BMS Gestão de Empresas

A ineficiência tem custos elevados: problemas comuns e soluções alternativas

As empresas encontram-se muitas vezes sobrecarregadas e presas a sistemas de gestão difíceis de usar, que dificultam as operações. Estudos da empresa americana IDC, que realiza estudos de mercado, estimam que as empresas percam entre 20% e 30% de receitas devido a ineficiência.

As consequências de utilizar soluções de ERP desatualizadas, provocam danos de uma forma transversal, neste artigo vamos ver alguns dos problemas mais comuns que as indústrias enfrentam.

Departamentos separados.

Independentemente do tipo de industria, manter departamentos separados pode aumentar a eficiência mas consome muitos recursos. É importante providenciar formas de reunir a informação, que permitam transparência e abertura dentro da empresa.

Diminuta integração de sistemas.

Com o aumento da automatização, cada vez existem mais sistemas e soluções. Um dos problemas enfrentados passa pela existência de diferentes softwares conforma a área da empresa, vendas, recursos humanos, e outros. A incompatibilidade estes sistemas suscita numerosos problemas.

Um software como  Sage X3  transforma as empresas  proporcionando uma gestão mais rápida e simples, oferecendo opções de configuração flexíveis e aplicativos para suportar os processos específicos da indústria, conciliando diferentes áreas e dando um controle total da estratégia de TI.

Congestão na produção.

Existe uma tendência para repetir de forma mecânica a realização de tarefas, sem uma analise critica e sem perceber o que atrasa o processo. Um dos motivos mais comuns  por detrás da congestão da produção, consiste na não adaptação a novas tecnologias. As empresas que desejem ser bem sucedidas manter abertura perante as novas tecnologias e abertura perante as novas soluções.

Duplicação de esforços.

Outro problema comum passa pela duplicação de esforços, frequente quando não existe uma verdadeira colaboração entre departamentos, sem que tivesse existido um esforço para sistematizar os processos.

Eliminar esta situação é aumentar a colaboração entre departamentos, eliminando tarefas que não traziam valor para a empresa. Podemos estar a falar de gastos de tempo em inventários por excesso de produção, ou demoras na aprovação interna de ações.

Uma visão fragmentada.

Mesmo quando as empresas têm acesso a dados sobre a empresa, muitas vezes estes encontram-se dispersos ou não reportam a tempo real. Um líder sem acesso a dados em tempo real, dificilmente conseguirá tomar as decisões corretas ou aperceber-se de quais são as prioridades do seu negócio. Contar com um ERP que permite uma atualização dos dados em tempo real, transformam a tomada de decisão.

Em conclusão, podemos afirmar que um software de ERP que permite conectar fornecedores, clientes e bens, cria uma nova forma de eficiência. Vivemos numa economia digital que aproveita a informação reunida para continuar a inspirar novos processos, aproximando as empresas daquilo que os seus consumidores consideram relevante.

 

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário