Inovação e Tecnologia

A Inteligência Artificial levanta inúmeras questões éticas – 2ªparte

A Inteligência Artificial está cada vez mais presente nas nossas vidas, em áreas tão distintas como o armamento ou a investigação científica. É natural que se coloquem questões éticas sobre a sua implementação.

A IA tem preconceitos?

Uma das questões mais polémicas relaciona-se com a questão da discriminação, ou seja, estaremos a passar preconceitos ao programar a I.A? Um exemplo recente parece demonstrar que é esse o caso. Uma prisão nos Estados Unidos recorreu a um programa com I.A para determinar saídas condicionais da população prisional num estabelecimento penal da Florida.

A esse respeito, uma equipa de jornalista estudou 10 mil casos, chegando à conclusão que o software estava a assumir que os homens negros tinham uma taxa de reincidência que não tinha qualquer ligação com números reais.

IA e a segurança

 A IA permite uma recolha inédita de uma quantidade muito elevada de informação. Neste momento, na China, é recolhida e guardada informação sobre as atividades quotidianas dos cidadãos, a partir de diferentes aplicações, permitindo um controle estatal quase absoluto das cidades.

É muito provável que, sem o nosso conhecimento, outros estados exerçam formas de vigilância semelhantes, como foi relatado pela denúncia de Edward Snowden.

Em resposta a esta situação, a União Europeia avançou com o RGPD procurando estabelecer princípios de boas práticas no tratamento de dados pessoais, protegendo os cidadãos dos abusos realizados pelas empresas. Tarefa difícil, é criar mecanismos que permitam aos cidadãos da capacidade de escrutinar o alcance da vigilância exercido pelos Estados, em nome da segurança.

Tentativas de estabelecer um enquadramento ético à IA

Existem algumas iniciativas no sentido criar um espaço de reflexão sobre este tema. O fórum europeu AI4People debate o impacto social desta tecnologia e procura estabelecer estratégias na União Europeia.

O trabalho deste fórum contribuiu para uma declaração de Cooperação da União Europeia sobre a Inteligência Artificial, onde se estabelece o objetivo de utilizar a I.A. para objetivos positivos.

Invista no futuro da sua empresa, sem descuidar as questões éticas. Saiba mais sobre o que Sage pensa sobre os desafios da Inteligência Artificial.

 

 

 

 

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe um comentário