parte deste artigo aqui.

 

 

 

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário